Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Emmy 2020: Entenda a disputa nas categorias de comédia
    Por Katiúscia Vianna — 16 de set. de 2020 às 13:09
    facebook Tweet

    De The Good Place a Schitt's Creek, passando por The Marvelous Mrs. Maisel... Quem leva a melhor?

    A contagem regressiva para o Emmy 2020 já começou. O Oscar da TV acontece no dia 20 de setembro e o AdoroCinema já revelou suas apostas sobre os vencedores da aguardada premiação. Porém, está na hora de aprofundar um pouco sobre como anda a situação das categorias principais. Já falamos sobre as séries de drama, agora é o momento de falar sobre as comédias — onde a disputa não está para brincadeira. É um trocadilho bobo? Sim, mas realmente reflete 2020, não é mesmo?

    Curb Your Enthusiasm

    Curb Your Enthusiasm é aquela série que já parece ter uma cadeira reservada na lista de indicados, mesmo sem causar tanto burburinho assim. Quase todo ano, ela surge com uma indicação na categoria principal, pois já é uma atração querida dos votantes. Tendo dito isso, o maior prêmio que conseguiu levar na história do Emmy foi na categoria de direção, lá em 2003. Neste ano, ela aparece apenas 4 vezes na lista, com destaques para indicações em edição e elenco (algo também muito valorizado dentre os votantes). As chances de levar são pequenas, mas a presença nessa categoria mostra como segue sendo amada.

    Disque Amiga Para Matar

    No ano passado, Disque Amiga Para Matar foi representada apenas por Christina Applegate na briga pelo Emmy. Dessa vez, o reconhecimento quadruplicou e seu grande trunfo na disputa surge em seus atores Junto com Applegate, Linda Cardellini aparece na categoria de melhor atriz, enquanto o elenco também foi nominado. Assim, traduz como os votantes apreciam o trabalho de tal equipe, a ponto de destacá-lo entre os grandes nomes, diante de seu segundo ano. A série já foi renovada para uma temporada final, então tem tempo de crescer ainda mais e adquirir chances de concorrer novamente, algo que se torna um argumento essencial em 2020. 

    The Good Place

    Será que o tão elogiado final de The Good Place será o suficiente para finalmente lhe dar uma chance na temporada de premiações? O Emmy demorou para valorizar a série do aclamado Mike Schur, e quando apreciava, era focada nos ombros de Ted Danson — que já venceu três Emmys ao longo de sua carreira, mas nunca pelo recente projeto. Neste ano, ele concorre novamente, com fortes chances de levar, mas a boa notícia é que a Academia finalmente reconheceu outros talentos da comédia, como D'Arcy Carden e William Jackson Harper. A já mencionada series finale, "Whenever You're Ready" também representa TGD na categoria de roteiro. Mesmo assim, o número pequeno de indicações (6 no total) não a coloca como franca favorita, mas é algo que poderia surpreender. 

    Insecure

    Por falar em que pode surpreender, a série de Issa Rae nunca esteve tão forte na briga pelo Emmy. É sua estreia na categoria de comédia, anteriormente aparecendo apenas em algumas indicações salpicadas, como uma nomeação para sua protagonista e duas por fotografia. Hoje, Insecure aparece concorrendo em 8 categorias — inclusive com Rae e Yvonne Orji como atriz e atriz coadjuvante, respectivamente, ambas bem colocadas na disputa como possíveis vencedoras. Porém, a ausência nas categorias de roteiro e direção é uma situação alarmante, já que elas costumam ser essenciais na hora de eleger um vencedor. Qualidade, a série tem, mas será que já conquistou o apoio necessário de votantes?

    O Método Kominksy

    Michael Douglas e Alan Arkin. Eu poderia terminar a análise de O Método Kominsky nesses dois nomes, já que é o peso por trás desses atores oscarizados que se constitui a fama da série da Netflix. Sem grande apelo de público, a comédia tem apoio de um grupo de críticos, mas falhou em conseguir algum prêmio em sua primeira temporada, quando teve mais destaque na mídia. Com apenas três indicações em 2020 (duas delas sendo para seus protagonistas), a obra ainda tem o nome do produtor Chuck Lorre, mas o moço nunca foi vitorioso no Emmy, mesmo lançando séries mais bem-sucedidas como The Big Bang Theory e Two and a Half Men. Não vai ser dessa vez!

    The Marvelous Mrs. Maisel

    20 indicações. Mais uma vez, The Marvelous Mrs. Maisel é a comédia mais indicada do ano. Sete dessas lembranças vão para o elenco (inclusive convidados), o restante por sua impecável reconstrução visual (e sonora) de época — rendendo duas vagas na categoria de direção, pelos episódios "Marvelous Radio" e "It's Comedy or Cabbage". Mas se abocanhou o prêmio principal por sua primeira temporada, a seguinte não conseguiu repetir o feito diante do fenômeno Fleabag. Sem a série de Phoebe Waller-Bridge, o caminho parece estar livre para reconquistar o troféu. Só que a qualidade da série caiu ao longo dos anos e já faz tempo que a terceira temporada foi exibida, em dezembro de 2019, num mundo onde nem existia pandemia ainda. Ou seja, ela não está tão fresca na mente dos votantes, que podem não resistir aos apelos de homenagear alguma série em sua temporada final, o que não é o caso de Maisel. 

    Schitt's Creek

    Finalmente, os refrescos chegaram! Queridinha da crítica, porém pouco conhecida, Schitt's Creek demorou para ser reconhecida no Emmy. Após uma estreia discreta no ano passado, a comédia conquistou quinze indicações, perdendo apenas para The Marvelous Mrs. Maisel dentre as comédias. Agora, a Academia precisa correr contra o tempo para valorizá-la, já que esta concorrendo por sua temporada final. Logo, o mesmo argumento usado para The Good Place, pode ser aplicado aqui. Os sinais positivos estão todos ali: os quatro atores principais do elenco estão indicados e tem chances de levar, enquanto Dan Levy ainda pode ganhar como diretor (dividindo com Andrew Cividino) e roteirista pela finale "Happy Ending". Inclusive, a categoria de roteiro ainda tem outro episódio concorrendo em "The Presidential Suite". Se ela vai dar uma de Fleabag e levar tudo o que é possível, não sabemos, mas se existe um momento para brilhar, a hora é agora.

    What We Do in the Shadows

    A grande surpresa dentre os indicados não foram as séries de veteranos que estão ali para preencher o número necessário de concorrentes. Mas sim, a série do FX. What We Do In the Shadows pode ter a premissa mais fantasiosa dentre as comédias, afinal não é todo mundo que consegue se identificar com a história de vampiros, porém conta com nomes importantes em sua produção como Taika WaititiJemaine Clement — que estrelaram o filme que inspirou tal obra. E parece que a Academia realmente abraçou o programa, pois ele aparece três vezes na categoria de roteiro com "Ghosts", "On the Run" (que conta com participação de Mark Hamill) e "Collaboration". A presença na lista de indicados já é uma grande vitória para a série, mas quem sabe? Se surpreendeu aparecendo aqui, também pode surpreender aparecendo dentro do envelope com o vencedor. 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top