Minha conta
    Bixa Travesty
    Média
    2,4
    43 notas
    Você assistiu Bixa Travesty ?

    14 Críticas do usuário

    5
    8 críticas
    4
    0 crítica
    3
    0 crítica
    2
    0 crítica
    1
    2 críticas
    0
    4 críticas
    Caya
    Caya

    Seguir usuário Ler as 2 críticas

    5,0
    Enviada em 7 de dezembro de 2019
    LINN DA QUEBRADA É UMA ARTISTA ÚNICA, UMA Travesti que destruiu pra construir. O filme é uma obra de arte DIRECIONADO A COMUNIDADE LGBTTQIA, héteros chacota fazendo qualquer crítica negativa e justamente pra manter as suas imagens tão sucateadas de macho que já não conseguem mais manter a mente junto ao órgão.... As turnês dela mostram justamente que ela é uma artista completa dentro e fora do país de origem e que seu diário de vivência e lirica transbordam todo e qualquer processo que envolva língua.
    Diogenes Ruiz
    Diogenes Ruiz

    Seguir usuário Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 26 de novembro de 2019
    Impecável. Fotografia, roteiro, tudo!!!!
    Iracema J
    Iracema J

    Seguir usuário 6 seguidores Ler as 48 críticas

    5,0
    Enviada em 30 de janeiro de 2021
    Pseudo documentário experimental, energético, apaixonante e visceral em torno da arte da poetiza, compositora, cantora e atriz transexual Lina Pereira, conhecida como Linn da Quebrada que tem claras influências da banda Secos e Molhados de Ney Matogrosso. A direção de Claudia Priscilla e Kiko Goifman é segura e tem o poder de mexer nas feridas sócio-políticas de forma erótica, fetichista e bem humorada, com a poesia agressiva de Linn e sua trupe fantástica, composta por Jup do Bairro e Liniker de Barros, entre outros. O filme alterna momentos dos shows no palco, com momentos de bastidores, histórias e memórias da artista em estilo descontraído e levado. A arte é genuinamente underground e experimental, e muitas vezes trabalha o grotesco de forma muito artística. O filme ganhou vários prêmios em festivais pelo mundo, entre eles o prêmio de melhor documentário no Teddy Award no festival de Berlim, melhor trilha sonora e prêmio do Júri no festival de Brasília, além de várias menções honrosas em vários festivais que participou. Filme transgressor e moderno que oferece nova visão da vida dos transexuais, apontando para novos direcionamentos em estudos antropológicos. Obra-prima!
    Lilian M
    Lilian M

    Seguir usuário 6 seguidores Ler as 76 críticas

    5,0
    Enviada em 7 de janeiro de 2020
    06.01.20: procure datar suas interpretações de um filme. os melhores filmes costumam nos causar efeitos por anos. (quem esquecerá de Titanic?). Você já assistiu algum filme maluco, que aparentemente parece inusitado, feito para chocar, mas que lá pelas tantas, te faz chorar de tanta emoção? Pois é, eles conseguiram. Na real, esse jovens artistas brasileiros são a luz no fim do túnel. Para os caretas, sugiro assistir em casa, com calma, sem medo de enfrentar seus preconceitos, de tentar enxergar outras existências além das que estamos acostumados, a tentar respeitar a diferença, a diferença não te anula, ela te faz pensar, você vai precisar de alguns dias para processar tanta informação, mas talvez se torne um ser humano mais empático e tolerante. ah, e sim tem corpos nus.... mas é justamente isso que os artistas nos trazem,a possibilidade de poder ver nossos corpos como instrumento de vida, de obra de arte, e não como algo feito apenas para fazer sexo. spoiler: Vou pedir uma licença poética, e contar um spoiler, roubar a última frase do filme, talvez a mais inspiradora que você possa ouvir neste começo de ano "estamos em construção, e o transtorno é todo seu". Feliz 2020!
    Rogério Gonçalves
    Rogério Gonçalves

    Seguir usuário 5 seguidores Ler as 39 críticas

    0,5
    Enviada em 21 de novembro de 2019
    Onde viemos parar. A política de abondono nas escolas transformou pessoas em monstros. O que era pra ficar em quatro paredes invadiu nossas ruas. Somos obrigados a engolir essas coisas. O nomal virou errado e o errado virou lindo. Parabéns aos envolvidos. Depois que o cinema ficar as minguas não reclamem
    Wagner Pereira Junior
    Wagner Pereira Junior

    Seguir usuário Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 12 de janeiro de 2020
    Um doc incrivel contando sobre as vivências e as lutas da travesti moderna, onde se ocorre muita reflexão sobre os dias de hoje com a mente aberta e pensando em um futuro onde todxs podem ser amadxs e aceitxs como são!!!.
    Linn arrasou em cada segundo que pessoa incrivel obrigado por viver na mesma era que você icone.
    Diego Freitas
    Diego Freitas

    Seguir usuário Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 23 de março de 2020
    Impecável! importante! Necessário! Linn artista incrível!
    Lucas Gabriel
    Lucas Gabriel

    Seguir usuário Ler a crítica

    0,5
    Enviada em 26 de novembro de 2019
    Sem comentários.
    TESTETIT
    TESTETIT

    Seguir usuário Ler a crítica

    0,5
    Enviada em 20 de fevereiro de 2018
    Filme que pode ser deixado de lado sem problema algum. Eu realmente prefiro ler a respeito sobre transgêneros e travestis (procurem a publicação da Atlantis) do que querer ter uma base factual a partir de um filme desses para entendermos que este assunto não é de dominío ideológico como gostam de apontar os tais "progressistas psicóticos", e sim algo sério, complexo, que precisa ser tratado com psicólogos e pessoas do ramo da saúde. A biologia não é crítica social. Fica parecendo que o mundo é só feito de pau, cu, buceta e cineastas pirados que gastam dinheiro público com putaria.
    Joao Victor F.
    Joao Victor F.

    Seguir usuário 20 seguidores Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 23 de setembro de 2020
    Extremamente autêntico, necessário e potente!!! Todos precisam assistir!!! A Linn é um furacão revolucionário
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top