Meu AdoroCinema
Asas do Desejo
Média
4,0
52 notas e 6 críticas
50% (3 críticas)
17% (1 crítica)
0% (0 crítica)
17% (1 crítica)
17% (1 crítica)
0% (0 crítica)
Você assistiu Asas do Desejo ?

6 críticas do leitor

SenhorOculto
SenhorOculto

Segui-los 1 seguidor Ler as 74 críticas deles

1,5
Enviada em 17/10/11
Um dos casos que a refilmagem é mais agradável que a versão original, só que poucos têm coragem de admitir isso, por medo de serem apedrejados entre os amantes do Cinema. Parece que a maioria dos assuntos populares tem tendência a ser ridicularizada, enquanto os poucos, aclamados (se Titanic não fosse bem divulgado, o cinéfilo “cult” diria: merecia melhor reconhecimento!); e de fato isso é verdadeiro algumas vezes tanto na ação como no conteúdo. “Asas do Desejo” é um filme sério, seco, profundo e grandiosamente poético, mas ao mesmo tempo um forte sonífero e um incômodo nas costas, haja paciência para vê-lo sentado, pois nada acontece nesse filme, nada. Apenas uma redundância de leituras mentais que pareciam mais estudos do psicológico alemão, leituras sobre leituras, uma análise do povo. A repetição dessas descrições duram até quase o final, assim como a imagem em preto e branco, reforçando ainda mais o tédio; depois ocorre um “declínio” por parte de uma personagem, dando uma atmosfera mais atraente ao filme e depois retornando até o fim a sua habitual monotonia. Têm cenas de balada que não entram bem em sincronia, parecia mais uma demonstração gratuita de um “Show”, quebrando desnecessariamente o clima melancólico, talvez seja só um recurso para tentar agradar, porém, para o autor desse comentário, teve um efeito inverso. Uma película massacrante e para poucos (ou para muitos, porque até agora foi difícil encontrar alguém falando ma!)! Avaliação: Regular. Site: http://cinelevesresenhas.blogspot.com/2011/10/asas-do-desejo-1987.html
Allison S.
Allison S.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 31/01/18
Um filme poético, filosófico, lúdico, aliado a um enredo muito bem fechado, que contribui bastante para que toda a abstração presente tomasse um corpo bem definido, o deixando no limite da obra prima, sem avançar ao delírio. Maravilhoso!
Khemerson M.
Khemerson M.

Segui-los 20 seguidores Ler as 72 críticas deles

5,0
Enviada em 13/12/14
Em 1987, dois anos antes da queda do muro de Berlim, o cineasta alemão Win Wenders apresentou ao mundo no Festival de Cannes, o seu então mais recente trabalho, o filme Asas do Desejo (“Der Himmel Über Berlim”, no original). Aclamado por público e crítica, o longa-metragem logo se tornou um clássico instantâneo, pois, contando uma narrativa simples, mas de profunda carga filosófica, nos apresentava a dois anjos, Damiel (Bruno Ganz) e Cassiel (Otto Sander), que perambulam pela Berlim pós-guerra, acompanhando o cotidiano daqueles moradores, ouvindo seus pensamentos e testemunhando seus desejos, angústias, medos e lembranças, sempre de forma passiva. Assim, é comum vê-los se recostando sobre as pessoas e reconfortando-as com um leve toque de mãos, uma vez que a invisibilidade e a onipresença dos anjos impossibilitam um contato visual e físico. Asas do Desejo, neste sentido, nos impressiona já nas primeiras cenas, trazendo Damiel olhando a cidade do alto e, num leve bater de asas, percorre os mais diferentes cenários, passando por pessoas que, envoltas em seus pensamentos, filosofam sobre suas vidas, dando ao anjo uma pequena faceta de suas personalidades... (Leia mais no link em anexo)
Edson Kiyoshi M.
Edson Kiyoshi M.

Segui-los 4 seguidores Ler as 8 críticas deles

4,0
Enviada em 17/11/13
Dois anjos em Berlin; um deles se apaixona e o desejo o torna humano. Várias são as reflexões, inclusive sobre a existência, e depois, queda, do muro. Um pungente Wenders, e ainda tem Peter Falk! spoiler:
Elvira A.
Elvira A.

Segui-los 17 seguidores Ler as 262 críticas deles

5,0
Enviada em 01/10/13
"Asas do Desejo" é um filme poético e tem bela fotografia. Achei lindas duas cenas: quando os anjos vêem a miséria humana, do alto dos prédios e no vagão do trem, e quando um deles se apaixona por uma mortal. Algumas delas serviram de inspiração para as sequências da novela "Escrito nas Estrelas". O diretor Wim Wenders escolheu um bom elenco.
Rafael
Rafael

Segui-los 14 seguidores Ler as 97 críticas deles

2,5
Enviada em 05/01/01
Genial. Wenders consegue exprimir de maneira única os anseios humanos espelhados numa visão belissima da cidade de Berlim. Dar uma nota inferior a 10 para esse filme é um crime!
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top