Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Emmy 2020: Apostas do AdoroCinema para os vencedores nas principais categorias
    Por Katiúscia Vianna — 14 de set. de 2020 às 09:03
    facebook Tweet

    Watchmen? Succession? Ozark? The Marvelous Mrs. Maisel? Schitt's Creek? Baby Yoda? Quem leva a melhor?

    O Coronavírus tentou atrapalhar, mas o Emmy 2020 vai rolar sim! Vai ser meio digital e, provavelmente, bagunçado de forma que iremos amar? Sim. Mas vai ter de tudo: estatuetas, famosos e pessoal se arrumando para ficar na sala de casa que nem no Natal. Mas o importante é que, após conhecer as surpresas e esnobados na lista de indicados, os seriadores querem saber se suas atrações favoritas vão levar prêmios para casa. 

    Seguindo a tradição dos anos anteriores, estou aqui no AdoroCinema com nossas principais apostas para o prêmio da Academia de Artes e Ciências Televisivas. Afinal, sem Game of ThronesFleabag na parada, a disputa fica ainda mais emocionante e difícil de prever! Porém, a gente tenta, mesmo assim. 

    Com apresentação de Jimmy Kimmel, o Emmy Awards vai acontecer no dia 20 de setembro. Fique ligado na cobertura do AdoroCinema aqui no site e em nossas redes sociais!

    Melhor Série de Drama

    Better Call Saul
    The Crown
    The Handmaid's Tale
    Killing Eve
    The Mandalorian
    Ozark
    Stranger Things
    Succession

    Mesmo com oito vagas, a lista de candidatos surpreendeu por não incluir nomes como Pose e The Morning Show, dando vagas para Stranger Things e The Mandalorian no lugar. Enquanto a primeira ainda ganha um pequeno apoio por sua popularidade, é a série do Disney+ que pode chegar de mansinho, abocanhando muito suporte nos votantes das categorias técnicas. Sem falar que não existe um ser humano com alma que não tenha se apaixonado por Baby Yoda. 

    Mas, na real mesmo, a disputa está entre Succession e Ozark. A obra da HBO se tornou a nova queridinha da mídia e multiplicou sua influência dentre temporadas, com quase todo seu elenco principal concorrendo por uma estatueta. Por outro lado, a série da Netflix já apareceu antes na lista de indicados (e já levou prêmios), mas nunca esteve tão forte. Ambas tem 18 indicações cada, só que a gente acredita que a história da família Roy conquistou mais gente.

    Porém, nunca descarte The Crown, que manteve o número de indicações a cada ano, mesmo com a mudança de elenco. Já as estrelas esnobadas de Better Call Saul e The Handmaid's Tale os colocam como mais fracos na disputa

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Succession
    Quem pode ser a zebra da vez: Ozark 
    Quem deveria ganhar: Succession

    Melhor Ator em Série de Drama

    Jason Bateman (Ozark)
    Sterling K. Brown (This Is Us)
    Steve Carell (The Morning Show)
    Brian Cox (Succession)
    Billy Porter (Pose)
    Jeremy Strong (Succession)

    Por anos, eu valorizo a regra básica do bolão: se tem dois candidatos concorrendo pela mesma obra, os votos costumam se dividir. Tendo dito isso, os favoritos da categoria são os protagonistas de Succession, ambos com performances elogiadas o suficiente para levar o prêmio. Mas como escolher dentre o experiente consagrado e o jovem que captura frustração só com olhar? Se os votos realmente ficarem divididos, quem pode se dar bem é Jason Bateman — que já tem um emmy de direção por Ozark, então o carinho da Academia não lhe falta.

    Diante da chocante esnobada de Bob Odenkirk (Better Call Saul); Carell, Porter (que levou ano passado) e Brown estão mais apagados na disputa, então resta a você escolher com a cabeça ou com o instinto. Se vou errar, prefiro errar seguindo meu feeling.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Jeremy Strong (Succession)
    Quem pode ser a zebra da vez: Jason Bateman (Ozark) e Brian Cox (Succession)
    Quem deveria ganhar: Jeremy Strong (Succession)

    Melhor Atriz em Série de Drama

    Jennifer Aniston (The Morning Show)
    Olivia Colman (The Crown)
    Jodie Comer (Killing Eve)
    Laura Linney (Ozark)
    Sandra Oh (Killing Eve)
    Zendaya (Euphoria)

    Antes de mais nada, uma pausa para celebrar a vitória de Zendaya. \o/\o/\o/

    Ok, voltando a programação normal. Desde sua escalação como rainha Elizabeth, Olivia Colman já estava na lista de favoritos ao Emmy. Até que, no meio do caminho, surge Jennifer Aniston com a melhor performance dramática de sua carreira em The Morning Show, conquistando apoio da comunidade de atores e levando um SAG pra casa. Só que, no meio deste caminho, ainda surge Laura Linney, também adorada entre seus colegas, com um trabalho que merece ser valorizado em Ozark. Também conta o fato dela ter 4 Emmys na prateleira já... Timing é tudo e já faz tempo que The Morning Show chegou às telinhas.

    Já a temporada fraca de Killing Eve não parece ter o suficiente para um repeteco de Jodie Comer ou uma reviravolta da querida Sandra Oh. Já Zendaya tem seus seguidores dentre os votantes, mas essa é a única presença de Euphoria em uma categoria grande.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Laura Linney (Ozark)
    Quem pode ser a zebra da vez: Jennifer Aniston (The Morning Show)
    Quem deveria ganhar: Cadê MJ Rodriguez (Pose) nessa lista? 

    Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama

    Giancarlo Esposito (Better Call Saul)
    Bradley Whitford (The Handmaid's Tale)
    Billy Crudup (The Morning Show)
    Mark Duplass (The Morning Show)
    Nicholas Braun (Succession)
    Kieran Culkin (Succession)
    Matthew Macfadyen (Succession)
    Jeffrey Wright (Westworld)

    Lembra da regra básica do bolão citada acima? Aqui, ela não deve prevalecer. Fora do combo Succession-The Morning Show, Giancarlo Esposito é o único que poderia subir no palco, como uma forma de compensação pela ausência de Better Call Saul em outras categorias grandes, mas não parece provável. 

    Então, vamos por partes. A indicação de Mark Duplass foi uma grata surpresa, mas é a atuação de Billy Crudup que foi indicada ao SAG e tem sido elogiada por críticos. Já os três homens de Succession sabem roubar a cena em cada episódio. Braun ainda pode crescer um pouco mais, Macfadyen ganhou um destaque inegável na segunda temporada.. Mas antes de Succession se tornar a favorita de todo mundo, antes de toda a fama, a primeira coisa que você ouviu sobre a série foi "Nossa, a atuação do Kieran Culkin é muito boa.". 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Kieran Culkin (Succession)
    Quem pode ser a zebra da vez: Billy Crudup (The Morning Show)
    Quem deveria ganhar: Kieran Culkin (Succession)

    Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama

    Laura Dern (Big Little Lies)
    Meryl Streep (Big Little Lies)
    Helena Bonham Carter (The Crown)
    Samira Wiley (The Handmaid's Tale)
    Fiona Shaw (Killing Eve)
    Julia Garner (Ozark)
    Sarah Snook (Succession)
    Thandie Newton (Westworld)

    Dá para acreditar que Big Little Lies pode ser indicado esse ano? Faz tanto tempo que a segunda temporada dividiu opiniões, eram tempos mais simples, sem pandemia.... Se existe alguma chance no universo da obra da HBO levar um prêmio, seria pela atuação odiável de Meryl Streep, apesar de Laura Dern ser a definição de "rouba a cena" a cada grito maravilhoso. 

    Outra concorrente de respeito seria Julia Garner, que venceu ano passado por Ozark e repete a indicação num ano onde o programa se encontra ainda mais forte. Shaw, Wiley e Newton ficam felizes por serem lembradas. Então, a briga real está entre Sarah Snook e Helena Bonham Carter. Snook ganhou força na segunda temporada de Succession de forma implacável, mas Bonham Carter carrega o papel da princesa Margret com tanta força e sofrimento que parece impossível não darem o prêmio para ela, em sua quarta indicação ao Emmy. Todo ano, The Crown leva a melhor em alguma categoria de atuação e não parece que Colman vai levar, então...

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Helena Bonham Carter (The Crown)
    Quem pode ser a zebra da vez: Sarah Snook (Succession)
    Quem deveria ganhar: Sarah Snook (Succession)

    Melhor Série de Comédia

    Curb Your Enthusiasm
    Disque Amiga Para Matar
    The Good Place
    Insecure
    O Método Kominksy
    The Marvelous Mrs. Maisel
    Schitt's Creek
    What We Do in the Shadows

    Normalmente, a série mais indicada dentre os concorrentes teria as maiores chances de levar o prêmio principal. Se fosse por isso, The Marvelous Mrs. Maisel se daria bem, sendo lembrada 20 vezes! Afinal, sua composição estética e visual é realmente impecável. Mas em termos de qualidade, ela caiu ao longo dos anos. Em direção contrária, quem ganhou força a cada temporada é Schitt's Creek, que passou muito tempo tentando ser reconhecida e agora tem 15 indicações. Em sua última temporada, seria a chance de finalmente dar uma estatueta.

    Mas, se for por isso, tal argumento pode ser usado para The Good Place, também indicada por sua temporada final, sendo bem elogiada por seu encerramento. What We Do in the Shadows é a surpresa da vez, mas quem pode surpreender mesmo é Insecure, que ganhou muita atenção neste ano. A disputa está aberta, mas parece que existe um favorito aí.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Schitt's Creek
    Quem pode ser a zebra da vez: The Marvelous Mrs. Maisel
    Quem deveria ganhar: What We Do in the Shadows

    Melhor Ator em Série de Comédia

    Anthony Anderson (Black-ish)
    Don Cheadle (Black Monday)
    Ted Danson (The Good Place) 
    Michael Douglas (O Método Kominsky)
    Eugene Levy (Schitt's Creek) 
    Ramy Youssef (Ramy)

    Se Schitt's Creek e The Good Place tem argumentos parecidos para levar a categoria de comédia, o mesmo vale para seus protagonistas masculinos. Levy e Danson são queridinhos do cenário cultural, mas ainda não foram reconhecidos pelas suas recentes séries. O destaque fica com Eugene, que nunca levou um prêmio por atuação, então a chance seria agora. Com Douglas, Anderson e Cheadle realmente só preenchendo o número de indicados, a surpresa pode ficar com Ramy Youssef, que é menos conhecido, mas chamou a atenção ao levar o Globo de Ouro. Mas será que já tem buzz o suficiente para derrotar duas lendas do gênero?

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Eugene Levy (Schitt's Creek)
    Quem pode ser a zebra da vez: Ramy Youssef (Ramy)
    Quem deveria ganhar: Ramy Youssef (Ramy)

    Melhor Atriz em Série de Comédia

    Christina Applegate (Disque Amiga para Matar)
    Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Linda Cardellini (Disque Amiga para Matar)
    Catherine O’Hara (Schitt’s Creek)
    Issa Rae (Insecure)
    Tracee Eliss Ross (Blackish)

    Então, não sei se já ficou claro, mas a popularidade de Schitt's Creek parece algo capaz de repetir o feito de Fleabag e levar quase todos os prêmios possíveis. Boa notícia para Catherine O'Hara, que é um nome consagrado por si só. Muitos diriam que sua grande concorrência estaria em Rachel Brosnahan. De novo, série mais indicada, já venceu antes, blá blá blá... Mas não é bem assim. Muitos apostam em Issa Rae, um dos maiores talentos de sua geração, cujo Insecure encontra seu momento de maior força no Emmy. 

    As performances de Disque Amiga para Matar são potentes, mas uma acaba anulando a outra, enquanto Eliss Ross está feliz de aparecer na disputa novamente, mas Black-ish parece ter perdido timing. 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Catherine O'Hara (Schitt's Creek)
    Quem pode ser a zebra da vez: Issa Rae (Insecure)
    Quem deveria ganhar: Issa Rae (Insecure)

    Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia

    Andre Braugher (Brooklyn Nine-Nine)
    William Jackson Harper (The Good Place)
    Alan Arkin (The Kominsky Method)
    Sterling K. Brown (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Mahershala Ali (Ramy)
    Kenan Thompson (Saturday Night Live)
    Daniel Levy (Schitt's Creek)

    Olha o Sterling K. Brown aqui de novo! Mostrando sua popularidade e versatilidade, o moço é bem elogiado por sua performance em The Marvelous Mrs. Maisel. Porém, a série tem outro representante na categoria com Tony Shalhoub, que já venceu antes. Pelo lado dos oscarizados, Alan Arkin e Mahershala Ali nunca devem ser totalmente descartados, enquanto Kenan Thompson é realmente um dos destaques de SNL. Já a valorização do elenco de The Good Place (além de Ted Danson) finalmente chegou, com Wiliam Jackson Harper e seu Chidi inigualável.

    Porém, existe um destaque no meio desse grupo: Dan Levy. Não basta o favoritismo de Schitt's Creek já lhe dar um belo empurrão, o moço está indicado quatro vezes neste ano - como ator, produtor, diretor e roteirista. Exemplos recentes já provaram que pessoas multifacetadas tendem a se dar bem no Emmy!

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Daniel Levy (Schitt's Creek)
    Quem pode ser a zebra da vez: Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Quem deveria ganhar: Daniel Levy (Schitt's Creek)

    Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia

    Betty Gilpin (GLOW)
    D'Arcy Carden (The Good Place)
    Yvonne Orji (Insecure)
    Alex Borstein (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Marin Hinkle (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Kate McKinnon (Saturday Night Live)
    Cecily Strong (Saturday Night Live)
    Annie Murphy (Schitt's Creek)

    Como demorou quatro anos para D'Arcy Carden ser indicada pelas mil versões de Janet? Um prêmio seria muito mais que merecido, além de ser um espaço para reconhecer The Good Place. Mas alguns problemas surgem em seu caminho. A popularidade de Schitt's Creek apoia Annie Murphy, enquanto a lembrança de Yvonne Orji mostra como ela tem suporte dentre os votantes. Então, surge Alex Borstein, vencedora dos últimos dois anos. Ela é a melhor coisa da terceira temporada de The Marvelous Mrs. Maisel e parece ter encontrado sua posição de favorita na categoria - ainda mais ofuscando Marin Hinkle, que teve menos destaque nesse ano.

    Kate McKinnon também já venceu antes, mas divide os holofotes com uma Cecily Strong finalmente indicada. Já Betty Giplin é sempre lembrada, mas a Academia parece não ligar muito mais para GLOW. 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Alex Bornstein (The Marvelous Mrs. Maisel)
    Quem pode ser a zebra da vez: Annie Murphy (Schitt's Creek)
    Quem deveria ganhar: D'Arcy Carden (The Good Place)

    Melhor Minissérie

    Little Fires Everywhere
    Mrs. America
    Inacreditável
    Nada Ortodoxa
    Watchmen

    Num ano comum, obras poderosas como Mrs. America e Inacreditável seriam imbatíveis. Mas Watchmen dominou a disputa, com suas 26 indicações, e uma alegoria sagaz sobre violência e questões raciais — um tema bem em alta nos últimos meses. Little Fires Everywhere não fez o impacto que desejava e Nada Ortodoxa já pode se sentir vitoriosa com a lembrança.

    Não tem muito o que dizer, se não der Watchmen, só prova como 2020 é um ano louco.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Watchmen
    Quem pode ser a zebra da vez: No máximo, Mrs. America, mas eu não apostaria nisso;
    Quem deveria ganhar: Justiça para Normal People!

    Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme

    Jeremy Irons (Watchmen)
    Hugh Jackman (Má Educação)
    Paul Mescal (Normal People)
    Jeremy Pope (Hollywood)
    Mark Ruffalo (I Know This Much Is true)

    Mark Ruffalo interpretou gêmeos numa minissérie MUITO dramática e sofredora. Desde sua primeira cena em I Know This Much Is True, se tornou um favorito, mas a série não parece ganhar o mesmo tipo de adoração. Hugh Jackman também foi bem elogiado por sua performance em Má Educação — uma das principais candidatas em telefilme. E Jeremy Irons também está ótimo em Watchmen, mas não tanto para ofuscar essas performances. Então, se você é tradicional, a resposta está aqui. Agora, se você gosta de arriscar, vamos para o parágrafo seguinte:

    Essa categoria gostar de premiar jovens talentos. Então seria esperado ver Jeremy Pope valorizado por um bom trabalho em Hollywood (que tem mais indicações do que merece)? Quase. Na verdade, a grande aposta é que Paul Mescal represente a força de Normal People, que não foi tãaaao bem nas indicações, mas aparece em lugares chave como direção e roteiro. Muito se fala sobre sua esnobada na categoria principal e em atriz (falaremos mais disso em breve), então essa seria a oportunidade ideal de recompensá-la. Já dizia o NX Zero, entre razões e emoções, a saída é fazer valer a pena.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Paul Mescal (Normal People)
    Quem pode ser a zebra da vez: Mark Ruffalo (I Know This Much Is True)
    Quem deveria ganhar: Paul Mescal (Normal People)

    Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme

    Cate Blanchett (Mrs. America)
    Shira Haas (Nada Ortodoxa)
    Regina King (Watchmen)
    Octavia Spencer (A Vida e a História de Madam C.J. Walker)
    Kerry Washington (Little Fires Everywhere)

    Cate Blanchett tem uma performance monstruosa em Mrs. America. É algo digno de prêmio, por te fazer sentir compaixão de uma mulher com ideais tão distantes dos seus. Mas como superar o fenômeno Regina King? Ela venceu três Emmys nos últimos cinco anos, então já tem o apoio normalmente da Academia. E ela realmente traz um trabalho impactante em Watchmen, então, é praticamente impossível tirar esse prêmio de suas mãos.

    Shira Haas é uma das maiores promessas da TV dos últimos anos, enquanto Octavia Spencer e Kerry Washington também podem ser valorizadas por seus trabalhos como produtoras. Mas a ausência de Daisy Edgar-Jones (Normal People) nessa lista chega a ser pecado. E nem me faça começar a falar das esnobdas em Merritt Wever e Kaitlyn Dever por Inacreditável! 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Regina King (Watchmen)
    Quem pode ser a zebra da vez: Cate Blanchett (Mrs. America)
    Quem deveria ganhar: Regina King (Watchmen) ou Cate Blanchett (Mrs. America)

    Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme

    Dylan McDermott (Hollywood)
    Jim Parsons (Hollywood)
    Tituss Burgess (Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs Reverendo)
    Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen)
    Jovan Adepo (Watchmen)
    Louis Gossett Jr. (Watchmen)

    Se tem um lugar onde a popularidade de Watchmen o atrapalha, é justamente aqui. É muito difícil escolher entre os trabalhos impecáveis de Yahya Abdul-Mateen II, Louis Gossett Jr. e Jovan Adepo em sua trama. Nenhum ofusca o outro, então os votos serão divididos. Outra complicação surge na presença de Jim Parsons, que já venceu 4 Emmys pelo Sheldon de The Big Bang Theory, mas constrói um papel bem diferente e ousado em Hollywood. E pelo visto, gostaram de Hollywood a ponto de dar 12 indicações, então não deve sair de mãos vazias. 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Jim Parsons (Hollywood)
    Quem pode ser a zebra da vez: Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen)
    Quem deveria ganhar: Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen)

    Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme

    Holland Taylor (Hollywood)
    Uzo Aduba (Mrs. America)
    Margo Martindale (Mrs. America)
    Tracey Ullman (Mrs. America)
    Toni Collette (Inacreditável)
    Jean Smart (Watchmen)

    Regra básica do bolão aparece de novo! O episódio de Uzo Aduba é até mais forte que de suas colegas de elenco, mas Margo Martindale e Tracey Ullman também tem trabalhos fantásticos em Mrs. America. É tanta gente boa no elenco que fica impossível escolher, deixando até nomes como Rose Byrne e Sarah Paulson de fora. Assim, sobram três. Holland Taylor não tem tanto destaque assim. Collette é (infelizmente) a única representante de Inacreditável nas categorias de atuação, mas sempre um nome de peso. Porém, Jean Smart surpreendeu a todos com seu papel em Watchmen e já levou o Critics Choice. Ah, e ela já tem 3 Emmys dentro de casa. A Academia gosta de manter seus queridinhos felizes.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Jean Smart (Watchmen)
    Quem pode ser a zebra da vez: Toni Collette (Inacreditável)
    Quem deveria ganhar: Jean Smart (Watchmen) 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top