Minha conta
    Dylan Farrow, filha de Woody Allen, critica Blake Lively e Justin Timberlake por terem trabalhado com seu pai
    Por Renato Furtado — 9 de jan de 2018 às 15:10

    A ativista acusou o diretor de tê-la abusado sexualmente quando tinha apenas 7 anos de idade.

    Após a cerimônia do Globo de Ouro 2018, que colocou mais uma vez em evidência a onda de corajosos testemunhos das vítimas de assédio sexual em Hollywood, capa da prestigiada revista Time, Dylan Farrow voltou a se manifestar. A ativista - que acusou Woody Allen, seu pai, de ter abusado sexualmente dela quando tinha apenas sete anos de idade - ofereceu seu apoio ao movimento, ressaltado pelo emocionante discurso de Oprah Winfrey, mas também encontrou tempo para criticar alguns de seus "partidários":

    "Apoio totalmente mulheres que tomam uma posição, dando seus braços a outras mulheres (e homens) e advogando a favor de uma à outra para concretizar uma mudança, não só na indústria do entretenimento, mas no mundo como um todo. Este é um objetivo válido e admirável, espero que essas mulheres mudem o mundo. Tendo dito isso, é muito difícil compreender como pessoas se juntam ao movimento sem aceitaram suas responsabilidades pessoais quanto à forma que suas palavras e decisões ajudaram a perpetuar a cultura que estão combatendo" declarou Farrow, em comunicado oficial divulgado pelo BuzzFeed News.

    Lively em cena de Café Society.

    A alfinetada que encerra o testemunho tem direção certa. Ou melhor, direções certas: Farrow está se referindo à Blake Lively e Justin Timberlake, que trabalharam com Woody Allen em Café Society e Roda Gigante, respectivamente. Ambos manifestaram seu apoio e doaram tinheiro para o Time's Up, fundo criado recentemente para oferecer apoio às vítimas de assédio sexual; no entanto, como lembra Farrow, os dois atores também já elogiaram suas experiências com o cineasta de Manhattan. À época de Café Society, Lively afirmou que considera que Allen "empodera as mulheres" - em uma defesa semelhante à feita por Kate Winslet - e Timberlake, por sua vez, declarou que concretizou um sonho ao trabalhar em Roda Gigante.

    "Tenho dificuldades em entender como uma mulher que acredita que Woody Allen empodera as mulheres possa reivindicar um papel como uma partidária das mulheres que sofrem por causa dos assédios sexuais. Tenho dificuldades em entender como uma poderosa força como Justin Timberlake possa declarar que está impressionado pela força das mulheres e ficar ao lado delas neste momento #MeToo [#EuTambém, hashtag que ganhou força no Twitter e tornou-se símbolo do movimento de denúncias das vítimas de abuso na rede social] e na frase seguinte dizer que trabalhar com Woody Allen foi um sonho que virou realidade", disparou Farrow.

    No último mês de dezembro, a ativista assinou um artigo no Los Angeles Times denunciando o apoio que a indústria continua a manifestar à Woody Allen: "Apesar de que a sociedade parece estar mudando rapidamente, minha alegação aparentemente ainda é muito complicada, muito difícil, muito 'perigosa', para usar os termos de Lively, para ser confrontada. A verdade é difícil de negar, mas fácil de ignorar".

    Timberlake em Roda Gigante.

    Allen, que negou as acusações feitas por Dylan Farrow e apoiadas por Ronan Farrow - cujo artigo ajudou a expôr os crimes de Harvey Weinsteinepicentro do escândalo de assédios sexuais -, recentemente teve o conteúdo de seus arquivos pessoais revelado. De acordo com o jornalista que fez a descoberta, os roteiros, ideias e anotações do diretor são repletos de misoginia e uma obsessão por jovens e adolescentes. O realizador ainda não se pronunciou sobre nenhum dos casos.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Sai Xereta
      Legal comparar investigação policial do Brasil com os EUA, pq são ambos países com sistema q opera igualmente...AcéfaloAlem do mais são casos diferentes, um ñ temnada q sustente um testemunho, ni outros tem diversas provas de negligênciaPior, segundo vc então quem é acusado automaticamente é o culpado, msm ja sendo provado o contrário, tem q ser mto otário msm, cuidado pra alguma pessoa vingantiva ñ te acusar amguinho, pq vc será automaticamente considerado culpado e ñ importa se as investigações te inocentarem kkkk
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Investigações nunca são a palavra final de algo. Quantos foram condenados em Santa Maria (RS), acéfalo? Você gosta de pedófilo, entroxe, faça bom proveito.
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Investigações nunca são a palavra final de algo. Quantos foram condenados em Santa Maria (RS), acéfalo? Você gosta de pedófilo, entroxe.
    • Sai Xereta
      Vc é tão acéfalo q ñ faz nem esforço de raciocinar o q eu disse, continua como papagaio acusando, sendo q nem ao menos sabe q já houve uma investigação na época e ainda quer pagar de bom mocista defensor dos fracos e oprimidos kkkk
    • Sai Xereta
      As investigações apontaram que ele não amolestou, mas acho q vc ñ sabe ler msm
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Manipulação foi o que ele enfiou na vagina da filha de 7 anos. Talvez seja o que você gosta de fazer, pedofilia, né?
    • Sai Xereta
      Escravoceta, antes de jogar pedras saiba q nem a investigação da época confirmou abuso, alias o q mais apareceu foi indicios de manipulação da mãe
    • Pessoa
      O problema é que tem muita gente que não gosta de Woody Allen que está aproveitando a ocasião pra massacrá-lo.Para estas criaturas, a questão é sempre Dylan versus Woody quando na verdade isto não é verdade. Dylan com certeza foi a vítima, a questão é se foi vítima de um suposto pai pedófilo ou duma suposta mãe manipuladora.Se tantos tem certeza que ele é culpado, critiquem em seus textos a Justiça e a Polícia norte-americana porque eles não encontraram indícios de sua culpa.Inclusive tem um artigo de Maio/1993 do New York Times entitulado Doctor Cites Inconsistencies In Dylan Farrow's Statements em que o médico que chefiou a investigação do caso apontou inconsistências no depoimento de Dylan, dando a impressão que havia sido ensaiado.
    • Jc V.
      Imagina como q deve ser a festa de Amigo Secreto na família do Woody Allen... #Tenso
    • Sebastião Costella
      Parece q é pré-requisito pra se ter sucesso em hollywood, basta abusar sexualmente alguma atriz ou produtura e assim vc ganhará muito tinheiro !!
    • Bernardo Bastos Guimarães
      Para mim, Woody Allen sempre foi um nada. Mas depois que soube de suas taras, tornou-se um lixo. Nem por todo dinheiro que me dessem eu trabalharia com ele e para ele. Então, apoio essa moça e, com ela, estranho que alguém aceite trabalhar com esse ser abjeto. E não existe essa formação tê-la abusado, AdoroCinema - é TER ABUSADO DELA. Acertem aí porque está muito feio.
    Mostrar comentários
    Back to Top