Minha conta
    Vikings: Criador está trabalhando em série histórica sobre epidemia na Inglaterra
    Por Amanda Brandão — 20 de jan. de 2021 às 12:10

    A minissérie abordará a peste bubônica na Inglaterra no século XVII.

    Após mais de sete anos no ar, Vikings chegou ao fim em sua 6ª temporada. Os últimos episódios emocionaram e trouxeram a morte de importantes personagens, deixando os fãs com saudades de tudo o que passou ao longo da série.

    Vikings: Quais foram as mortes mais memoráveis da série?


    Enquanto o público aguarda o spin-off de Vikings, anunciado pela Netflix, o criador da produção original, Michael Hirst, já se prepara para outro trabalho em parceria com o History Channel.

    Assim como Vikings, Hirst trabalhará novamente em uma produção histórica: desta vez uma minissérie que vai de encontro justamente com a situação da saúde no mundo atualmente.

    A série histórica terá como tema a peste bubônica na Inglaterra no século XVII. Intitulada O Ano da Peste, a produção vai acompanhar o destino das pessoas que optaram por fugir de Londres e também aquelas que ficaram por lá no ano de 1965.

    A praga foi devastadora e matou cerca de 75.000 pessoas e foi a última grande epidemia de peste no Reino Unido. Na época, as autoridades inglesas foram alertadas por uma epidemia de peste que atingiu Amsterdã e alguns contemporâneos da época atribuíam a praga de Londres às importações da Holanda.

    Ao que tudo indica, Hirst será o produtor executivo da série, enquanto o roteiro fica com Coleman Herbert, que já trabalhou nas séries Rectify e Big Love.

    The Plague Year (no original) ainda não tem previsão de estreia.

    Vikings: Fim da série mostra o legado de Ragnar em seus filhos

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top