Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Nahid - Amor e Liberdade
    Nota média
    3,6
    11 publicações
    • O Globo
    • Almanaque Virtual
    • Folha de São Paulo
    • Papo de Cinema
    • Screen International
    • Télérama
    • Cineweb
    • The Hollywood Reporter
    • Variety
    • Veja
    • Critikat.com

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    11 críticas da imprensa

    O Globo

    por Ely Azeredo

    Ida Panhandeh escreveu (com Arsalan Amin) um roteiro em que as imagens assumem uma linguagem soberba. Comandou todo o processo [...] Foi extremamente feliz na escolha das locações na portuária Ansali e do elenco — cenários e figuras que lembram o habitat de obras do neorrealismo italiano.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    Almanaque Virtual

    por Raíssa Rossi

    Ida Panahandeh errou em parte na construção da protagonista e no ritmo cíclico do enredo, porém abriu uma porta de suma relevância para outras cineastas, não só islâmicas, levantarem questões acerca da repressão feminina no cinema realista.

    A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

    Folha de São Paulo

    por Cássio Starling Carlos

    Em vez de se satisfazer com as facilidades do filme-panfleto, Ida Panahandeh coloca o problema, faz a denúncia, mas não oferece nenhuma solução pronta.

    A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

    Papo de Cinema

    por Rodrigo de Oliveira

    Ida Panahandeh é hábil em criar sua protagonista de forma que nunca fiquemos contra ela. Podemos não concordar com seus caminhos, mas entendemos sua jornada. Isso também se deve ao belo trabalho de Sareh Bayat...

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    Screen International

    por Allan Hunter

    "Nahid", filme de estreia de Ida Panahandeh, faz com que a diretora seja uma boa adição à lista dos cineastas do realismo social e compassivo que vai de nomes como Vittorio De Sica aos Irmãos Dardenne.

    A crítica completa está disponível no site Screen International

    Télérama

    por Guillermette Odicino

    Através da heroína encarnada pela vibrante Sareh Bayat, Ida Panahandeh filme a lenta transição de um país onde as mães desejam permanecer mulheres. É uma heroína orgulhosa, que sabe se virar, fazer o que for necessário...

    A crítica completa está disponível no site Télérama

    Cineweb

    por Rodrigo Zavala

    Não são poucas as produções que fazem um retrato concreto sobre o papel da mulher na sociedade islâmica, seja como protagonista ou coadjuvante [...] Em seu projeto sensível, Ida Panahandeh consegue transformar uma história baseada em situações cotidianas em um eficiente suspense dramático.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    The Hollywood Reporter

    por Jordan Mintzer

    Apesar do filme ter seu próprio ritmo de desenvolvimento, os cineastas conseguem se aprofundar em alguns aspectos ainda não vistos até o momento da vida iraniana...

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

    Variety

    por Scott Foundas

    O resultado final é que o filme é um melodrama razoavelmente engajante e bem atuado [...] que adiciona uma nova voz ao coro de cineastas que denunciam a posição deplorável que a mulher possui na sociedade islâmica...

    A crítica completa está disponível no site Variety

    Veja

    por Miguel Barbieri Jr.

    Em registro semelhante ao do estupendo A Separação, Ida Panahandeh, pela primeira vez dirigindo um longa-metragem sozinha, foca em seu roteiro uma protagonista consistente rodeada de dúvidas e conflitos.

    A crítica completa está disponível no site Veja

    Critikat.com

    por Axel Scoffier

    O retrato é louvável, mas o filme é carregado por sua vontade demonstrativa sobre a condição da mulher no Irã, as dificuldades de recomeçar a vida após o divórcio, a vergonha do casamento temporário [...] O filme não funciona graças ao acúmulo pesado demais.

    A crítica completa está disponível no site Critikat.com
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top