Minha conta
    Festival de Veneza 2019: Diretora argentina Lucrecia Martel será presidente do júri
    Por Sarah Lyra — 24 de jun. de 2019 às 23:33

    Ela terá o papel de liderar o painel que premia os Leões de Ouro e Prata durante o evento de cinema.

    A diretora argentina Lucrecia Martel foi nomeada presidente do júri do Festival de Cinema de Veneza, que realizará, este ano, sua 76ª edição. No anúncio, divulgado pelo site oficial do festival, o diretor do evento, Alberto Barbera, definiu Martel como a diretora mais importante da América Latina e uma das melhores em todo o mundo. O papel de Martel será liderar o júri que premia os Leões de Ouro e Prata de Veneza. Os outros membros do painel ainda não foram anunciados. Ao aceitar o convite, ela disse: "É uma honra, uma responsabilidade, e um prazer ser parte desta celebração do cinema e do imenso desejo da humanidade de entender a si mesma". Nascida em Salta, na Argentina, a diretora estreou com seu primeiro longa-metragem em 2001, chamado O Pântano. Em seguida, veio A Menina Santa, em 2004, e A Mulher Sem Cabeça, em 2008. Seu quarto longa, o drama Zama, que explora o colonialismo e o racismo na América Latina do século 18, estreou em Veneza fora de competição, em 2017. O Festival de Cinema de Veneza, o mais antigo do mundo, tornou-se, nos últimos anos, um trampolim para estúdios de Hollywood e filmes independentes durante a temporada de premiações. Presidentes de júris recentes incluem Sam Mendes, Annette Bening e Guillermo Del Toro. Na edição deste ano, que acontecerá de 28 de agosto a 7 de setembro, Julie Andrews e Pedro Almodóvar serão homenageados com prêmios pela realização ao longo da vida.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top