Minha conta
    The OA: Tudo que você precisa lembrar antes de ver a 2ª temporada
    Por Katiúscia Vianna — 22 de mar. de 2019 às 09:07

    Já faz tanto tempo...

    Parabéns aos fãs de The OA! Depois de muitos meses de espera, a segunda temporada do drama finalmente chegará ao catálogo da Netflix. Porém, a série ficou tanto tempo esquecida no churrasco que você até esqueceu a trama criada por Brit Marling e Zal Batmanglij? Algo compreensível, afinal eram tantas reviravoltas e teorias doidas... Não se preocupe, amiguinho! Como sempre, o AdoroCinema está aqui para estender a mão e relembrar os principais pontos da primeira temporada, alguns dos mistérios que precisam ser desvendados, e até o nome daquele coadjuvante que você nem recordava que existia!

    Comecemos pelo básico

    The OA acompanha a história de Prairie Johnson (Marling), moça cega que sumiu durante 7 anos, mas retorna subitamente, com sua visão recuperada. Sem conseguir se adequar ao novo cotidiano, ela passa a fazer reuniões secretas com os jovens Steve (Patrick Gibson), French (Brandon Perea), Buck (Ian Alexander) e Jesse (Brendan Meyer); além da professora Betty/BBA (Phyllis Smith) — para contar o que realmente aconteceu neste período e completar uma missão. Desejando ser chamada de OA (Anjo Original, na tradução literal), a loira revela que foi adotada pelo casal Abel (Scott Wilson) e Nancy (Alice Krige), mas fugiu em busca do pai, que "supostamente" morreu durante a infância de Prairie, na Rússia. Nessa jornada, ela é sequestrada pelo cruel e genial Hap (Jason Isaacs), ficando presa ao lado de desconhecidos, como Homer (Emory Cohen), Scott (Will Brill), Rachel (Sharon Van Etten) e Renata (Paz Vega). Sim, são muitos nomes, aguenta firme. O que todas as vítimas têm em comum? Elas passaram por experiências de quase morte, então Hap deseja fazer experimentos violentos nelas, a fim de expandir o conhecimento do homem (Vale lembrar que foi uma dessas quase mortes que recuperou a visão da loira). Apaixonados ao longo dos anos, Prairie e Homer acabam aprendendo cinco movimentos — uma espécie de dança surreal que permite viajar entre dimensões. Mas antes que eles consigam fugir, o cientista separa a protagonista dos outros, jogando OA na estrada, até que ela foi encontrada tentando se matar, numa forma desesperada de encontrar seus amigos em outra realidade. Ou seja, uma história super simples. Só que não. E olha que resumimos bastante.

    Is this real life or just fantasy?

    O conto de Prairie é tão surreal que causa desconfiança em muita gente. Inclusive, um agente do FBI interpretado por Riz Ahmed... Você lembrava dele nessa história? Enfim, durante os episódios, os recrutas de OA não conseguem achar evidências que comprovem a existência dos outros personagens de sua história. Mas o problema surge mesmo quando French descobre diversos livros embaixo da cama da protagonista, que parecem ter inspirado a história dela. E então, começamos as teorias. Como Elias aparece na casa da moça, na mesma hora que French, muitos acreditam que o FBI pode ter colocado tais livros lá, a fim de desacreditar Prairie. Afinal, Hap não está sozinho em sua pesquisa e pode ser apenas um peão em uma teoria de conspiração bem maior. E como ela teria lido tais obras se era cega e não deve ter aprendido inglês na Rússia, antes do acidente que a deixou cega? As especulações ainda ficam mais loucas quando lembramos que French acaba vendo o rosto de Homer, no reflexo de um espelho da casa de Prairie. Ele estaria somente alucinando, diante de tanta pressão, ou estaria misteriosamente conectado com o homem? Ou os companheiros encarcerados da moça foram somente fruto de sua imaginação, criados no tempo em que esteve perdida e solitária, e agora estaria recriando tais figuras de apoio como seus novos recrutas? Já deu dor de cabeça, não?

    E agora?

    Enfim, o final da temporada mostra como o grupo de OA é separado ao ser descoberto. Porém, um misterioso atirador surge na escola dos jovens e BBA — que fazem os 5 passos para impedi-lo. O resultado? Prevendo o que ia acontecer, Prairie aparece no local e é atingida por um tiro, sendo levada por uma ambulância, ao som dos gritos de um Steve desesperado. O recente trailer da série indica que "a dança" funcionou e a moça conseguiu viajar para outra dimensão. Inclusive, Hap também parece estar lá. Ou seria tudo fruto de sua imaginação? As informações oficiais dos novos episódios não dão dicas sobre os dois grupos de aliados de OA, mas revelam que ela irá ajudar um cético detetive particular, Karim (Kingsley Ben-Adir), a investigar o desaparecimento de alguém que conheceu durante a juventude. Como esse novo mistério se encaixa na trama? Como a trama irá equilibrar as histórias contadas em duas dimensões diferentes? Só o tempo dirá, mas a criação de outras teorias loucas é coisa certa. The OA retorna ao catálogo da Netflix nessa sexta-feira, 22 de março.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top