Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Star Wars: Episódio 1 - A Ameaça Fantasma
    Críticas AdoroCinema
    3,5
    Bom
    Star Wars: Episódio 1 - A Ameaça Fantasma

    3D sem novidades

    por Lucas Salgado

    "Viva a experiência pela primeira vez em 3D", diz o cartaz nacional do relançamento de Star Wars: Episódio 1 - A Ameaça Fantasma. A máxima vem acompanhada de toda curiosidade que os fãs da série possuem de revê-la nas telonas e até por isso acaba gerando uma grande decepção. Embora não seja uma conversão para o 3D ruim, como foi, por exemplo, a de Fúria de Titãs, é difícil lembrar uma versão no formato que seja tão falsa.

    Se for para se espelhar em uma tagline (frase promocional) para conferir o filme, que se use a original: "Toda saga tem um começo". Ver (ou rever) o início de Guerra nas Estrelas nas telonas continua sendo uma experiência válida.

    Se você espera ver o filme com uma dimensão a mais do que o de 1999, prepare-se para ficar decepcionado. O 3D quase não existe, aparecendo raramente apenas para dar uma breve noção de profundidade. Confesso que estava com certa expectativa para conferir a corrida de pods em três dimensões, mas a sequência é praticamente a mesma do que aquela vista há 12 anos. O mesmo acontece com as cenas no espaço e as lutas com sabre de luz.

    Com relação ao longa, é o mesmo de antes, seja nas qualidades, seja nos muitos defeitos. Jar Jar Binks continua sendo o pior personagem de toda a franquia e Jake Lloyd demonstra ter tanto talento quanto Hayden Christensen, que o substituiu na pele de Anakin Skywalker (para quem não percebeu a ironia, que fique claro que isto não é um elogio). É curioso constatar, mais uma vez, que se este fosso o primeiro longa da franquia a chegar aos cinemas e não Uma nova Esperança, a mesma muito provavelmente não teria aglutinado todos os milhões de fãs que hoje possui.

    Ver personagens como Obi-Wan Kenobi, Yoda e Palpatine em cena continua a ser emocionante, mas é diferente assistir ao longa sem aquela empolgação por algo novo na série. Quando foi lançado, os fãs vinham de uma espera de 16 anos desde O Retorno de Jedi, o que fez muita gente olhar para o outro lado com relação aos defeitos (eu, inclusive). Agora, com um maior afastamento é difícil não reconhecer as inúmeras falhas na direção de atores (algo que George Lucas nunca soube fazer) e no roteiro, muito infantilizado.

    Com uma ótima trilha de John Williams, que reúne o tema clássico com outros especialmente compostos para o Episódio I. Em alguns momentos, o compositor utiliza-se de pequenos trechos da Marcha Imperial para dar dicas sobre o desenvolvimento daquele que é o maior vilão da história do cinema: Darth Vader.

    Conferir um episódio de Star Wars na tela grande nunca será um desperdício de tempo, mas é inegável que este A Ameaça Fantasma é o pior da franquia. O lançamento dos demais longas em 3D ainda não está garantido, dependendo do bom desempenho deste primeiro nas bilheterias. Se acontecerem, que a turma da LucasFilm pelo mesmo se esforce um pouco mais na conversão para o formato da moda.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top