Minha conta
    El Camino: Filme baseado em Breaking Bad teria 3 horas
    Por Amanda Brandão — 15 de out. de 2019 às 11:20

    O que será que foi cortado da história?

    O filme que traz a história de Jesse Pinkman (Aaron Paul) após os acontecimentos em Breaking Bad, El Camino, chegou à Netflix na última sexta-feira (11) e os fãs já estão com o gostinho de “quero mais”. Em entrevista ao Collider, o ator contou que sim, o longa teria uma hora a mais de história.

    Aaron falou sobre o momento em que descobriu que Vince Gilligan estava interessado em fazer o filme. Ao compartilhar informações confidenciais, o criador da série revelou que estava em dúvida se deveria fazer um filme por considerar o final da produção perfeito. No entanto, o ator afirmou que o próprio showrunner gostaria de descobrir o que aconteceu com Jesse e por isso insistiu na ideia.

    “Eu recebi uma ligação de Vince há mais ou menos dois anos e meio, e ele me contou que teve essa ideia e gostaria de saber se eu toparia antes de seguir com o plano. E eu disse: ‘Vince, eu entraria em um incêndio com você’”, contou o intérprete de Jesse completando que o projeto ficou pronto após seis meses.

    No final da entrevista, ele revelou que um corte anterior de El Camino era de três horas. No entanto, no para o corte final, Gilligan acabou cortando cerca de trinta por cento do filme antes mesmo das filmagens.

    “O corte original tinha cerca de 3 horas e quando eu vi o resultado sem essa parte eu disse: ‘Está lindo, mas cadê a outra parte do filme?’. Vince me disse que não queria deixar as pessoas entediadas e por isso preferiu tirar 30% da produção. Mas o que temos no longa está ótimo”, revelou o ator sem contar exatamente o que continha na primeira versão.

    El Camino conta com diversos personagens icônicos de Breaking Bad e está disponível no catálogo da Netflix.
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top