Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    De La Casa de Papel a Sky Rojo: Como a Netflix mudou a carreira de Álex Pina
    Por Amanda Brandão — 6 de abr. de 2021 às 15:18
    facebook Tweet

    O criador das séries trabalhou também em White Lines, e está se consolidando na plataforma, mas começou a sua carreira de outra forma.

    Álex Pina é a cabeça por trás de sucessos espanhóis da Netflix como La Casa de Papel e agora Sky Rojo, que estreou recentemente e não sai do Top 10 de vários países. Mas, antes disso, sua história é repleta de altos e baixos e o serviço de streaming mudou o rumo de sua trajetória.

    La Casa de Papel: Onde encontrar os atores na Netflix

    Nascido em Pamplona, ​​no norte da Espanha, Pina começou sua carreira como jornalista em Maiorca, antes de surgir como roteirista em 1993. No entanto, foi apenas em 2015 que ele bombou internacionalmente quando Vis a Vis com Alba Flores, se tornou um hit.

    Mesmo assim, a série foi cancelada pela emissora Antena 3 após duas temporadas, e acabou sendo contratada pela Fox Spain para mais duas. E essa não foi a única vez que uma produção de Pina precisou "ser salva" por outra empresa.

    Como a Netflix mudou a carreira de Álex Pina

    Depois de Vis a Vis, história se repetiu com La Casa de Papel. A audiência da transmissão no canal Antena 3 estava longe de fracassar: o primeiro episódio foi ao ar em 2 de maio de 2017 e reuniu 4,09 milhões de telespectadores. A primeira parte terminou na frente de 2,19 milhões de seguidores e a queda continuou com a Parte 2, e o público foi de 1,99 milhão a 1,80.

    E então, a série foi cancelada na emissora espanhola e, em seguida, comprada pela Netflix, o que começou a mudar os passos da carreira de Álex.

    E então, essa oportunidade abriu um leque de oportunidades para a série, que agora teria uma "segunda chance" com um público internacional. Assim, La Casa de Papel tornou-se simplesmente a série não inglesa mais vista na plataforma.

    Poucos meses após sua chegada ao serviço de streaming em 2017, a série chegou ao primeiro lugar da série mais assistida em muitos países: França, Itália, Argentina e Brasil, e sua terceira parte - produzida pela Netflix e lançada em julho de 2019 - foi visto por 34 milhões de lares em sua primeira semana de exibição, de acordo com a gigante do streaming.

    Com isso, a Netflix selou uma aliança com Álex Pina para garantir o sucesso a longo prazo. Desde então, o criador co-criou as séries White LinesEl Embarcadero e agora Sky Rojo. Cada uma dessas três séries explora mundos completamente diferentes e estão disponíveis no catálogo da Netflix.

    Sky Rojo: 4 motivos para ver a nova série dos criadores de La Casa de Papel

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top