Meu AdoroCinema
A Justiceira
Nota média
1,9
12 publicações
  • The Hollywood Reporter
  • The Playlist
  • Cineweb
  • Estado de São Paulo
  • Folha de São Paulo
  • New York Times
  • O Globo
  • Variety
  • Observatório do Cinema
  • Screen Rant
  • Papo de Cinema
  • Télérama

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

12 críticas da imprensa

The Hollywood Reporter

por Frank Scheck

Garner lida com os aspectos físicos de seu papel com tremenda habilidade. Mas sua personagem é simpática mesmo quando comete as atrocidades mais violentas. [...] As seqüências de ação não têm a elegância visual dos filmes de John Wick, são coreografadas, fotografadas e editadas.

A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

The Playlist

por Will Ashton

Garner tenta apresentar "A Justiceira" da melhor maneira possível. Mas o roteiro tosco, superficial, bagunçado e insensível não ajuda, muito menos a direção vacilante e pouco refinada de Pierre Morel.

A crítica completa está disponível no site The Playlist

Cineweb

por Neusa Barbosa

A direção preguiçosa e o roteiro pífio de Chad St. John terminam dando à atriz não mais do que a discutível oportunidade de encarnar uma versão feminina do vingador insano interpretado por Charles Bronson em "Desejo de Matar".

A crítica completa está disponível no site Cineweb

Estado de São Paulo

por Luiz Zanin Oricchio

Como filme de ação, "A Justiceira" tem bom artesanato e Jennifer atua de maneira intensa. Mas a esta altura do campeonato não dá mais para levar a sério esse tipo de obra, não é mesmo?

A crítica completa está disponível no site Estado de São Paulo

Folha de São Paulo

por Thales de Menezes

O filme é uma versão feminina de "Rambo". A moça magricela vai exibir uma inexplicável capacidade de lidar com armas variadas, conhecimentos de defesa pessoal suficientes para nocautear brutamontes e uma resistência física impressionante.

A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

New York Times

por Aisha Harris

“A Justiceira” infelizmente joga com estereótipos latinos violentos. O momento diz muito sobre o modo como Hollywood continuamente vilaniza pessoas de cor e valoriza certas vidas em detrimento de outras.

A crítica completa está disponível no site New York Times

O Globo

por Mário Abbade

Além da trama batida, o grande problema de “A Justiceira” é a maneira frouxa com que a narrativa é conduzida, além de abusar do conceito de suspensão da descrença em diversos momentos, com tantas inverossimilhanças.

A crítica completa está disponível no site O Globo

Variety

por Andrew Barker

“A Justiceira” desperdiçou a chance de dar a Jennifer Garner a franquia de ação que ela merece. [...] O filme é risível até nos momentos em que se leva mais a sério. Talvez alguns telespectadores pudessem ignorar tudo isso se o filme fosse tivesse mais ação.

A crítica completa está disponível no site Variety

Observatório do Cinema

por Caio Lopes

Na sua falta de cenas de ação realmente impactantes e com problemas visíveis na estrutura de seu roteiro, o longa acaba ficando como cópia malfeita de outros muito melhores.

A crítica completa está disponível no site Observatório do Cinema

Screen Rant

por Chris Agar

Apesar da atuação comprometida de Garner, "A Justiceira" é um filme de ação extremamente esquecível e insosso, que não deixa uma impressão muito forte no espectador.

A crítica completa está disponível no site Screen Rant

Papo de Cinema

por Robledo Milani

Em tempos como os que vivemos, ainda mais no Brasil, levar às telas um filme em que tudo se resolve com o pegar em armas e o assassinato desenfreado de qualquer um que cruze seu caminho não é apenas perigoso: é também irresponsável.

A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

Télérama

por Nicolas Didier

Pierre Morel continua seu elogio da autodefesa, trocando Liam Neeson por Jennifer Garner. O fato que uma mulher seja a nova rainha do "olho por olho, dente por dente" não muda a questão: o cinema do diretor continua péssimo.

A crítica completa está disponível no site Télérama
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top