Minha conta
    Reboot de Piratas do Caribe pode economizar US$ 90 milhões sem Johnny Depp
    Por Vitória Pratini — 2 de jan. de 2019 às 15:10

    Continuação da franquia será escrita pelos roteiristas de Deadpool.

    A Disney pode economizar cerca de US$ 90 milhões no seu reboot de Piratas do Caribe caso não traga de volta Johnny Depp como protagonista.

    Ainda que a companhia seja dona da Lucasfilm, da Marvel e da Pixar, e tenha rios de dinheiro fluindo, a Casa do Mickey está interessada em reviver a franquia Piratas do Caribe sem Jack Sparrow. Especialmente após a baixa bilheteria do mais recente longa da saga, Piratas do Caribe - A Vingança de Salazar (2017). Tal informação foi recentemente confirmada pelo chefe de produção da Disney, Sean Bailey, no mês passado, que revelou que quer trazer "uma nova energia e vitalidade" para a franquia.

    De acordo com a Forbes (via Screen Rant), não incluir o personagem de Johnny Depp faria com que o estúdio economizasse US$ 90 milhões — valor este que o ator estava ganhando por filme da franquia.

    Remover Depp da equação seria uma maneira eficaz e eficiente de manter os custos baixos, o que deve garantir a máxima rentabilidade para o novo Piratas. Os filmes originais ostentavam orçamentos bastante altos. Navegando em Águas Misteriosas (2011), por exemplo, custou US$ 378,5 milhões e A Vingança de Salazar chegou a US$ 230 milhões. Tirando US$ 90 milhões do salário de Depp do filme de 2017 (sem considerar o custo para outro ator principal) traria o orçamento para um número muito mais acessível (cerca de US$ 140 milhões, o mesmo valor de A Maldição do Pérola Negra).

    Disney

    Enquanto o alto salário seja um motivo válido para retirar Depp da franquia, ainda há o fato de que o ator tem sido protagonista de diversas manchetes negativas. Entre elas, o caso da acusação de agressão por sua ex-esposa Amber Heard; a briga com os agentes que gerenciavam seu dinheiro; seu filme City of Lies tendo o lançamento adiado indefinidamente após Depp ter sido acusado de agredir um membro da equipe.

    Sem contar que tirando Piratas do Caribe, nos últimos anos, Johnny Depp estrelou filmes longe de serem sucesso de público e crítica, como O Cavaleiro SolitárioTranscendence - A Revolução e Mortdecai - A Arte da Trapaça. Entretanto, atualmente, ele faz parte da franquia Animais Fantásticos como o vilão Grindelwald — decisão que gerou controvérsia entre os fãs.

    Enquete da Semana: Qual será o futuro da franquia Piratas do Caribe?

    Não há garantia de que o reboot de Piratas do Caribe seja tão bem-sucedida quanto os filmes anteriores, mas é uma decisão de negócios inteligente por parte da Disney querer diminuir os custos. Para o bem ou para o mal, o novo longa da franquia vai acontecer em breve, e terá roteiro de Rhett ReesePaul Wernick (Deadpool, Zumbilândia).

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • Ex-agentes de Johnny Depp confirmam que ator agrediu Amber Heard e tentou encobrir acusações de abuso
    • City of Lies: Drama biográfico estrelado por Johnny Depp é alvo de mais um processo judicial
    • Johnny Depp vai deixar a franquia Piratas do Caribe, sugere roteirista
    • Piratas do Caribe: Produtor da Disney confirma que franquia continuará sem Johnny Depp
    • Enquete da Semana: Qual será o futuro da franquia Piratas do Caribe?
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top