Meu AdoroCinema
Azul é a Cor Mais Quente
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Azul é a Cor Mais Quente
Data de lançamento 6 de dezembro de 2013 (2h 57min)
Direção:
Elenco: Léa Seydoux, Adèle Exarchopoulos, Salim Kechiouche mais
Gêneros Drama, Romance
Nacionalidade França
Ver o trailer
Imprensa 4,1 25 críticas
Usuários 4,51203 notas e 113 críticas
Adorocinema 5,0

Sinopse e detalhes

Não recomendado para menores de 18 anos

Adèle (Adèle Exarchopoulos) é uma garota de 15 anos que descobre, na cor azul dos cabelos de Emma (Léa Seydoux), sua primeira paixão por outra mulher. Sem poder revelar a ninguém seus desejos, ela se entrega por completo a este amor secreto, enquanto trava uma guerra com sua família e com a moral vigente.

Título original La Vie d'Adèle - Chapitres 1 et 2
Distribuidor IMOVISION
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2013
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 1 curiosidade
Orçamento $ 4.000.000
Idiomas Francês
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -

Críticas AdoroCinema

5,0 Obra-prima
Azul é a Cor Mais Quente

Uma jornada de descoberta

por Lucas Salgado
A passagem da adolescência para o dia a dia adulto é um momento difícil de viver e ainda mais difícil de explicar. Por isso, são poucos os filmes que realmente se arriscam em traçar este caminho. E este é o caso de Azul é a Cor Mais Quente. Esqueça tudo o que leu sobre o filme. Não se trata de uma obra sobre duas mulheres que "se pegam" o tempo todo. Trata-se, sim, de uma produção ímpar sobre descoberta da juventude. O amor e o sexo estão ali, é claro, mas como pano de fundo para algo bem mais complexo.Adèle (Adèle Exarchopoulos) é uma garota de 15 anos que divide sua rotina entre completar o ensino médio e dar aulas de francês para crianças. Determinado dia, ela conhece Emma (Léa Seydoux), uma artista plástica de cabelos azuis. As duas começam a se conhecer e dão início a um relacionamento intenso. O filme tem em sua longa duração um dos seus pontos positivos. Suas quase três...
Ler a crítica
Azul é a Cor Mais Quente Trailer Legendado 1:48
Azul é a Cor Mais Quente Trailer Original 1:47

Entrevistas, making-ofs e cenas

Entrevista exclusiva com a atriz Adèle Exarchopoulos 6:31
Entrevista exclusiva com a atriz Adèle Exarchopoulos
16 670 visualizações
Entrevista 1 - Inglês 3:05
Entrevista 1 - Inglês
9 208 visualizações
Entrevista exclusiva com o diretor Abdellatif Kechiche 7:00
Entrevista exclusiva com o diretor Abdellatif Kechiche
1 103 visualizações

Elenco

Léa Seydoux
Léa Seydoux
Personagem : Emma
Adèle Exarchopoulos
Adèle Exarchopoulos
Personagem : Adèle
Salim Kechiouche
Salim Kechiouche
Personagem : Samir
Jérémie Laheurte
Jérémie Laheurte
Personagem : Thomas
Ficha completa

Críticas da imprensa

  • O Globo
  • Cinema em Cena
  • Cineplayers
  • Télérama
  • Cinepop
  • Almanaque Virtual
  • Instituto Moreira Salles
  • Screen International
  • Críticos.Com.Br
  • Diário de Pernambuco
  • The Guardian
  • Papo de Cinema
  • Cinema com Rapadura
  • Omelete
  • Zero Hora
  • Critikat.com
  • CineClick
  • Cineweb
  • Estado de Minas
  • Preview
  • Rubens Ewald
  • Estado de São Paulo
  • Chronic'art.com
  • Variety
  • Revista Interlúdio
25 Artigos de imprensa

Críticas de usuários

Fernanda M.
Crítica positiva mais útil

por Fernanda M., em 21/12/2013

3,5Bom

O filme chamou minha atenção antes de ir vê-lo por toda a história das atrizes com o diretor e pelo fato das duas terem recebido... Leia mais

Taiani M.
Crítica negativa mais útil

por Taiani M., em 12/12/2013

3,0Legal

É tudo sobre Adèle. A dona da boca que toma conta da tela, que come com prazer, que tem sono agitado, que seduz, que não... Leia mais

Todas as críticas de usuários
49% 54 críticas 23% 25 críticas 15% 17 críticas 8% 9 críticas 1% 1 crítica 5% 5 críticas
111 Críticas de usuários

Fotos

16 Fotos

Curiosidade das filmagens

Dos quadrinhos ao cinema

Le Bleu est une Couleur Chaude é uma adaptação das histórias em quadrinho homônimas, escritas e desenhadas por Julie Maroh, e publicadas em 2010.

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

  • Diego G.

    mais uma obra de arte francesa

  • Ana C.

    também espero, tomara que a censura não seja 18 anos.

  • Marcio S.

    vou ver esse filme.

  • Jonathas C.

    O típico filme que agrada a imprensa.

  • Vivian I.

    assisti e acho q este filme não tem nada demais... é a história de uma piriguete... do início ao fim não entendi o q a menina tinha na cabeça... a atriz tinha q ter ganhado um oscar, trabalha mto bem, mas o filme em si... não mostrou nada d+

  • Eliseu V.

    Vou Ver Esse Filme Parece Ser Bem Interessante.

  • Debora B.

    Quero assistir, gosto do tema.

  • Marcia A.

    Filme maravilhoso, linda história de amor.... apaixonada pela Adele!

  • iflaviomachado

    O tema, as cenas polêmicas, que dividiram opiniões e as discussões, acabaram ofuscando o filme. Mas independente de qualquer coisa, ele é sem dúvida um dos melhores filmes dos últimos anos. História (sobre a juventude) e direção totalmente inovadora e única, sem clichês, com intensidade e profundidade jamais vistos dessa forma. Roteiro impecável sim! Quem não achou, me desculpe mas não sabe nada sobre cinema e assistiu esperando uma história comum.
    Mas melhor ainda é a Adele Exarchopoulos, que você assiste esperando uma atuação comum e estereotipada mas ela simplesmente é a dona do filme, e sem exageros, fez uma das maiores atuações femininas de todos os tempos! Essa menina é um fenômeno! Uma das maiores atrizes da atualidade, cujos olhos e boca já estão gravados na história do cinema. E daqui há alguns anos serão devidamente reconhecidos!! Vale muito a pena!

  • leon s.

    Filme lixo

  • Gauthier M.

    O filme começa bem! Desenvolve a personagem central, Adele e o universo adolescente francês no qual ela vive. Logo nos é apresentado o garoto pelo qual ela, devido à influência e pressão do círculo de amigas, se sente no dever de ter um relacionamento interpessoal, inclusive sexual. E de cara ela nota que não deseja àquilo. Confusa, procura por coisas novas se sentindo envolvida por uma amiga. Mas encontra sua grande paixão mesmo em Emma, a mulher exótica dos cabelos azuis, descolada, classe alta, culta e envolvida com pessoas de grande influência no meio artístico. Fica nítido devido aos excelentes diálogos entre elas no parque, nos jantares em casa, a diferença social entre Adele - apresentada claramente como classe média/baixa - e Emma.
    O filme consegue retratar bem o que é a cabeça de uma adolescente que se apaixona de forma muito intensa por uma mulher mais velha e diferente em termos sociais, culturais, e se sente confusa e pressionada a tomar decisões.
    Mas é somente isso que o filme propõe. Somente isso. O que torna a proposta da trama muito pobre, tendo em vista que poderia explorar e discutir de forma mais abrangente temas como: aceitação social sobre a liberdade de escolha da sexualidade, valores morais, diferença social, preconceito.
    O que deixa a desejar também é o fato de a linha temporal na narrativa do filme não ser clara o bastante; em alguns momentos passaram-se dias, em outros passaram-se anos e os pontos que estavam começando a ser levantados para uma reflexão passam batido ou são pouco explorados.
    O filme vai se encaminhando para o desfecho final, mas não há. Ele não pontua nada do desenvolvimento da trama e fica uma frustração, pois a proposta do filme é só apresentar a paixão intensa que Adele teve e desperdiçou devido à escolha errada que fez.
    Como ponto forte, vale destacar as atuações das atrizes principais, o figurino com tons de azul em momentos diferentes vividos por Adele, o filtro azul muito bem usado, juntamente com a fotografia.

  • scotty doesn't know

    legalzinho esse filme, não gostei muito dos diálogos das personagens

  • Marina N.

    Historia mt fraca

Mostrar comentários