Meu AdoroCinema
A Culpa é das Estrelas
Vídeos
Créditos
Críticas dos usuários
Críticas da imprensa
Críticas do AdoroCinema
Fotos
Filmes Online
Curiosidades
Bilheterias
Filmes similares
Notícias
Nota média
3,4
20 publicações
  • Cinepop
  • Cinemascope
  • Almanaque Virtual
  • Cineweb
  • Diário de Pernambuco
  • Omelete
  • Rubens Ewald
  • Variety
  • CineClick
  • Papo de Cinema
  • Cinema com Rapadura
  • Estado de Minas
  • Gazeta do Povo
  • Preview
  • Rolling Stone
  • Screen International
  • Zero Hora
  • A Tarde
  • Cineplayers
  • O Globo

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

20 críticas da imprensa

Cinepop

por Raphael Camacho

A produção do filme é inteligente quando consegue explorar todo tipo de assunto em uma história tão popular como essa. [...] Com certeza John Green deve estar orgulhoso de todo o trabalho feito por Boone, Woodley e Elgort, principalmente.

A crítica completa está disponível no site Cinepop

Cinemascope

por Luciana Ramos

Tratando-se de um assunto delicado, "A Culpa é das Estrelas" poderia cair na pieguice e exploração da doença como forma de manipulação barata. Porém, os diálogos, as atuações e a qualidade técnica, incluindo a inserção de efeitos visuais, aliviam a trama. Como resultado, o longa é ao mesmo fluido e emocionante.

A crítica completa está disponível no site Cinemascope

Almanaque Virtual

por Raíssa Rossi

"A Culpa é das Estrelas" é um melodrama e possui clichês de gênero, mas emociona, surpreende com o plot twist inexistente em obras símiles e é passível de causar identificação tanto pelo romance quanto pelo drama...

A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

Cineweb

por Nayara Reynaud

O destaque vai obviamente para o casal de atores principais. Hazel Grace é um prato cheio para Shailene Woodley, que só confirma o seu talento em dar vida a adolescentes com extrema naturalidade, sem cair na mesmice...

A crítica completa está disponível no site Cineweb

Diário de Pernambuco

por Karoline Rodrigues

De partir o coração. Eis uma frase que define bem a adaptação da obra do escritor John Green, "A Culpa é das Estrelas". [...] Longe de conter sequências constrangedoras e apelativas entre o casal protagonista, a produção soube equilibrar a sensibilidade ao tratar dos diálogos relacionados à doença, além do destaque para a bela fotografia.

A crítica completa está disponível no site Diário de Pernambuco

Omelete

por Natália Bridi

Ainda que leve constantemente às lágrimas, a adaptação nunca assume o peso de tragédia anunciada. É uma história conduzida com serenidade, pelos olhos de quem já se acostumou com a promessa da morte.

A crítica completa está disponível no site Omelete

Rubens Ewald

por Rubens Ewald Filho

Foi tomado muito cuidado com a adaptação que me pareceu bem fiel e respeitosa e com as opções corretas. Evita-se o sentimentalismo, o excesso de clichês e se não foge do choro mas também não se força a barra.

A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald

Variety

por Andrew Barker

O filme tem atuações comoventes, especialmente de Shailene Woodley, que nunca esteve melhor, e é muitos graus mais inteligente que a maioria dos filmes destinados aos adolescentes...

A crítica completa está disponível no site Variety

CineClick

por Gustavo Assumpção

Josh Boone [...] dá fôlego, intensidade e principalmente emoção para uma trama que se conecta sem esforços com o espectador. É bem verdade que a escolha dos atores principais se mostrou a decisão mais acertada da adaptação.

A crítica completa está disponível no site CineClick

Papo de Cinema

por Thomas Boeira

"A Culpa é das Estrelas" é pontuado com curiosos momentos de humor – mesmo que alguns sejam mais bobos – possibilitando uma bem-vinda descontração. [...] "A Culpa é das Estrelas" se revela uma experiência agradável durante a maior parte do tempo, o que não deixa de ser uma boa surpresa.

A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

Cinema com Rapadura

por Arthur Grieser

Não que a emoção em si seja um problema, muito pelo contrário, ela é legítima e, acredito que para a grande maioria das pessoas, real e eficiente. O problema está na forma e nos recursos empregados para alcançá-la.

A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

Estado de Minas

por Carolina Braga

Em sua segunda incursão cinematográfica, o diretor Josh Boone nem tenta reinventar a roda. Conta a história de forma convencional, como numa novela ou num seriado. O que prende é mesmo a força dos personagens e o modo como encaram a situação-limite.

A crítica completa está disponível no site Estado de Minas

Gazeta do Povo

por Anna Simas

É essa tensão amorosa, em meio a muitas cenas românticas e diálogos bem humorados e sarcásticos, que prende o público. Foi assim no livro, é assim no filme, uma reprodução fiel da obra...

A crítica completa está disponível no site Gazeta do Povo

Preview

por Mariane Morisawa

A ótima Shailene Woodley é Hazel, uma jovem que sofre de um câncer agressivo [...] A história é triste à beça, mas tratada de forma bem realista. Leve lenços de papel.

A crítica completa está disponível no site Preview

Rolling Stone

por Luísa Jubilut

Se o trunfo do romance é a brilhante abordagem do drama junto ao público jovem, a transição para o cinema é feita de forma bruta. Apesar de reproduzir as falas do livro com exatidão, o filme tende a forçar uma dramaticidade que viria naturalmente na história, conduzida pela boa interpretação dos protagonistas.

A crítica completa está disponível no site Rolling Stone

Screen International

por Brent Simon

"A Culpa é das Estrelas" tem um roteiro empolgante, e é marcado por caracterizações complexas. Um grande "filme para chorar" que confirma o talento de Shailene Woodley.

A crítica completa está disponível no site Screen International

Zero Hora

por Alexandre Lucchese

"A Culpa É das Estrelas" não apresenta nenhuma inovação formal capaz de atrair cinéfilos mais exigentes e talvez não desperte a atenção de um público mais amplo do que os jovens adultos para o qual é destinado. No entanto, consegue transpor às telas com emoção e fidelidade um drama muito conhecido de um largo público.

A crítica completa está disponível no site Zero Hora

A Tarde

por Adalberto Meireles

Desse encontro [entre Augustus e Hazel] que parece sem ajustes, ergue-se uma narrativa originariamente de linhas melodramáticas que recusa o tom grave em prol de um traçado um tanto sóbrio, palatável, de diálogos fluentes, irônicos e até certo ponto inventivos. Nada mal, uma questão de opção, não fosse a fragilidade estampada logo a seguir quando se opta, por exemplo, por câmera lenta para evitar que se perceba a falta de timing em um momento importante do filme.

A crítica completa está disponível no site A Tarde

Cineplayers

por Francisco Carbone

Assim como John Green não prima pela originalidade, o diretor Josh Boone sabia que teria uma máquina de fazer dinheiro na mão e foi na boa. Ou seja, ganhamos inteiramente de grátis o produto requentado mais esperado de 2014; é o boy meets girl versão dodói.

A crítica completa está disponível no site Cineplayers

O Globo

por Mário Abbade

No filme dirigido por Josh Boone tudo perde relevância em detrimento de um romance modorrento. E esse lugar-comum ainda recebe a estética de videoclipe: a cada dez minutos de cenas, surge uma canção pop como tentativa de dar estofo à falta de desenvolvimento de ideias.

A crítica completa está disponível no site O Globo
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top