Meu AdoroCinema
Amor.com
Vídeos
Créditos
Críticas dos usuários
Críticas da imprensa
Críticas do AdoroCinema
Fotos
Filmes Online
Curiosidades
Bilheterias
Filmes similares
Notícias
Críticas AdoroCinema
2,5
Regular
Amor.com

A garota da internet

por
De todos os gêneros cinematográficos, talvez a comédia romântica seja aquele mais suscetível aos clichês. Por melhor que seja a qualidade do elenco e da direção, é difícil fugir das armadilhas típicas envolvendo a paixão à primeira vista e todas as agruras decorrentes das batalhas em nome do amor. A saída por algum frescor muitas vezes acaba sendo no enfoque dado através do roteiro, a partir de nuances pouco exploradas ou uma certa contemporaneidade. É exatamente o que acontece com Amor.com, produção nacional protagonizada por Ísis Valverde e Gil Coelho.

Amor.com - FotoPor mais que invista firme na batida ideia dos opostos que se atraem, Amor.com traz um contexto interessante envolvendo a importância das mídias sociais e seus influenciadores, retratados com uma até surpreendente sinceridade. Afinal de contas, a trama central gira em torno do relacionamento da tal garota da internet, a badalada Katrina, uma blogueira de moda que se apaixona por um youtuber underground de videogame, que faz bicos como técnico de informatica. O modo como se conhecem não poderia ser mais adequado ao ambiente tecnológico que conhecem tão bem: em uma tentativa desesperada em evitar a disseminação de nudes, dela.

Se o relacionamento entre Katrina e Fernando segue o ritual habitual dos casais que se apaixonam e enfrentam adversidades típicas do relacionamento, a diferença aqui é o cenário e o porquê dos problemas surgirem. Dentro de um ambiente onde é mais importante ser do que fazer algo, diante da necessidade comercial em se mostrar sempre simpático e cool, chama a atenção a forma como esta obsessão pela imagem é representada de forma absolutamente natural pelo roteiro escrito a seis mãos por Saulo Aride, Bruno Garotti e Leandro Matos. Sem jamais questionar tal situação, o trio de roteiristas simplesmente explora esta realidade no âmbito típico das comédias românticas, como elemento necessário para afastar/aproximar os envolvidos. Se por um lado a abordagem às claras dos bastidores dos influenciadores é um ponto positivo, que traz o frescor necessário à fórmula empregada, a ausência de um tom crítico na dualidade entre o que se prega e o que se faz resulta em discursos vazios e um certo contrasenso no desfecho do longa-metragem.

Amor.com - FotoAmbientações à parte, Amor.com ainda sofre de problemas em relação ao par central. Se Ísis Valverde até cumpre bem o papel da blogueira sempre preocupada com a própria imagem, em parte graças ao seu carisma, Gil Coelho não convence como o nerd que repentinamente se transforma em um youtuber badalado de topete. Falta química ao casal, por mais que até haja entre eles algumas situações interessantes quando um se aventura no universo do outro - especialmente a ida dela ao aniversário a fantasia. Mesmo assim, são breves pílulas em que o necessário romance enfim convence.

Com os habituais coadjuvantes que servem de alívio cômico/conselheiros sentimentais, interpretados por Carol Portes e João Côrtes, Amor.com é um filme absolutamente formulaico que oferece algum interesse apenas quando retrata a badalação e os interesses comerciais existentes a partir das mídias sociais. Também neste sentido, chama a atenção a citação (in)direta ao youtuber Felipe Neto, feita a partir do personagem interpretado por Marcos Mion.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top