Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Justiça do Rio ordena retirada do Especial de Natal do Porta dos Fundos
    Por Rafael Aloi — 8 de jan. de 2020 às 17:54
    facebook Tweet

    O filme sugere que Jesus teve um relacionamento com outro homem.

    De acordo com informações da coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a Justiça do Rio ordenou que a Netflix retire do catálogo o mais recente especial de Natal produzido pelo Porta dos Fundos, A Primeira Tentação de Cristo.

    Segundo informações da publicação, a determinação foi feita pelo desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível, e vem de encontro a um pedido feito pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. O pedido havia sido negado em primeira instância.

    A decisão do desembargador divulgada pelo O Globo determina o seguinte: "Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida."

    O Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo vem sendo criticado desde sua estreia em dezembro do ano passado. A sede do grupo humorístico no Rio de Janeiro chegou a sofrer um atentado em dezembro.

    No filme, Jesus (Gregório Duvivier) está prestes a completar 30 anos e ganha uma festa surpesa de aniversário de sua família. Porém, Jesus deixa todos os convidados chocados ao retornar do deserto com um suposto namorado.

    O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, se manifestou sobre o assunto em uma declaração à coluna de Bernardo Mello Franco, também do jornal O Globo. "É uma barbaridade. Os ares democráticos não admitem a censura", afirma o ministro.

    Quando procurada pelo AdoroCinema, a assessoria da Netflix informou que a empresa ainda não foi notificada da decisão. Um porta-voz da Netfliz declarou o seguinte: "Nós apoiamos fortemente a expressão artística e vamos lutar para defender esse importante princípio, que é o coração de grandes histórias."

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • rodrigo duarte
      Quem é você para dizer o que os outros devem fazer?! Se não curte o conteúdo, não consuma e vá cuidar de sua vida.
    • Cido Marques
      Esse mesmo juiz disse que Bolsonaro incitar bater em crianças gays é liberdade de expressão.
    • CaMPS
      Uma coisa é certa. Com toda essa polémica, somente vai aumentar a audiência.
    • Rocco Silver
      Se Jesus achou ruim que apareça e se pronuncie ué.
    • Alan Bitencourt
      E a polêmica continua, meu deus!,
    • Leo Mendes
      Exatamente. Acho que testar os limites das narrativas é algo válido e o humor faz isso bem. Mas entre um teste de limites e uma ofensa aberta há um enorme abismo e nisso os humoristas que se alimentam de polêmicas para se manter em destaque erra profundamente na minha opinião. E nem acho que o Porta dos Fundos precise disso. São talentosos e engraçados pra conseguir audiência sem polêmicas gratuitas. Haja visto que os melhores quadros deles não tem um palavrão sequer, nenhum desrespeito com crenças alheias ou instituições . . .
    • Leopoldo Pereira
      Abusaram levaram. Agora se fazem de vítimas.
    • Leopoldo Pereira
      Não gosto de hipócritas cheios de moral. Criticam de um lado, silenciam de outro, dependendo da ocasião.
    • Leopoldo Pereira
      Tem gente que acha que liberdade de expressão é a liberdade de abusar desse direito e ofender aquilo que ela não acredita. Não acredito em Deus, então ofendo aqueles que acreditam. Se não sou gay tenho direito de ofendê-los?
    • Leopoldo Pereira
      E o que tem Jesus com isso? Só porque tem pedófilos, estelionatários etc. então Jesus fica com o ônus da culpa. Faça piada dos pedófilos, estelionatários e deixa Jesus de fora.
    • Leo Mendes
      Boa noite. Em nenhum momento do meu texto eu propus censura, até porque não resolve, só gera mais buzz e atrai mais audiência (técnica chula mas funcional). O que eu disse é que deve se considerar uma solução que seja anterior a essa guerra de liminares. Perdemos tempo com isso. Há casos mais relevantes e urgentes pros tribunais superiores julgarem em um país como o nosso.É um absurdo que um Supremo Tribunal precise fazer uma audiência para debater um especial de Natal de um grupo humorístico. Despropósito total na minha opinião. Agora, se houver algum debate sério sobre como essa e outra situações análogas devem ser tratadas, aí sim a questão evolui e as decisões em caráter liminar para o bem de toda a população cessam.Nem entrei no mérito dessa ou daquela obra. Meu foco é mais sobre como os poderes e seus representantes digladiam entre si antes de haver alguma decisão. Nosso dinheiro escorre pelo ralo enquanto isso . . .
    • Arthur Oliveira Souza
      ´´Creio que o ideal seria legislar sobre como devem / podem ser tratados temas religiosos (e outros inclusive) e gerar jurisprudência pra todo e qualquer caso, se antecipando a polêmicas e debates vazios´´.Percebe sua pérola medievalista ? Liberdade de expressão é liberdade de expressão e ponto final, não importa os símbolos ou figuras sendo usadas.O que você propôs é basicamente um orgão de censura,dizendo o que deve ou não usar. Se fosse assim ,obras primas da comédia como Monty Pyton , south park,family guy e SImpsons não deveriam ser feitas,já que fazem brincadeiras com figuras religiosas e Jesus de forma bem mais pesada que o porta dos fundos.
    • rodrigo duarte
      Pedofilia na igreja, pastores estelionatários lavando dinheiro de traficantes e de políticos corruptos pode, agora um filme que assiste quem quiser, deve ser censurado. Assim, com a graça de deus tudo fica bem. Bando de hipócritas!
    • Leo Mendes
      Não há caminho bom nessa história. O especial confunde liberdade de expressão com liberdade de ofensa (muito em voga no humor brasileiro). Na minha opinião é um desserviço cultural e pouco acrescenta em humor, criatividade e etc só servindo para chocar de forma gratuita e gerar buzz. Aí vem o tribunal e aplica uma censura de forma liminar, aí vem algum juiz do STF e diz que é absurdo, ou seja, questão de tempo até caçarem a liminar e voltarmos a estaca zero.Da forma como está, teremos um humorista atrás do outro tentando causar mais escândalo, uma religião atrás da outra tentando se blindar dessas paródias, um tribunal atrás do outro debatendo se devemos ser conservadores ou progressistas e uma liminar atrás da outra, censurando e liberando. Até que se faça um novo especial mais polêmico que o anterior.Creio que o ideal seria legislar sobre como devem / podem ser tratados temas religiosos (e outros inclusive) e gerar jurisprudência pra todo e qualquer caso, se antecipando a polêmicas e debates vazios . . .
    • Arthur Oliveira Souza
      O que mais falta para ser censurado para perceberem que o Brasil virou o evangelistão dominado por uma família de milicianos ? Hein ? Vão cancelar no Brasil o que agora ? South Park ? Family Guy ? Pois estes também brincam com Jesus e não vejo os conservas brasileiros darem um pio sobre eles, por que é dos EUA.Mas se for brasileiro,aí é ofensivo.
    • Arthur Oliveira Souza
      Ta insinuando que é fake o atentado ? Já até identificaram o criminoso.
    • Ricardo F.
      Segundo informações da publicação, a determinação foi feita pelo desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível, e vem de encontro a um pedido feito pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e CulturaÉ a mesma entidade denunciada por abuso sexual de adolescentes? Ah tá!
    • alan ramos
      Curioso que quando Toffoli e o Alexandre De Moraes censuraram a revista Crusoé e o site O Antagonista o Ministro Marco Aurélio nao deu um pio ,agora posa de defensor da liberdade ,nao gosto do Porta Dos Fundos ,nao vi o especial ,pela sinopse achei ofensivo mas acho que cada um deva decidir por conta própria o que assistir ou nao.
    • Sankau
      Censurar nao vai levar a nada isso porque já tem arquivo torrent do especial. Autoridades brasileiras, caiu na internet, já era.🤣
    • RF R
      estavam todos muito confiantes achando que nao iriam retirar especial de natal por conta do atentato na produtora, mais cairam do cavalo
    Mostrar comentários
    Back to Top