Minha conta
    Stan Lee anuncia que não irá mais conceder sessões de autógrafos em público

    O icônico quadrinista, atualmente com 95 anos, vem passando por maus bocados.

    Rich Polk

    Após ser vítima de toda espécie de esquemas escusos, incluindo um que envolveu o roubo de seu sangue para a fabricação de bizarras canetas de colecionador, Stan Lee decidiu se preservar. De acordo com o agente do icônico quadrinista, Jonathan Bolerjack, o criador do império da Marvel não vai mais participar de sessões de autógrafos em convenções de quadrinhos, tipo de evento do qual Lee tornou-se um assído frequentador:

    "Para ser bem claro, Stan vai parar 100% com as sessões de autógrafos em convenções e/ou em público. Nos últimos anos, seu bem-estar foi comprometido por pessoas com interesse em seu dinheiro e isso acabou", sentenciou o representante do quadrinista, em entrevista ao site Bleeding Cool. Lee ainda participará, por exemplo, do evento Desert Wind e concederá algumas assinaturas, mas por um preço. De acordo com os responsáveis pela convenção, cada autógrafo de Lee custará US$ 180, ou aproximadamente R$ 670.

    Além dos golpes dos quais foi alvo nos últimos meses, a turbulência na vida de Lee teve início com a morte de sua esposa. Depois do falecimento de Joan Lee, o quadrinista ainda encontraria mais problemas, de ordem médica, e viria a ser acusado de assédio sexual, em duas ocasiões distintas.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Back to Top