Meu AdoroCinema
    Dia Mundial do Rock: Grandes momentos do rock 'n' roll nos cinemas
    Por João Vitor Figueira — 13/07/2015 às 18:15
    facebook Tweet

    Aumenta o volume!

    No dia 13 de julho comemora-se o Dia Mundial do Rock por conta do aniversário do megaevento beneficente Live Aid, que ocorreu nessa mesma data em 1985, com bandas como Queen, U2, The Who e Led Zeppelin. Apesar do "Mundial" no nome, a data é celebrada apenas no Brasil, depois de ser promovida por diversas rádios voltadas para o gênero no país.

    Aproveitando a comemoração, listamos alguns momentos em que o rock — em algumas de suas muitas vertentes — esteve em primeiro plano em cenas clássicas do cinema.

    Canção: "Johnny B. Goode", por Chuck Berry
    Filme: De Volta Para o Futuro (1985)

    De todas as cenas clássicas que a trilogia De Volta Para o Futuro proporcionou, um dos momentos mais marcantes é a cena em que Marty McFly encarna o "deus da guitarra" e choca os jovens de 1955 com força elétrica do rock 'n' roll. Durante um baile de formatura, o personagem de Michael J. Fox se junta à banda fictícia Marvin Berry and the Starlighters para uma performance que seria, literalmente, muito à frente do tempo daquela plateia. Depois de orientar os músicos, Marty toca e canta "Johnny B. Goode", faixa que só viria a ser lançada por Chuck Berry três anos depois, em 1958. A melhor parte fica no final, quando ele se empolga e realiza um virtuoso solo de guitarra que evoca os maneirismos de Jimi Hendrix, Pete Townshend e Eddie Van Halen. "Eu acho que vocês ainda não estão prontos para isso", diz ele, diante de uma audiência pasmada.

    A sequência quase foi cortada pelo diretor Robert Zemeckis, que achava que ela não adicionava nada de importante ao enredo do filme. Porém, a reação positiva do público em sessões-teste fizeram o cineasta mudar de ideia.

    Canção: "Born to be Wild", por Steppenwolf
    Filme: Sem Destino (1969)

    O road movie Sem Destino foi um marco para o cinema americano por sua abordagem sem amarras dos movimentos de contracultura, tornando-se uma pedra fundamental da chamada "Nova Hollywood". O caráter contestador e libertário do filme, que não evitou tocar em temas considerados tabus, casa perfeitamente com a faixa "Born to be Wild", que é considerada uma das músicas seminais do heavy metal e embala os créditos iniciais do longa-metragem. "Deixe seu motor ligado / Pegue a estrada / Em busca de aventura / De tudo o que aparecer em nosso caminho", são os primeiros versos da canção, que embala a jornada dos motociclistas Wyatt (Peter Fonda) e Billy (Dennis Hopper).

    Canção: "Jailhouse Rock", por Elvis Presley
    Filme: Prisioneiro do Rock and Roll (1957)

    Prisioneiro do Rock and Roll traz um dos maiores momentos da carreira de Elvis Presley nos cinemas na cena em que o cantor interpreta a faixa "Jailhouse Rock". Elvis, que vive um ex-detendo em busca de fama no mundo da música, encena com muito rebolado um número de dança que evoca seus dias na prisão em um programa de TV. Foi o próprio Rei do Rock que idealizou a icônica coreografia e a gravação da cena foi supervisionada por ninguém menos que Gene Kelly. A sequência é considerada um dos protótipos do formato de videoclipe moderno.

    Canção: "Bohemian Rhapsody", por Queen
    Filme: Quanto Mais Idiota Melhor (1992)

    O que seria mais um dia banal na vida de Wayne (Mike Myers) e seus amigos fãs de rock se transforma completamente quando eles, durante um passeio de carro, colocam para tocar uma fita K7 com "Bohemian Rhapsody". A força da operística obra-prima do Queen faz os cinco amigos cantarem a plenos pulmões os versos da faixa, até que, depois de muitos "galileo!" e "mamma mia!", o potente riff de guitarra de Brian May indica que é a hora de "headbanguear".

    De acordo com Myers, os produtores do filme queriam que uma música dos Guns n' Roses fosse tocada nesta cena, mas o comediante insistiu para incluir "Bohemian Rhapsody".

    Canção: "Twist & Shout", por The Beatles
    Filme: Curtindo a Vida Adoidado (1986)

    O ápice da odisseia festeira de Ferris Bueler, "padroeiro" de todos os matadores de aula do mundo, se dá quando ele toma de assalto uma parada alemã em Chicago e faz todo mundo dançar dublando o feroz vocal de John Lennon em "Twist & Shout", clássica canção famosa na versão dos Beatles. A entusiasmada performance de Mathew Broderick foi gravada diante de mais de 10 mil pessoas. O momento foi tão marcante no filme de John Hughes que fez "Twist & Shout" voltar às paradas de sucesso nos Estados Unidos e se tornar a canção dos Beatles que ficou o maior número de semanas no ranking das 40 músicas mais tocadas nas rádios americanas.

    Canção: "A Hard Day’s Night", por The Beatles
    Filme: A Hard Day's Night: Os Reis do iê iê iê (1964)

    Beatles nunca é demais!

    A guitarra de 12 cordas de George Harrisson dá o tom da abertura de A Hard Day's Night: Os Reis do iê iê iê, primeiro filme estrelado pelos Beatles, que naquele momento almejavam imitar a carreira cinematográfica de astros da música como Elvis Presley. Cheia de energia, o trecho traz John, Paul, George e Ringo sentindo o efeito da beatlemania ao serem perseguidos por dezenas e mais dezenas de fãs. Sorridentes, os músicos tentam despistar a horda de seguidores em uma sequência cheia de humor físico que, acompanhada da faixa título, se torna uma verdadeira demonstração da energia da banda.


    Canção: "Heroes", por David Bowie
    Filme: As Vantagens de Ser Invisível (2012)

    O som grandioso e intenso de uma das baladas mais famosas do repertório de David Bowie deu o tom para duas cenas fundamentais do drama agridoce As Vantagens de Ser Invisível.

    Na primeira vez, o trio de adolescentes desajustados está passando por um túnel em uma caminhonete quando a faixa começa a tocar na rádio e a personagem de Emma Watson decide ficar em pé na caçamba, enquanto é admirada pelo sensível protagonista vivido por Logan Lerman. Na segunda vez, já no final do filme, o grupo está prestes a seguir caminhos distintos, mas fazem um último passeio pelo túnel e a canção toca novamente. O personagem de Lerman, recuperado de um colapso, faz um monólogo sobre se sentir vivo e ser infinito e repete a pose de sua musa. "Eu, eu serei rei / E você, você será rainha / Embora nada nos afaste / Nós podemos ser heróis, apenas por um dia", canta o Camaleão do Rock.


    Canção: "The Sounds Of Silence", por Simon & Garfunkel
    Filme: A Primeira Noite de Um Homem (1967)

    Apesar do que o título nacional de The Graduate sugere, o filme de Mike Nichols não trata apenas da iniciação sexual de um homem. O personagem de Dustin Hoffman, um jovem recém formado que não vislumbra futuro nenhum, constantemente questiona os valores da sociedade e se sente alieanado de tudo ao seu redor. Por mais que a letra da canção "The Sounds Of Silence", que já era um sucesso antes do lançamento do filme, não aborde diretamente o drama do protagonista, seu uso no filme é justificado por sua melancólica melodia e reflexiva, da autoria de Paul Simon. "Olá, escuridão, minha velha amiga", cantam Simon & Garfunkel antes da câmera mostrar o quão entediante pode ser um dia na vida de Ben Braddock.

    Canção: "Tiny Dancer", por Elton John
    Filme: Quase Famosos (2000)

    O diretor Cameron Crowe apresentou em Quase Famosos uma biografia de sua própria vida. Ainda adolescente, ele, que sempre foi fã de música, acompanhou a rotina na estrada de diversas bandas de hard rock. Em um dos principais momentos do filme, vemos a banda Stillwater viajando de ônibus para mais um destino de sua ardilosa turnê pelos Estados Unidos. O grupo está exausto e as brigas de egos ameaçam o futuro deles. Entretanto, começa a tocar "Tiny Dancer", do Elton John, na rádio. Um dos músicos começa a cantarolar a balada até que todos no ônibus transcendem o cansaço e a tensão em um dos momentos mais belos do filme. "Eu tenho que ir para casa agora", diz o jovem protagonista (Patrick Fugit), que recebe da encantadora groupie Penny Lane (Kate Hudson) a reconfortante resposta: "Você está em casa agora".

    Canção: "There Is A Light That Never Goes Out", por The Smiths
    Filme(500) Dias Com Ela

    Uma das comédias românticas de maior impacto na cultura pop dos últimos tempos foi (500) Dias Com Ela apostou, que apostou em referências cults para narrar o ciclo, do começo ao fim, de um relacionamento amoroso. Tom (Joseph Gordon-Levitt) é alertado para não se apaixonar por uma colega de trabalho "só porque ela gosta das mesmas coisas bizarras" que ele, mas não deixa de ficar estupefato ao dividir o elevador com Summer (Zooey Deschanel) enquanto escuta "There Is A Light That Never Goes Out" e descobrir que a moça compartilha de sua admiração pela banda de Morrissey, Johnny Marr e cia. Para provar que é mesmo fã de The Smiths, Summer cantarola parte do mórbido e romântico refrão ("To die by your side / Well, the pleasure and the privilege is mine") de maneira adorável, deixando Tom literalmente boquiaberto.

    Obviamente há muitos outros momentos marcantes embalados por canções de rock nos cinemas além dos 10 que foram aqui mencionados, por isso, sinta-se livre para escrever sua lista pessoal nos comentários desta notícia.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    Assista ao trailer de Era uma Vez em... Hollywood
    Patrocinado
    O Rei Leão Trailer Legendado
    Palace II - Três Quartos com Vista para o Mar Trailer (1)
    Jornada da Vida Trailer Legendado
    O Bar Luva Dourada Trailer Legendado
    Ted Bundy - A Irresistível Face do Mal Trailer Legendado
    Todos os últimos trailers
    Últimas notícias de cinema
    Era uma Vez em... Hollywood: O que sabemos sobre o novo filme de Quentin Tarantino
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    terça-feira, 25 de dezembro de 2018
    Patrocinado
    Netflix revela audiência de O Date Perfeito e Meu Eterno Talvez
    NOTÍCIAS - Negócios
    quarta-feira, 17 de julho de 2019
    Últimas notícias de cinema
    Melhores filmes em cartaz
    Homem-Aranha: Longe de Casa
    4,3
    Diretor: Jon Watts
    Elenco: Tom Holland, Jake Gyllenhaal, Zendaya
    Trailer
    Turma da Mônica - Laços
    4,0
    Diretor: Daniel Rezende
    Elenco: Giulia Benite, Kevin Vechiatto, Laura Rauseo
    Trailer
    Pets - A Vida Secreta dos Bichos 2
    3,9
    Diretor: Chris Renaud
    Trailer
    Annabelle 3: De Volta para Casa
    Annabelle 3: De Volta para Casa
    3,8
    Diretor: Gary Dauberman
    Elenco: Mckenna Grace, Madison Iseman, Katie Sarife
    Trailer
    O Rei Leão
    O Rei Leão
    Diretor: Jon Favreau
    Trailer
    O Mistério de Henri Pick
    O Mistério de Henri Pick
    Diretor: Rémi Bezançon
    Elenco: Fabrice Luchini, Camille Cottin, Alice Isaaz
    Trailer
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top