Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    House of Cards
    Críticas dos usuários
    Críticas da imprensa
    Média
    4,7
    1864 notas e 142 críticas
    distribuição de 142 críticas por nota
    82 críticas
    46 críticas
    8 críticas
    4 críticas
    2 críticas
    0 crítica
    Você assistiu House of Cards ?
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 19189 seguidores Ler as 1 122 críticas deles

    Crítica da 3 temporada
    3,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2017
    Até a sua segunda temporada, House of Cards se beneficiava dos movimentos estratégicos de Frank Underwood (Kevin Spacey) para chegar ao topo e assim mover a história. Agora que ele ocupa o cargo máximo da nação mais poderosa do mundo sobra pouco espaço para subir, mas um longo caminho para descer. A recuperação de Doug Stamper (Michael Kelly) e sua genialidade resumida em pouquíssimos movimentos faz reflexo com a fraqueza de Underwood em um cargo público, como tão bem define as incessantes entrevistas com a imprensa e os ataques dos jornalistas, que parecem ter surgido de um panfleto comunista. Eles agora são poeticamente patrióticos. Faz até enganar por alguns momentos que há pessoas bem-intencionadas em torno desse lamaçal que ironicamente se chama Casa Branca.
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 19189 seguidores Ler as 1 122 críticas deles

    Crítica da 1 temporada
    4,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2017
    Quanto mais penso que House of Cards não teria porque figurar entre as melhores séries que já vi (até o momento), pois “não tem nada de mais”, mais fico convencido que tem. A despeito das demonstrações de poder e ambição de Francis Underwood (o personagem de Kevin Spacey) que divertem o público em geral, as entrelinhas que sutilmente se formam entre os personagens sobriamente idealizados por Beau Willimon — cujo livro “Farragut North” foi brilhantemente adaptado por George Clooney em Tudo pelo Poder — ajudam a construir na série um clima tão realista que torna-se assustador imaginar que aqueles acontecimentos podem de fato ter ocorrido ou estar ocorrendo com outros nomes em outros lugares, mas que mantém a mesma premissa narrativa de depender do poder emanado pelo Estado para que as marionetes dancem em torno do palco que se forma.
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 19189 seguidores Ler as 1 122 críticas deles

    Crítica da 4 temporada
    3,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2017
    A temporada 4 de House of Cards é o que esperaria ver de um Francis Underwood presidente, algo que foi adiado pela pálida temporada anterior, que ainda que tenha seus momentos gloriosos, falha em sua premissa principal: causar tensão no dia-a-dia presidencial. E essa tensão está amplamente disponível agora, se espalhando por todas as vias políticas. Obviamente ela afeta sempre indiretamente Frank, mas a série se inicia com Lucas Goodwin na prisão (Sebastian Arcelus), que assim como Doug Stamper (Michael Kelly) terá uma curva trágica que desencadeará a trama principal.
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 19189 seguidores Ler as 1 122 críticas deles

    Crítica da 2 temporada
    5,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2017
    Já sabemos que Frank Underwood (Kevin Spacey) é capaz de literalmente tudo por mais poder. Se isso não fica claro no desfecho trágico do final da primeira temporada, com certeza o início da segunda não deixará a menor dúvida da mente doentia e obstinada do agora vice-presidente. Criando uma metáfora extremamente eficiente entre uma batalha da guerra civil americana e a obsessão de Underwook pela presidência, os símbolos e os desfechos cada vez mais irônicos dos personagens secundários povoam o imaginário do espectador de maneira sutil, mas permanente. Já não é mais possível pensar claramente a respeito da estratégia do nosso anti-herói sem se deixar ofuscar pelo rastro de ressentimento, ódio e mágoas deixados pelo caminho. Porém, a ironia da série está justament em apontar, ainda que sutilmente, que todas aquelas pessoas envolvidas, em maior ou menor grau, estão tão obcecadas pelo jogo de poder quanto o personagem de Kevin Spacey. Se da primeira vez havia um herói por quem torcer (Peter Russo), agora ambos os lados do tabuleiro são culpados (ainda que possamos fazer uma curiosa comparação entre Russo e o desfecho trágico de outro personagem).
    Jairo A.
    Jairo A.

    Segui-los 13 seguidores Ler as 5 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 11 de novembro de 2014
    Ótima série, a interação que o personagem principal (Frank) faz com o expectador é um diferencial, que eu particularmente gosto demais. As histórias que são corridas ao longo da temporada e não em um só episódio prende mais quem assisti, os diálogos inteligentes e ricos, não curto muito política mas essa série me fez perceber o quão importante é saber sobre esse assunto. Recomendo!
    Vinicius M.
    Vinicius M.

    Segui-los 9 seguidores Ler as 8 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 3 de dezembro de 2014
    Amo essa serie, assista os 5 primeiros episódios e ai você vai apaixonar por ela !!
    Juliana V.
    Juliana V.

    Segui-los 6 seguidores Ler as 6 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 16 de novembro de 2014
    Série top! Tbm...com Kevin Spacey não teria como ser diferente! Ansiosa para a Terceira Temporada! :)
    Luciene M.
    Luciene M.

    Segui-los 6 seguidores Ler as 29 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 30 de abril de 2016
    Quando você acha que essa série não tem mais como te surpreender, ela vai lá e te dá um murro na cara. A série é tão bem escrita e elaborada que todos os arcos incluídos tem um propósito bem específico, nada ali é desnecessário, é incrível ver coisas que aconteceram na primeira ou segunda temporada só terem consequências agora de uma forma brilhante. Nem vou elogiar mais ainda os atores porque não acho que existe mais adjetivos que já não tenham sido ditos, mas preciso mencionar a evolução de todos os personagens nessa série, a forma como Frank e Claire se transformaram (ou deixaram as máscaras finalmente cair) é assustadora. Aquela cena final me arrepiou até a espinha. De longe foi a melhor coisa que a Netflix já fez até agora.
    jorge luiz A.
    jorge luiz A.

    Segui-los Ler as 4 críticas deles

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 21 de setembro de 2015
    Para mim essa série é perfeita... Ela é o verdadeiro retrato da política no mundo.
    Gutyerry G.
    Gutyerry G.

    Segui-los 9 seguidores Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 25 de abril de 2015
    Perfeita! Daria 10 estrelas se fosse possível ou mais! Prende o telespectador a cada episódio, e sempre deixa um gancho enorme de um para o outro! Série maravilhosa!
    Kaline G.
    Kaline G.

    Segui-los 5 seguidores Ler as 4 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 18 de fevereiro de 2017
    Série excelente. Muito bem elaborada e produzida. É uma trama rápida, e as vezes de difícil entendimento..mas vale a pena, de altíssimo nível! É para quem gosta de pensar..
    Lucas S.
    Lucas S.

    Segui-los 7 seguidores Ler a crítica deles

    Crítica da 1 temporada
    3,5
    Enviada em 25 de julho de 2015
    Só vi um episódio, a série é boa, com um protagonista peculiar e carismático, embora a trama central não tenha me cativado nem um pouco. Tampouco, fiquei curioso para acompanhá-la.
    Pedro M.
    Pedro M.

    Segui-los 3 seguidores Ler as 4 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 8 de novembro de 2014
    Espetacular! Série para gente grande! Tema maduro e profundamente bem produzido!
    Geison Stinson
    Geison Stinson

    Segui-los 3 seguidores Ler as 28 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 18 de agosto de 2014
    Perfeita, Kevin Spacey aqui domina toda a tela, mostra todo o lado de bastidores, por trás de todos os apertos de mãos amigáveis que tem no congresso e senado, há uma grande briga de egos e interesses políticos, Frank (Spacey) sempre está conversando com você (telespectador) isso nos torna praticamente uma testemunha dos seus atos, muito bem produzida, colocando o netflix não só como canal de streaming na net, mas entre uma das que tem mais a crescer ultimamente em termos de TV !
    Roberto D.
    Roberto D.

    Segui-los 1 seguidor Ler as 27 críticas deles

    Crítica da 1 temporada
    4,0
    Enviada em 23 de março de 2014
    Ótima série. Vale a pena assistir. Ótimos atores e muito bem filmado.
    Back to Top