Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Jason Bourne
    Nota média
    3,2
    27 publicações
    • Almanaque Virtual
    • Quarto Ato
    • Chicago Sun-Times
    • Cinepop
    • Folha de São Paulo
    • Télérama
    • Variety
    • CineClick
    • Cinegrafando
    • Cineweb
    • Estado de São Paulo
    • Preview
    • The Hollywood Reporter
    • Boston Globe
    • Cinema em Cena
    • O Globo
    • Omelete
    • Rubens Ewald
    • Screen International
    • The Guardian
    • The Playlist
    • Critikat.com
    • Papo de Cinema
    • ScreenCrush
    • Veja
    • Washington Post
    • Collider

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    27 críticas da imprensa

    Almanaque Virtual

    por Rodrigo Fonseca

    O timbre documental dos dois episódios Bourne que [Paul Greengrass] rodou antes estão lá, só que mais bem lapidadas, imprimindo tensão em fervura máxima sobretudo na sequência (antológica) de uma perseguição motorizada em Las Vegas.

    A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

    Quarto Ato

    por Carla Marinho

    "Jason Bourne" se torna um dos grandes lançamentos do ano e mostra que apesar de passados nove anos [...], temos um elenco afiado com a realidade e consolidando um filme que mesmo que não traga grandes novidades narrativas repete com sucesso a fórmula já introduzida na película de 2002.

    A crítica completa está disponível no site Quarto Ato

    Chicago Sun-Times

    por Richard Roeper

    “Jason Bourne” é o melhor thriller de ação do ano até o momento, com meia dúzia de sequências incríveis de perseguição e ótimas cenas de luta.

    A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

    Cinepop

    por Pablo R. Bazarello

    No quesito adrenalina, "Jason Bourne" tampouco decepciona. O clímax de uma perseguição envolvendo um tanque da Swat em Las Vegas nos lembra porquê adoramos cinema entretenimento de verdade, criando uma sequência eletrizante e feita na marra...

    A crítica completa está disponível no site Cinepop

    Folha de São Paulo

    por Ricardo Calil

    "Jason Bourne" é mais do mesmo. Mas o mesmo, no caso, continua sendo o melhor que o cinema de ação hollywoodiano consegue produzir hoje sem recorrer maciçamente a efeitos especiais.

    A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

    Télérama

    por Pierre Murat

    Encontramos a habilidade de Paul Greengrass em injetar um verdadeiro lirismo - ou uma chama de insurreição! - nas cenas gregas onde Atenas, com fogo e sangue, luta para proteger a democracia. Também é hábil e espetacular a parte de Londres...

    A crítica completa está disponível no site Télérama

    Variety

    por Peter Debruge

    Exatamente como a trilogia original fez ao fechar o arco de Jason Bourne nos deixando querendo mais, esta sequência oferece um fechamento, mas nos seduz com a possibilidade de mais um filme.

    A crítica completa está disponível no site Variety

    CineClick

    por Iara Vasconcelos

    Paul Greengrass entrega ao público saudosista tudo o que ele espera. "Jason Bourne" tem cenas de ação arrebatadoras, roteiro consistente e de fácil assimilação, boas atuações e um tom político muito propício. Isso mostra que, mesmo após tantos, nunca é tarde demais para revitalizar um clássico.

    A crítica completa está disponível no site CineClick

    Cinegrafando

    por Wanderley Andrade

    Tão rápido quanto os reflexos de Jason Bourne nas cenas de ação, o ritmo da narrativa não permite ao espectador um ínfimo piscar de olhos. Qualquer distração fará você perder algum detalhe ou informação importante para a trama.

    A crítica completa está disponível no site Cinegrafando

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    Tecnicamente, o filme é impressionante – especialmente duas cenas de perseguição – e a câmera semidocumental de Greengrass é, como sempre, eficiente. Por isso mesmo, não há surpresas, não se sai da zona de conforto [...] A sorte do cineasta é que até sua zona de conforto é interessante.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Estado de São Paulo

    por Luiz Carlos Merten

    "Jason Bourne" é uma grande, excepcional aventura. Super bem feita. Ninguém, como Paul Greengrass, sabe filmar esses combates de rua [...] Mesmo no que parece mais do mesmo, Jason Bourne não cessa de surpreender.

    A crítica completa está disponível no site Estado de São Paulo

    Preview

    por Edu Fernandes

    [...] a participação pífia feminina no longa mostra que o caminho ainda é comprido [...] Com uma sequência final impressionante (apesar de um pouco alongada) e as marcas da franquia em ordem, "Jason Bourne" faz quase tudo certo. Só faltou pensar nas moças...

    A crítica completa está disponível no site Preview

    The Hollywood Reporter

    por Todd McCarthy

    [...] "Jason Bourne" é uma empolgante reimersão no violento e misterioso mundo das operações secretas do personagem titular, interpretado por Matt Damon.

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

    Boston Globe

    por Ty Burr

    O filme existe única e exclusivamente porque as pessoas gostam de Matt Damon, do personagem que ele interpreta e porque os produtores sabem que o público quer ver mais de Jason Bourne.

    A crítica completa está disponível no site Boston Globe

    Cinema em Cena

    por Pablo Villaça

    Mantendo a tradição da série de encerrar cada filme sem deixar pontas soltas – algo positivo – mesmo que deixando a porta aberta para uma possível continuação, "Jason Bourne" certamente acabará retornando em alguma nova aventura.

    A crítica completa está disponível no site Cinema em Cena

    O Globo

    por Mario Abbade

    São duas horas de adrenalina ininterruptas com um bom resultado, mas também com momentos enfadonhos por ser justamente este ritmo o maior atrativo do filme.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    Omelete

    por Marcelo Hessel

    [...] falta a "Jason Bourne" justamente mais substância. Já sabemos do que Paul Greengrass é capaz com sua câmera nervosa, e não há nada aqui em termos de ação ou narrativa que sirva de evolução, em relação à trilogia original. A evolução estaria justamente na atualização da discussão política...

    A crítica completa está disponível no site Omelete

    Rubens Ewald

    por Rubens Ewald Filho

    [...] o que impressiona é o trabalho de montagem, de fotografia, de incessante movimento (que pode ser ocasionalmente confuso e mesmo difícil de entender). Afinal de contas essa é a marca registrada de Bourne e a razão porque este filme e esta franquia era tão esperada.

    A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald

    Screen International

    por Tim Grierson

    O diretor Paul Greengrass e Matt Damon narram a trama de "Jason Bourne" de maneira experiente, criando um filme que é bom, mas que também é uma sequência irritantemente familiar.

    A crítica completa está disponível no site Screen International

    The Guardian

    por Peter Bradshaw

    A trama baseada no caso Edward Snowden e no impacto das redes sociais torna "Jason Bourne" um filme mais relevante. No entanto, os ingredientes são basicamente os mesmos.

    A crítica completa está disponível no site The Guardian

    The Playlist

    por Rodrigo Perez

    Tão convincente quanto é empolgante, “Jason Bourne”, no fim das contas, é como uma mau nutricionista, fornecendo o que o público quer ao invés do que o público precisa.

    A crítica completa está disponível no site The Playlist

    Critikat.com

    por Damien Bonelli

    O problema principal de "Jason Bourne" é que o filme é tão obsessivo em relação ao passado quanto o protagonista em relação ao seu próprio passado. Esse retorno repete as coisas exatamente onde Greengrass e Damon as deixaram...

    A crítica completa está disponível no site Critikat.com

    Papo de Cinema

    por Robledo Milani

    Se a trilogia Bourne original era uma pérola em meio aos blockbusters hollywoodianos, e o quarto capítulo – totalmente ignorado desta vez, é bom ressaltar – ao menos não fazia feio diante seus predecessores, este aqui não deixa dúvida sobre suas reais intenções: lucro rápido e resultado facilmente esquecível.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    ScreenCrush

    por Erin Whitney

    Apesar de uma reunião entre Paul Greengrass e Matt Damon parecer algo interessante para a franquia, "Jason Bourne" é somente uma réplica, uma cópia desnecessária. O filme funciona, mas não é nada que o diretor não tenha feito anteriormente. Talvez seja melhor deixar Jason Bourne se aposentar de vez.

    A crítica completa está disponível no site ScreenCrush

    Veja

    por Miguel Barbieri Jr.

    Como transcorreram nove anos desde o terceiro longa-metragem, dá-se uma pincelada (de leve) em acontecimentos do passado. [...] Na montagem frenética e na direção agitada de Paul Greengrass, há uma sensação de déjà vu e um jeito de driblar um roteiro confuso com sequências de ação.

    A crítica completa está disponível no site Veja

    Washington Post

    por Michael O'Sullivan

    “Jason Bourne” pertence a Matt Damon e Paul Greengrass, cujo admirável - e muito pertinente - objetivo de fazer o filme pela diversão acaba se tornando uma tarefa realizada sem a menor graça.

    A crítica completa está disponível no site Washington Post

    Collider

    por Matt Goldberg

    [...] apesar de "Jason Bourne" possuir todos os elementos para o sucesso, a mistura é ruim e o que deveria ser um filme baseado em uma fórmula vitoriosa acabou sendo um filme formulaico. O filme se esforça para combinar tudo o que funcionou nos filmes anteriores, e o resultado é uma bagunça...

    A crítica completa está disponível no site Collider
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top