Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Jai Courtney, de Esquadrão Suicida, se emociona ao falar do filme sobre o amigo e protagonista da série Spartacus
    Por Rodrigo Torres — 20 de abr. de 2016 às 18:18
    facebook Tweet

    Be Here Now conta a história pessoal, profissional e a luta contra o câncer de Andy Whitfield.

    Um pequeno filme, realizado via crowdfunding e com distribuição independente, promete comover a todos com uma bela lição de vida. Be Here Now, documentário sobre a história do protagonista de Spartacus, Andy Whitfield, que morreu no auge do sucesso após uma grande luta contra o câncer. Ao lado da esposa Vashti, ele aprendeu a viver o hoje de modo positivo, e também a ensinar outras pessoas com sua experiência. E um dos primeiros influenciados por tamanho amor pela vida foi o amigo Jai Courtney.

    Andy e Jai em gravação de Spartacus.

    "Fui encorajado por seu espírito e pela generosidade de tempo e espaço que ele mostrou ao permitir que as câmeras estivessem ali o tempo todo", disse o astro de Esquadrão Suicida, seu grande parceiro na série do Starz, em entrevista ao Collider. Jai também admite não ter ficado por perto o tempo todo, até por uma questão de privacidade, e por isso ficou surpreso e ainda mais comovido com o que viu no documentário da cineasta indicada ao Oscar Lilibet Foster (Speaking in Strings).

    "Todo mundo que vir esse filme vai levar algo diferente disso, seja algo com que possa se conectar diretamente por suas próprias experiências, seja algo que as conecte em um nível humano", disse Jai, acrescentando que a principal mensagem é "a importância de pegar a vida pelas bolas e mostrar o que se pode conquistar ao enfrentar as coisas de cabeça erguida e, a partir disso, criar algo incrível".

    Vashti Whitfield e seus filhos com Andy.

    Jai Courtney é todo admiração ao falar do amigo: "Andy era um ator amável, generoso, divertido, bonito, humilde e comprometido", enumera ele as características que faziam do ambiente de trabalho em Spartacus tão melhor. Somadas a tais qualidades, sua experiência de vida gerou toda uma filosofia que Jai levou para si ao conhecê-lo — então, um jovem australiano de 22 anos.

    "Andy foi o primeiro amigo que conheci, que realmente me ajudou a processar circunstâncias de uma expectativa inteligente. Isso aconteceu numa época em que eu comecei a clarear as coisas sobre mim mesmo e quem eu era. [...] Ele foi um verdadeiro mentor, nesse sentido. Não foi nada espiritual. Era tudo questão de ser realista sobre as circunstâncias. É algo difícil de se lembrar, às vezes, mas eu sempre me sinto mais centrado e honesto ao adotar essa filosofia e lidar com as situações desse jeito", contou Jai Courtney.

    Be Here Now: The Andy Whitfield Story está sendo distribuido aos poucos, chegando progressivamente a novas cidades, no circuito independente estadunidense. Agora, é esperar por sua chegada ao Brasil. Seja nos cinemas, seja na Netflix.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top