Minha conta
    Oscar 2019: Academia revela quais categorias serão apresentadas durante os comerciais
    Por Renato Furtado — 11 de fev. de 2019 às 21:30

    A iniciativa faz parte do esforço da instituição em diminuir a duração da exibição da cerimônia na TV.

    Carlo Allegri/Getty Images

    A queda dos índices de audiência do Oscar não é um problema recente enfrentado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que em meados do ano passado, decidiu implementar novas medidas para estancar a sangria. Uma delas, a já infame categoria de Melhor Filme Popular, foi derrubada após uma enxurrada de reações negativas, mas a outra norma anunciada pela instituição para tentar diminuir a duração da exibição da cerimônia teve sequência — e a Academia acaba de revelar que quatro categorias do Oscar serão apresentadas durante os intervalos comerciais da transmissão.

    Os telespectadores, portanto, não verão nas telinhas os ganhadores das estatuetas de Melhor Montagem, Melhor Curta, Melhor Maquiagem e Melhor Direção de Fotografia; esta, aliás, é uma das mais proeminentes categorias técnicas da premiação. Em comunicado oficial, o presidente da Academia, John Bailey, fotógrafo de longas como Na Linha de Fogo e Melhor é Impossível, declarou que a implementação da limitação ajudará a reduzir o tempo de tela do evento para três horas. Mas, por outro lado, o executivo também anunciou uma novidade, desenhada para não roubar os holofotes dos ganhadores destas categorias:

    "Com a ajuda de nossos parceiros da ABC [emissora cuja pressão forçou a Academia a mudar suas próprias regras], nós também exibiremos a apresentação dos quatro prêmios na internet para nossos fãs globais aproveitarem, ao vivo, junto com nosso público. Os fãs poderão assistir às entregas das estatuetas no site do Oscar e nas redes sociais da Academia. A live é uma novidade para nosso show, e nos ajudará a ampliar o conhecimento do público e a promover estar quatro categorias", disse o presidente, que também revelou o esquema de rotatividade de categorias.

    No ano que vem, portanto, outras quatro disputas — ainda de acordo com Bailey, este número pode subir para seis — serão reservadas para os intervalos comerciais da exibição televisiva, e para a inédita apresentação na internet. Por fim, o executivo ainda afirmou ter o apoio dos sindicatos responsáveis por cada uma das áreas afetadas pela nova medida. Vale lembrar, no entanto, que em um primeiro momento, o anúncio de que determinadas categorias seriam excluídas da transmissão da ABC foi duramente criticado pelos setores de profissionais técnicos da sétima arte estadunidense.

    E você, o que acha? O Oscar acontece no dia 24 de fevereiro — fique ligado na cobertura completa do AdoroCinema!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top