Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Stranger Things: Como a cena final da segunda temporada sugere o que virá na terceira
    Por Laysa Zanetti — 30 de out. de 2017 às 11:16
    facebook Tweet

    Cuidado com spoilers!

    Um final de semana é mais do que suficiente para começar e terminar a segunda temporada de Stranger Things, pelo menos para os mais apressados. Portanto, se você não é uma destas pessoas, cuidado! O texto contém spoilers!

    Continue lendo apenas se você já tiver terminado o último episódio da segunda temporada, pois a matéria a seguir vai discutir exatamente a última cena.

    Apesar do final aparentemente feliz durante o baile escolar, ‘The Gate’ mostra que nem tudo está encerrado de fato. A última cena da temporada 2 vai até o Mundo Invertido e revela que o ‘Devorador de Mentes’ ainda está à espreita, sobre a escola, possivelmente armando qual é a sua próxima jogada.

    “Houve discussões sobre [terminar a temporada em um lugar feliz], mas então pensamos, ‘Nah, nós temos que dar dicas sobre o que virá depois”, comentou Ross Duffer em entrevista ao The Hollywood Reporter. “A esperança que nós queríamos que as pessoas tirassem disso é que essa coisa ainda está por aí. Eles fecharam a porta para o monstro, mas não apenas ele ainda está no Mundo Invertido como agora sabe das crianças, particularmente de Eleven. Ele não havia a encontrado ou seus poderes até o último episódio. Agora, ele sabe que ela existe. Queríamos terminar com uma nota meio ameaçadora nesse sentido.”

    Para Matt Duffer, o importante era não terminar a temporada deixando várias questões abertas, como havia sido no ano anterior. “Não queríamos fazer aquilo de novo. Não queríamos nos prender para a terceira temporada. Queríamos poder começar a temporada três em um plano limpo”, explicou.

    Stranger Things: Crítica da 2ª temporada

    Apesar de ainda não haver detalhes específicos sobre a terceira temporada, o final sugere que continuaremos mergulhando mais a fundo no que existe no Mundo Invertido e nas criaturas que habitam aquele estranho e pouco conhecido universo. Sobre esta mesma mitologia, os irmãos aproveitaram a entrevista e contaram que talvez a sua origem continue pouco explorada até o fim da série.

    “Se contarmos demais, perde um pouco desse mistério”, refletiu Ross. “Obviamente vamos revelar mais à medida que prosseguirmos, mas queremos fazer isso aos poucos. Mesmo no fim, não acho que iremos dar respostas a todas as perguntas, e não acho que temos essa obrigação. Estamos contando essa hustória do ponto de vista de personagens humanos. Não tem como eles entenderem completamente este lugar.

    Temos os nossos documentos sobre o Mundo Invertido que descreve suas regras e sua mitologia em muitos detalhes, mas eu acho que vamos deixar isso passar, e talvez nem usá-lo totalmente. O que mais gostamos de fazer é mostrar esses personagens, principalmente as crianças, tirando essas conclusões sobre o Devorador de Mentes e como ele funciona e o que ele quer a partir de jogos que eles conhecem. Eles não sabem ao certo. Não há uma maneira para eles entenderem completamente. Na vida real, você não seria capaz de entender completamente esta entidade que vem de outro lugar [...] Para nós, isso é ainda mais assustador do que saber exatamente o que ele quer.”

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top