Minha conta
    Assim seriam as princesas da Disney na vida real – de acordo com a época em que “viveram”
    Por Redação AdoroCinema — 26 de jul. de 2015 às 07:55

    Quem são? Por onde andaram? Como se vestiriam?

    As princesas da Disney vivem em um conto de fadas – literalmente. Para criar o ambiente fantasioso em torno das personagens, por uma série de razões, os estúdios usaram de uma espécie de “licença poética”. Mas... como seriam as princesas na “vida real” se considerássemos o contexto da época e local em que elas viviam? Instigado por essa perguntinha do milhão, o site BuzzFeed procurou atualizar seis das mocinhas – em versão live action. Muitas dessas personagens vêm de universos preexistentes da literatura, mas como foi a Disney quem as tornou, de fato, famosas, é baseado nas figuras das animações que se trata a matéria.

    Jasmine, Aladdin — por volta do ano 300, Península Arábica

    Essa é a Jasmine que você conhece.

    Jasmine, Aladdin — por volta do ano 300, Península Arábica

    Essa é a Jasmine que você vai conhecer.

    Jasmine, Aladdin — por volta do ano 300, Península Arábica

    Tudo indica que Aladdin se passa em uma sociedade pré-Islâmica, mesmo assim, as mulheres da época já se vestiam de maneira bem discreta, baseada em roupas largas, que não marcavam o corpo. Mulheres da estirpe de Jasmine (rycah!) comumente usavam véu, tecidos caros e pintavam os olhos. Mas barriguinha de fora...

    Aurora, A Bela Adormecida – por volta do ano 1300, Inglaterra

    Essa é a Aurora que você conhece.

    Aurora, A Bela Adormecida – por volta do ano 1300, Inglaterra

    Essa é a Aurora que você vai conhecer.

    Aurora, A Bela Adormecida – por volta do ano 1300, Inglaterra

    A Inglaterra do século XIV vivenciou uma verdadeira revolução fashion. Isso porque, graças a inovações em costura, as mulheres passaram a usar mangas apertadas e corpetes pela primeira vez – claro que estamos falando das mulheres nobres. Mas as mocinhas costumavam usar um tipo de manta por cima da veste que esculpia o corpo, quase como um robe, que poderia ser sem mangas. Não era raro usar a peça aberta também.

    Branca de Neve, Branca de Neve e os Sete Anões – meados dos anos 1500, Alemanha

    Essa é a Branca de Neve que você conhece.

    Branca de Neve, Branca de Neve e os Sete Anões – meados dos anos 1500, Alemanha

    Essa é a Branca de Neve que você vai conhecer.

    Branca de Neve, Branca de Neve e os Sete Anões – meados dos anos 1500, Alemanha

    As reformas protestantes do século XVI se espalharam pela Alemanha estabelecendo um padrão cultural e religioso bem severo. Portanto, as mulheres da época usavam tecidos pesados e de cores escuras, de volume exagerado nos ombros, quadris e ao redor do pescoço. Os vestidos eram longos até o chão, com decote bem alto. Ou seja, nada de cores vibrantes pra você, Branca...

    Pocahontas, Pocahontas - O Encontro de Dois Mundos — Início dos anos 1600, Virginia (Estados Unidos)

    Essa é a Pocahontas que você conhece.

    Pocahontas, Pocahontas - O Encontro de Dois Mundos — Início dos anos 1600, Virginia (Estados Unidos)

    Essa é a Pocahontas que você vai conhecer.

    Pocahontas, Pocahontas - O Encontro de Dois Mundos — Início dos anos 1600, Virginia (Estados Unidos)

    Pocahontas (que tinha apenas 11 anos quando conheceu John Smith, em 1607), dado o contexto da época e da tribo (seria considerada adulta quando atingisse os 13), usaria apenas uma pele de veado amarrada na cintura e um colar de contas no pescoço – e, no máximo, um casaquinho de couro nos ombros durante o inverno. As mulheres de status da tribo – como no caso dela – também costumavam ter corpo e até rosto tatuado com motivos abstratos. Ou seja, faltaram uns rabiscos na face.

    Bela, A Bela e a Fera – por volta de 1700, França

    Essa é a Bela que você conhece.

    Bela, A Bela e a Fera – por volta de 1700, França

    Essa é a Bela que você vai conhecer.

    Bela, A Bela e a Fera – por volta de 1700, França

    Ok, o vestido talvez não fosse tão diferente assim, mas o seus cabelos... Pense em Maria Antonieta, que vivia no mesmo período. Agora parte da aristocracia, Bela frequentaria a corte real, formada por mulheres que usavam vestidos decotados e extravagantes, com espartilhos apertados, que valorizavam os quadris. E os cabelos? Armados em penteados altíssimos, no melhor estilo bolo de noiva do século XVIII – muitas vezes, claro, eram perucas; em sua maioria, brancas.

    Tiana, A Princesa e o Sapo - anos 1920, Nova Orleans (Estados Unidos)

    Essa é a Tiana que você conhece.

    Tiana, A Princesa e o Sapo - anos 1920, Nova Orleans (Estados Unidos)

    Essa é a Tiana que você vai conhecer.

    Tiana, A Princesa e o Sapo - anos 1920, Nova Orleans (Estados Unidos)

    Mesmo passando grande parte do filme como uma sapa, o característico estilo de se vestir da década de 1920 não deixaria Tiana mentir. Naquela época, moda era o vestido reto, sem nenhuma cintura; cabelo curtinho, valorizado por chapéus pequenos ou discretos adereços. Ou seja, nada do estilo bufante tão característico das princesas da Disney.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top