Minha conta
    Itens pessoais e coleções de Robin Williams vão a leilão
    Por Andressa Araújo — 4 de ago. de 2018 às 10:00

    Parte dos lucros será destinada a instituições sem fins lucrativos.

    Quase quatro anos depois da morte de Robin Williams, vários bens pessoais, obras de artes e itens colecionáveis do cinema pertencentes ao ator serão leiloados. Os objetos reunidos pelo astro durante sua vida serão colocados à venda na casa de leilões Sothebys, onde também estará o acervo de sua segunda esposa Marsha.

    O evento, batizado com o nome Creating a Stage: The Collection of Marsha and Robin Williams, acontecerá no dia 4 de outubro, em Nova York. Parte dos lucros se converterá em doações para organizações sem fins lucrativos e instituições apoiadas pelo casal em vida, que estiveram juntos de 1989 a 2010.

    Os destaques do leilão são uma toga usada por Daniel Radcliffe em Harry Potter e a Pedra Filosofal, peça estimada entre 10 e 15 mil dólares; e uma escultura da artista plástica Deborah Butterfield, que pode chegar a 280 mil dólares. Os lotes incluem ainda roteiros autografados, relógios, bicicletas e até a placa dada a Williams quando ele ganhou um estrela na calçada da fama. Outras obras de arte, modernas e contemporâneas — algumas assinadas por Niki de Saint-Phalle, Banksy e Shepard Fairey —, poderão ser adquiridas na ocasião. A coleção completa está disponível no site da Sothebys.

    Williams faleceu em 2014 e sua morte foi apontada como suicídio. Aos 63 anos, deixou seu legado no mundo da sétima arte, estrelando produções como Sociedade dos Poetas MortosUma Babá Quase Perfeita, Jumanji, Gênio Indomável — que lhe rendeu um Oscar — e O Homem Bicentenário.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Jonathan k_78
      Sociedade dos Poetas Mortos é e sempre será um dos melhores filmes da minha vida. O Sorriso desse homem nunca se apagará.
    • Vidamell Vida R.
      descanse em paz.
    Mostrar comentários
    Back to Top