Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Joss Whedon revela que Agents of S.H.I.E.L.D. foi criada contra a vontade da Marvel
    Por Rodrigo Torres — 28 de abr. de 2015 às 18:36
    facebook Tweet

    Diretor explica que não queria que o Agent Coulson sobrasse em Vingadores e solta uma bomba: apesar da série, o personagem segue morto no Universo Marvel.

    IGN

    A longa e cansativa campanha de divulgação de Vingadores: Era de Ultron tem gerado e trazido à tona alguns desentendimentos entre os principais nomes da Marvel. Após as polêmicas declarações de Jeremy Renner e Chris Evans sobre o papel da Viúva Negra (Scarlett Johansson) em Vingadores 2, foi a vez do cineasta Joss Whedon revelar um novo problema: seu relacionamento conturbado com o estúdio.

    Em entrevista ao IGN, o diretor e roteirista revelou que os atritos com a Marvel surgiram ainda em Os Vingadores - The Avengers, quando decidiu matar o Agente Coulson (Clark Gregg). Foi então que ele decidiu criar Agents of S.H.I.E.L.D. – o que, pasmem, teria acontecido (mesmo que) a contragosto do estúdio. Whedon também demonstra certa insatisfação com eventos do Universo Cinetográfico Marvel interferindo tanto na atração televisiva, sendo o ponto alto desse impasse criativo as discordâncias entre o estúdio e o cineasta quanto ao que levar da TV para Era de Ultron. Entenda:

    "Enquanto eu estiver envolvido com os filmes, sim, ele estará morto. Em termos de narrativa sobre esses caras [os Vingadores], sua perda foi muito importante", disse Whedon, remetendo aos acontecimentos do filme de 2012. Então, ele explica que criou a série de TV de modo a explorar o personagem e seu arco (a S.H.I.E.L.D. e seus agentes) com "integridade", como não poderia ou gostaria de fazer no principal produto cinematográfico do estúdio.

    Marvel / Disney
    O sacríficio do Agent Coulson em The Avengers.
    "Os filmes dos Vingadores são para as pessoas verem os Vingadores e nada mais. E não teria o menor sentido ou utilidade [o Coulson aparecer e] dizer 'Oi! A propósito, lembram de mim? Eu morri!'", explicou Whedon, revelando grande insatisfação com as restrições impostas pela Marvel para que ele explorasse mais elementos da série em Vingadores 2.

    "Eles ficavam 'Você pode fazer isto, mas não isso. E isto, mas não aquilo.' É muito complicado quando eu não posso adicionar uma camada de complexidade. Nós mesmos criamos uma série com o nome S.H.I.E.L.D. e logo em seguida eles fizeram um filme em que destruíram a S.H.I.E.L.D.", falou o cineasta, ironizando essa decisão tomada em Capitão América 2 - Soldado Invernal ("Está todo mundo se dando MUITO bem!") e ponderando: "Na verdade, eu acho que os personagens da série têm um pouco de ligação com [os acontecimentos d'] a série."

    Por fim, Whedon revelou o aspecto mais bombástico da entrevista: que Agents of S.H.I.E.L.D. pode ser como um "pesadelo" que o Agent Coulson vive no momento de sua morte. Em outras palavras, um purgatório! Assim, a série seria um "globo de neve", passada numa realidade própria (o que iria de encontro com a perspectiva de que a atração poderia dialogar com outras do Universo Marvel). Se tal ideia será levada à frente ou não, difícil saber, especialmente quando o cineasta termina a espantosa revelação brincando: "Mas nós não pretendemos entregar isso até a sétima temporada... E agora eu estou entregando. Droga!"

    Marvel's Agents of S.H.I.EL.D. é exibida no Brasil pelo canal Sony e pela Rede Globo. Vingadores: Era de Ultron segue como um enorme sucesso em sua primeira semana de exibição ao redor do mundo e será a grande estreia dessa sexta-feira, 1º de maio, nos Estados Unidos.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top