Meu AdoroCinema
    Breaking Bad: Livro revela os segredos de bastidores e os detalhes que fizeram da série um sucesso
    Por Laysa Zanetti — 8 de out. de 2017 às 09:24

    O lançamento chega ao Brasil em outubro!

    A Era de Ouro da televisão norte-americana se ampara em alguns específicos pilares, que compartilham elementos essenciais em suas narrativas capazes de os tirarem do lugar comum. Um destes pilares é Breaking Bad, a aclamada série de Vince Gilligan que é o tema do novo lançamento da DarkSide Books!

    "Breaking Bad - O Livro Oficial" é organizado pelo crítico de cinema norte-americano David Thomson, que contou com a ajuda de ninguém menos que o próprio Gilligan para compor o material. O livro reúne entrevistas, depoimentos dos atores e diversas curiosidades dos bastidores da série, além de explicar em variados níveis o porquê de Breaking Bad ter se tornado uma referência para a televisão.

    O AdoroCinema obteve acesso exclusivo ao segundo capítulo do livro! O excerto que pudemos ler dá um panorama impressionante e bastante apurado sobre as variadas referências que cruzam a série, desde filmes clássicos como O Poderoso Chefão e Operação França, mas a 'cereja do bolo' mesmo é uma explicação dedicada aos títulos de cada um dos episódios da série.

    Mesmo que estes nomes pareçam simples 'brincadeiras' ou autorreferências, é surpreendente notar o quanto eles trazem de identidade das próprias fontes que a série utiliza. Sem que o público perceba – já que, muitas vezes, nos acostumamos a não prestar muita atenção aos títulos de episódios –, estes nomes acabam amarrando toda a história no lugar e ajudando a esclarecer a temática geral de cada uma das horas.

    Por isso, selecionamos as 'decomposições' de alguns dos nossos títulos favoritos e divulgamos em primeira mão! Confira abaixo.

    1x02:  Cat's in the Bag...
    1x03: ...And the Bag's in the River

    "Ambos episódios — “The Cat’s in the Bag...” e “...And the Bag’s in the River” [“O gato está no saco...” e “...o saco está no rio”] — têm seu título coletivo retirado do filme de 1957 A Embriaguez do Sucesso [musical dirigido por Alexander Mackendrick]. O filme conta a história de um poderoso colunista de Nova York que tenta evitar que sua irmã se case com um músico de jazz. A frase é usada no filme quando um  personagem, Sidney Falco [Tony Curtis], reafirma ao colunista J.J. Hunsecker [Burt Lancaster] que ele cuidou do trabalho sujo e tudo está sob controle. Os episódios 1x02 e 1x03 são sobre as dificuldades inesperadas que Jesse e Walt encontram ao tentar limpar a bagunça que fizeram com Emilio
    e Krazy-8. Enquanto o título expressa uma confiança um pouco cômica e um pouco sombria sobre o trabalho sujo sendo feito sem levantar suspeitas, aqui os personagens só se metem em complicação atrás de complicação, problema atrás de problema."

    2x09: 4 Days Out

    "Os roteiristas homenageiam o livro de 1964 (e o filme de 1965 com o mesmo nome) O Voo da Fênix, em que sobreviventes de um acidente de avião no deserto do Saara têm de construir um avião menor a partir dos destroços. O título se refere à quantidade de tempo que Walt e Jesse passaram presos no trailer no deserto do Novo México depois que sua bateria morre (Walt pensa num plano para construir uma nova bateria a partir do material que tem à mão). Também, em produção de televisão, o número de day out por episódio refere-se ao número de dias em que a equipe de filmagem não está no estúdio e sim gravando em locação — para Breaking Bad, quatro dias fora seria metade do número normal de dias de filmagem para um único episódio."

    3x10: Fly

    "“Fly” [mosca] é um “episódio garrafa”, filmado quase inteiramente em um set: o superlaboratório. A natureza melindrosa de Walt entra em parafuso, fazendo com que ele fi que obcecado pelo controle do laboratório daquilo que ele considera um “enorme problema” — uma única mosca. Enquanto sua psique se desalinha ao tentar matar o inseto, Walt é desnudado e conta a Jesse que ele já viveu demais e perdeu o tempo perfeito para morrer."

    4x13: Face Off

    "Ao saber como o episódio terminaria — com a cara de Gus estourada — a então executiva da AMC Susan Goldberg sugeriu o título como um trocadilho sobre o confronto final entre Walt e Gus [com um aceno discreto para Face/Off, filme de John Woo de 1997 sobre troca de rostos. No Brasil, A Outra Face]. Ironicamente, apesar de Walt conseguir ser bem-sucedido em matar Gus neste episódio, ele o faz à distância com Tio agindo como seu cúmplice, de forma que ele e sua nêmesis nunca realmente se enfrentam cara a cara."

    5x14: Ozymandias

    "O título de um poema de Percy Bysshe Shelley, sobre a natureza temporária e fugaz da fama e do império:

    Ouvi um viajante de uma antiga terra
    Dizer: “um par de pernas jaz truncado
    No deserto. E, perto, a areia enterra
    Os restos de um semblante estilhaçado
    Que diz, com lábio e cenho frio de guerra,
    Como à pedra sem vida se esculpiu
    Tais paixões vivas na obra que se fez
    Que a mão logrou e o coração nutriu.
    E, ao pedestal, palavras há inscritas:
    Meu nome é Ozimândias, rei dos reis,
    Curva-te, Ó Grande, ao fausto que ora fitas!
    Nada mais resta: sós, ao longe, à margem
    Da imensa ruína, nuas e infinitas,
    As areias compõem toda a paisagem”.

    Os temas desse poema — queda de poder, transitoriedade e o legado das lendas — ressoam através dos episódios finais. Enquanto este é o episódio em que Walt perde tanto seu dinheiro quanto sua família, também mara a virada em que ele se esvai do alto poder ao puro desespero. O diretor Rian Johnson filmou um teaser promocional para a temporada em que Bryan Cranston lê o poema enquanto, num time-lapse, o chapéu de Heisenberg perambula pelas areias do Novo México."

    Veja abaixo:

     

    Animou? "Breaking Bad - O Livro Oficial" chega às livrarias em 17 de outubro. 

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top