Minha conta
    Os Incríveis 2
    Média
    4,4
    1981 notas
    Você assistiu Os Incríveis 2 ?

    89 Críticas do usuário

    5
    36 críticas
    4
    24 críticas
    3
    19 críticas
    2
    9 críticas
    1
    1 crítica
    0
    0 crítica
    Ândrio da Silva
    Ândrio da Silva

    Seguir usuário Ler a crítica

    4,5
    Enviada em 10 de julho de 2018
    We had a lot expetations, since It was being produced for a long time. Our expetations, in general were overcome. The film has a good quality, balancing both moments of humor and tension. The dubbing to portuguese managed to bring cultural aspects of Brazil. Watch a movie like this awakened a nostalgic feeling taking us back to our childhood.
    Andressa G.
    Andressa G.

    Seguir usuário Ler a crítica

    2,5
    Enviada em 10 de julho de 2018
    O primeiro filme foi lançado em 2004,e em 2018 o segundo.Pela espera de 14 anos ansiavámos uma produção melhor.De forma animada, o filme trás uma mensagem do quão importante é buscar o bem.O filme não trás tanta emoção para o público, pois as cenas que teriam ação são muito repetitivas e acabam perdendo o efeito de surpresa.
    Gabriel B.
    Gabriel B.

    Seguir usuário Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 10 de julho de 2018
    muito bom filme e história, gosto muito de animação e o filme é muito bacana perfeito para assistir em familia.
    Nelson J
    Nelson J

    Seguir usuário 37.402 seguidores Ler as 1.423 críticas

    3,5
    Enviada em 9 de julho de 2018
    As mulheres e um bebê com poderes polimorfos e fora de controle protagonizam esta trama frenética sobre a tentativa de trazer de volta os heróis e do próprio significado de ser herói. Um vilão terrível que hipnotiza e assume o contro,e sobre as pessoas é uma séria ameaça enquanto um milionário tenta ajudara tirar os heróis da clandestinidade. Ótima diversão e o bebê arrasa.
    Daniel P.
    Daniel P.

    Seguir usuário Ler a crítica

    4,5
    Enviada em 9 de julho de 2018
    Filme incrível e com um enredo brilhante, trazendo um verdadeiro retrato da mulher moderna: heroína não só porque defende o mundo, mas porque é mãe, dona de casa, tem que trabalhar e cuidar dos filhos e do marido.
    Gabriel F.
    Gabriel F.

    Seguir usuário Ler a crítica

    4,0
    Enviada em 9 de julho de 2018
    SER OU NÃO SER [INCRÍVEL], EIS A QUESTÃO

    Se desde pelo menos WALL•E a Disney Pixar vem mostrando que é possível fazer um longa-metragem de animação infantil que proponha uma reflexão social importante e contundente, com Os Incríveis 2 ela realmente se superou - tanto em matéria de atualidade quanto de pluralidade.

    O alvo central do enredo dessa continuação continua sendo o igualitarismo extremo, fruto de uma “pós-modernidade” que, por ser alérgica à ideia de “poder” (e o que são os super-heróis senão aqueles que possuem “poderes”?), reprova a possibilidade de destaques individuais em prol de uma pretensa igualdade de capacidade entre todos os seres humanos. Nesse novo filme, porém, a figura antagonista leva essa filosofia às suas últimas consequências lógicas, criticando a passividade da sociedade do espetáculo (com menções honrosas a reality shows e programas esportivos) e afirmando que qualquer dependência dos “poderes” de outros é sinal de fraqueza (ainda que, paradoxalmente, utilize como seu próprio “poder” a hipnose, justamente a subjugação da vontade do outro).

    Como se isso não fosse suficiente, o filme ainda apresenta questões como a inserção feminina no mercado de trabalho sendo a principal provedora da casa, a dificuldade masculina em ser o principal responsável por cuidar do lar e da prole, a tomada de protagonismo pela juventude diante do sequestro hipnótico das gerações mais velhas pela prevalecente ideologia da mediocridade, e ainda a aterrorizante função de moldar e domar as múltiplas potencialidades de um bebê recheado de “poderes” em um mundo que, seja por medo dos danos que grandes poderes podem causar ou por inveja daqueles que os possuem, quer seguir acreditando que ninguém deveria ser mais "poderoso" que os outros.

    Se você tivesse ido dormir no início dos anos 60 e acordasse hoje, esse filme seria um bom começo pra se atualizar...
    lulin
    lulin

    Seguir usuário Ler as 2 críticas

    3,0
    Enviada em 8 de julho de 2018
    O filme era um dos mais esperados do ano e sinceramente a pixar fez besteira.
    Filme muito clichê com um enredo presivel tipico filme de heroi.
    Na minha opinião a unica coisa boa do filme é o "Zezé" e só.
    Luis_Troll #RN600K
    Luis_Troll #RN600K

    Seguir usuário Ler as 2 críticas

    5,0
    Enviada em 8 de julho de 2018
    Bom eu achei Os incríveis 2 meio que uma copia do primeiro filme pois no primeiro filme o senhor incrivel sai e a mulher elastica cuida das crianças, já no 2 eles colocam a mulher elastica no lugar do senhor incrivel. e meio que enjoa esse negocio que ''super herois são proibidos, etcs etcs. Mais mesmo assim o filme ficou mt bom! teve muita ação, muita comedia humor, e etc spoiler: Melhor do que isso é que nesse filme eles exploraram mais os poderes do zeze contra o guaxinim. e a vilã do filme (evelyn deavor) eu sinceramente não esperava ela ser a vilã do filme! eu achei isso OTIMO!
    Otavio W.
    Otavio W.

    Seguir usuário 350 seguidores Ler as 247 críticas

    2,0
    Enviada em 8 de julho de 2018
    Hoje dia de assistir mais uma continuação de filme de super-heróis, e não é da Marvel, é da Disney, que hoje é a mesma empresa, mas com certeza no cinema ambas fazem coisas bem diferentes. O começo do filme vem diretamente do fim do primeiro, literalmente a cena onde o primeiro termina o segundo começa, algo surpreendente e muito bom, dando uma boa sensação que não vai ter nenhuma coisa que aconteceu entre um filme e outro. Logo que uma boa cena de ação em família termina, o filme encaixa o primeiro cenário a ser resolvido, e é o mesmo cenário do primeiro filme, e aqui começa um dos grandes problemas do filme, o roteiro é muito parecido, somente trocando personagens de lugar. Protagonistas, vilões e situações tem as mesmas justificativas, realmente bem decepcionante ver que somente as ideias foram recicladas, não há uma boa sensação de imersão na história, ainda mais sendo tudo muito óbvio, caso pense como foi o primeiro filme. Fora a linha principal, o filme implicita algumas ideias interessantes, mas incrivelmente mal aproveitadas. As ideias da força da mulher como heroína principal e a do homem não ser um bom pai de família são confusas, o próprio filme tenta desfazer essas ideias em alguns momentos, há uma certa confusão, e o próprio sentido da mulher ser melhor que o homem acaba sendo descontruído pela ideia de família, que se torna maior que ambas as ideias, e muita coisa que o filme tentou mostrar acaba sendo muito superficial e até sem sentido para o roteiro. O grande ponto positivo, fica pela grande criatividade das piadas que percorre boa parte do filme, mesmo que também não tenha muito ligação com a história, nem com outras ideias, é o que mais prendeu o filme, dando uma boa sensação de querer saber qual a próxima situação onde uma boa piada será encaixada. O fim do filme pouco surpreende, não há uma grande reviravolta inesperada, muito menos algo que o primeiro já não tenha mostrado, e com alguns pontos mais fracos, não há um vilão mais maligno ou uma ideia mais catastrófica. No geral, um filme pouco inovador, com muitas ideias recicladas do primeiro, e outras ideias novas muito mal aproveitadas, restando ver as piadas bem construídas e bem presentes em muitos momentos, o que gera boas sensações, mas não salva o filme de ser um tanto decepcionante.

    #CinetecaXingue #filme #movie #cinema #PlayArte #PlayArteSplendor #shopping #PatioPaulista #PrimePass #OsIncríveis2 #TheIncredibles2 #OsIncríveis #TheIncredibles #animação #desenho #comédia #aventura #drama #família #mulher #pai #SuperHerois #SuperPoderes
    Jessyca A.
    Jessyca A.

    Seguir usuário Ler a crítica

    4,5
    Enviada em 8 de julho de 2018
    muito bom, divertido e cativante, apenas repetiram a trama invertendo os papéis mas mesmo assim ficou muito bom...
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top