Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Darren Aronofsky fala sobre Jennifer Lawrence em Mãe!: 'Se alguém é musa de alguém aqui, eu seria a musa dela' (Entrevista exclusiva)
    Por Renato Hermsdorff — 21 de set. de 2017 às 07:23
    facebook Tweet

    Diretor ainda defende o polêmico filme: 'Acho que as pessoas religiosas vão curtir'.

    Depois de estrear no Festival de Veneza, Mãe!, o novo (e polêmico) filme de Darren Aronofsky (Cisne Negro) foi exibido no Festival de Toronto (TIFF). Enquanto foi vaiado (por alguns) no evento europeu, o longa saiu da mostra canadense com críticas mistas - e atualmente acumula, após 209 análises contabilizadas pelo Rotten Tomatoes, um saldo positivo de 68% de aprovação no portal.

    No último dia 12, ainda durante o TIFF, o AdoroCinema deu um pulinho em Nova York para conversar com o diretor - e com a atriz Jennifer Lawrence (entrevista aqui em breve). E não há melhor defensor da própria obra do que o eloquente realizador de 48 anos, atual namorado da estrela do filme, como você pode conferir na entrevista (completa no vídeo acima).


    Mãe! conta a história de um casal, “mãe” (JLaw) e "ele" (Javier Bardem), que vê sua paz ser perturbada quando outro casal praticamente invade a casa onde eles moram. "Eu queria contar um filme do ponto de vista da Mãe Natureza", conceitua o cineasta. "É um filme de invasão, algo com o qual as pessoas podem se identificar facilmente".

    Enquanto a anfitriã, que se dedica a reconstruir o prédio, se incomoda com a presença dos estranhos, ele, um escritor com bloqueio criativo, acaba recebendo os invasores com certa simpatia. E a história se desenrola em uma espiral de acontecimentos de proporções (literalmente) bíblicas até que…

    "Acho que as pessoas religiosas vão curtir o filme. Conheço pessoas religiosas que aprovaram o filme. Mãe! captura muitas energias diferentes", garante Aronofsky, que já tinha transitado pelo universo das escrituras de forma mais escancarada com Noé (2014).


    Sobre trabalhar pela primeira vez com a namorada, Darren não poupa elogios. "Jennifer foi uma grande colaboradora neste filme". Tanto que ele considera que até a trilha é ela. "Trabalhei muito na trilha sonora ao lado de um dos melhores compositores do mundo, Jóhan Jóhansson. Mas nunca deu certo. Nós não conseguíamos entender o porquê. Então, percebemos que Jennifer era a trilha sonora do filme. Em todas as cenas, o público se aproxima para ver o que Jennifer está fazendo".

    Podemos concluir, então, que JLaw é atual musa do cineasta, que foi casado por quase uma década com a atriz Rachel Weisz? "Acho que ela não é a musa de ninguém: Jennifer Lawrence é independente. Se é alguém é musa de alguém aqui, acho que eu seria a musa dela", ele devolve a provocação.

    Mãe! estreia esta quinta-feira, 21, nos cinemas brasileiros.

     


     


     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top