Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    13 Reasons Why: O que esperar da 4ª e última temporada?
    Por Ygor Palopoli — 2 de set. de 2019 às 09:20
    Atualizado 13 de mai. de 2020 às 17:09
    facebook Tweet

    Quantos motivos justificam mais uma temporada?

    Netflix

    13 Reasons Why é uma série de desenvolvimento, no mínimo, atípico. Depois de causar grandes controvérsias entre o público ao retratar uma cena de suicídio da maneira menos aconselhada possível pela maior parte dos profissionais da área de saúde, a obra original Netflix cometeu a decisão de ultrapassar completamente sua fonte original — o livro de Jay Asher — e retornar para uma segunda temporada logo em seguida.

    Com a promessa de aprofundar o debate a respeito de temas como bullying, depressão e suicídio, o seriado é parâmetro de comparações com outras obras centradas em saúde mental, como Por Lugares Incríveis e Sobre Girassóis. Além disso, teve um segundo ano ainda mais criticado que seu primeiro e exibiu uma cena de estupro de maneira extremamente gráfica, trazendo novamente à tona opiniões divisivas. Mais rápido do que se imaginava, o serviço de streaming anunciou que a série acabaria... mas não sem antes exibir mais duas temporadas.

    Em 2019, 13 Reasons Why chegou até sua terceira e penúltima temporada, mas tão pouco foi deixado como brecha para um ano seguinte na trama, que especular a respeito dos contornos seguintes em seu desenvolvimento é brincar de campo minado em um terreno gigante. No entanto, podemos tentar.

    ALEX STANDALL VAI PRESO? 
    Netflix

    No último episódio exibido até agora, descobrimos que Alex matou Bryce na frente de Jessica e todos os membros do grupo sabiam (o que os torna cúmplices de assassinato). Como fomos de uma primeira temporada onde uma garota cometeu suicídio, para uma terceira temporada na qual duas pessoas foram assassinadas e outras oito participaram da omissão? Não perguntem. 

    O ponto é que Alex cometeu um assassinato, e seria completamente lógico explorar mais a fundo as consequências disso durante o arco seguinte. Afinal de contas, seu pai é policial e, convenientemente, acreditou na versão que ouviu sem relutar muito. Por enquanto. 

    CLAY VAI ARRUMAR UMA NAMORADA?
    Netflix

    Questões fúteis também precisam ser debatidas, não é mesmo? Clay, por exemplo, teve três interesses românticos em três temporadas diferentes — e nenhum acabou muito bem. Ani Achola, por exemplo, dormiu com o cara que o rapaz mais odeia na vida. Por mais que ela tenha existido praticamente apenas para narrar a história como se fosse uma força onipresente, a personagem também foi uma espécie de motor para despertar a fúria do protagonista. 

    Caso o final siga um clima parecido com os anos anteriores, mais uma menina vai surgir para maltratar o coração do jovem Clay e tudo mais. Esperamos que, ao menos desta vez, ela receba um desenvolvimento mais natural.

    E O PESCADOR COM AS ARMAS?
    Netflix

    Quase que como para criar um clima de suspense ao que está por vir, uma das últimas cenas da temporada até agora aconteceu quando um pescador encontrou as armas que Tyler pretendia usar em seu massacre na escola ao fim da segunda temporada. A passagem soa um tanto desconexa ao restante da trama, já que indica pouquíssima coisa concreta, mas provavelmente o tema será abordado novamente. 

    Já que a evolução do personagem de Tyler prosseguiu bastante ao longo da trama, é difícil imaginar que mais alguma coisa horrível vá acontecer a ele (já está bom, né?). Fazer das armas um caso sólido para o suspense da quarta temporada seria remar na maré contrária a tudo que se veio construindo. Mas não seria a primeira vez.

    MONTGOMERY MORREU MESMO?
    Netflix

    Se houver um bolão sobre revelações do ano seguinte, anotem esta: Montgomery pode muito bem não ter morrido em sua cela, como sugeriu o final do último episódio 13. Seria bastante plausível que a polícia usasse a invenção de sua morte para que os adolescentes pudessem se sentir mais pressionados a contar a verdade sobre o assassinato de Bryce. 

    Mont tornou-se — mesmo que negativamente — um personagem bastante importante para a trama, especialmente após a revelação sobre sua sexualidade. Quando Winston Williams (com quem ele teve um rápido caso) aparece misteriosamente para falar que até mesmo um homem morto merece a verdade, foi deixado bem claro que este seria um ponto relevante para o futuro do seriado. Além de tudo, revelar que ele estava vivo seria mais sensato do que simplesmente mencionar seu assassinato em segundos e depois esquecer disso.

    O QUE RESTA?
    Netflix

    Outras considerações finais ainda ficam no meio do caminho de perguntas ainda não respondidas a respeito do futuro. A família de Tony conseguirá voltar aos Estados Unidos? Jessica e Justin continuarão como um casal? Zach conseguirá começar uma nova vida? Esses adolescentes algum dia irão se formar? Parece que teremos que ver para descobrir. Ou não.

    A quarta temporada de 13 Reasons Why terá 10 episódios e estará disponível no catálogo da Netflix em 5 de junho de 2020. 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Sérgio Hirano
      Acho que essa série já acumulou mais de 13 razões para terminar. 12 delas são as chatices do Clay e a última fica para a Ani, personagem intrometida que caiu do nada na história, protagonizou vários momentos e ao contrário do que o roteiro tentou demonstrar, não é sensata e só serviu para tentar humanizar - de forma forçada - um estuprador confesso. Quis muito que a mãe da Ani fosse a assassina, para fugir do óbvio e trazer algum momento inteligente ao roteiro.
    Mostrar comentários
    Back to Top