Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Os 50 melhores videoclipes dirigidos por cineastas
    Por João Vitor Figueira — 15 de nov. de 2015 às 14:26
    facebook Tweet

    Aumenta o volume!

    45º

    Videoclipe: "Shake It Off" (2015)
    ArtistaTaylor Swift
    DiretorMark Romanek
    Principais trabalhos como diretor de cinema: Retratos de uma Obsessão e Não Me Abandone Jamais


    Por mais que você odeie, odeie, odeie, odeie, odeie a Taylor Swift, não há como negar que há muita energia na maneira como ela se diverte no vídeo de "Shake it Off", primeiro single do elogiado disco "1989".

    A canção, que marca um novo momento na carreira da artista, onde ela deixa para trás sua sonoridade pop country para buscar um pop mais dançante, traz Swift tentado ser tudo o que ela não é. Para isso, ela é representada como a dançarina principal de grupos que apresentam expressões corporais que ela claramente não domina, como balé, break, hip-hop, dança moderna, etc.

    Por conta do uso de mulheres negras rebolando na dança conhecida como twerk, o clipe sofreu algumas acusações de racismo, das quais o diretor Mark Romanek se defende: "Nós simplesmente escolhemos estilos de danças que nós achamos que seriam populares e escalamos os melhores dançarinos, independente de etnia. Se você olhar para o vídeo com cuidado, verá que é uma peça inclusiva, muito inocente e bem intencionada. E — vamos nos lembrar — é uma produção satírica. Brincamos com clichês e estereótipos". 

    44º

    Videoclipe: "Hello" (2015)
    ArtistaAdele
    Diretor: Xavier Dolan
    Principais trabalhos como diretor de cinemaEu Matei Minha MãeAmores Imaginários e Mommy

    Por mais que não seja tão famoso fora do chamado circuito de arte, o jovem cineasta canadense Xavier Dolan, de 26 anos, coleciona admiradores e é um dos queridinhos do Festival de Cannes. O passo mais mainstream de sua carreira até então foi o clipe de "Hello", que marcou o retorno da cantora Adele depois do massivo sucesso do disco "21", de 2011. O vídeo, estrelado pela artista, mostra o ressentimento de uma mulher diante do término de um relacionamento com alguns flashbacks para os dias em que as coisas estavam bem para o casal.

    Dolan afirmou que se sentiu imediatamente conectado ao lado humano de Adele quando a conheceu porque os dois têm "a mesma abordagem artística, que envolve compartilhar com o mundo nossos momentos mais tristes e profundos". Entretanto, ele reconhece que "o vídeo não é nada original": "A letra da música diz 'Olá, sou eu', e então você vê alguém atendendo um telefone. Eu não sou bom em imaginar vídeos super conceituais". Por mais que a narrativa seja, de fato batida, o lado estético do trabalho é o principal destaque, com sua fotografia sépia.

    Adele contracena com o ator Tristan Wilds (The Wire) no vídeo, que foi o primeiro a usar câmeras IMAX em sua filmagem. No YouTube, o material já foi visto por mais de 350 milhões de pessoas em pouco mais de 20 dias. Em seus dois primeiros dias online, o clipe teve uma média de 1.6 milhão de acessos, ultrapassando a marca alcançada pelo trailer de Star Wars - O Despertar da Força.

    43º

    Videoclipe: "Til It Happens To You" (2015)
    ArtistaLady Gaga
    DiretorCatherine Hardwicke
    Principais trabalhos como diretora de cinemaAos TrezeOs Reis de DogtownCrepúsculo e A Garota da Capa Vermelha

    Com um caráter de videoclipe-denúncia, "Til It Happens To You" é uma produção com imagens fortes com a direção de Catherine Hardwicke. A emotiva canção de Lady Gaga foi escrita para o documentário The Hunting Ground, que aborda a alarmante incidência de estupros em capus universitários dos Estados Unidos.

    As cenas de abuso sexual de mulheres (e de um homem transexual) são extremamente desconfortáveis, mas eficientes ao retratar os horrores de uma situação a qual milhões de mulheres são submetidas no mundo. As atrizes Nikki Reed e Kiersey Clemons fazem parte do elenco.

    42º 

    Videoclipe: "Save Me" (1999)
    Artista: Aimee Mann
    DiretorPaul Thomas Anderson
    Principais trabalhos como diretor de cinema: Magnólia, Embriagado de Amor, Sangue Negro, O Mestre e Vício Inerente

    Com Tom CruiseJulianne MoorePhilip Seymour HoffmanJohn C. Reilly e William H. Macy, "Save Me", da cantora Aimee Mann, é, provavelmente, o videoclipe com o melhor elenco de todos os tempos. A canção sobre vulnerabilidade emocional foi escrita pela cantora e compositora especialmente para o aclamado filme Magnólia, de Paul Thomas Anderson, que aborda a fragilidade das relações humanas.

    O cineasta decidiu criar um videoclipe usando o estrelado elenco de seu longa-metragem, durante as gravações do filme. Assim, a cantora Aimee Mann foi inserida em diversas cenas do filme, cantando versos como "Se você puder, salve-me / Do grupo dos esquisitos / Que suspeitam que nunca irão amar ninguém". 

    Como pontua o site IndieWire, "não dá para saber o que alguém que nunca assistiu Magnólia acha desse vídeo, mas, por outro lado, nós não nos importamos com a opinião de quem nunca assistiu Magnólia".

    41º

    Videoclipe: "Protège-Moi" (2003)
    Artista: Placebo
    DiretorGaspar Noé
    Principais trabalhos como diretor de cinema: Love, Irreversível e Viagem Alucinante

    Possivelmente um dos videoclipes mais extremos de todos os tempos, o complemento visual da faixa "Protège-Moi", da banda de rock alternativo Placebo, mostra uma verdadeira orgia, com cenas de nudez e sexo explícito. Por isso, não é de se espantar pensar que o material nunca foi lançado oficialmente.

    Servindo como uma espécie de homenagem à cena de sexo grupal de De Olhos bem Fechados, de Stanley Kubrick, o clipe tem a direção de Gaspar Noé, que recentemente lançou o controverso Love, filme em 3D com cenas de sexo não simuladas.

    Atenção: o vídeo abaixo é proibido para menores de 18 anos. 

    Placebo - Protect me From What I want from Bryan Devianza on Vimeo.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top