Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Doze Homens e Outro Segredo
    Média
    4,2
    869 notas e 22 críticas
    distribuição de 22 críticas por nota
    2 críticas
    4 críticas
    2 críticas
    9 críticas
    3 críticas
    2 críticas
    Você assistiu Doze Homens e Outro Segredo ?

    22 críticas do leitor

    anônimo
    Um visitante
    2,0
    Enviada em 24 de fevereiro de 2020
    Apenas uma grande fanfarronice. Uma continuação desnecessária de um remake desnecessário. Uma desculpa esfarrapada para reunir um punhado de astros e conseguir uns milhões na bilheteria. Ao menos, o diretor consegue criar umas boas cenas e uma pessoa no elenco, Vincent Cassel, mostra algum prazer genuíno de estar no filme.
    Fernando Schiavi
    Fernando Schiavi

    Segui-los 1710 seguidores Ler as 389 críticas deles

    3,5
    Enviada em 28 de fevereiro de 2012
    Muito bom! Essa segunda parte da franquia mostra Terry Beneedict, alguns anos depois de ser roubado por Danny Ocean e seus homens, conseguindo o paradeiro dos integrantes da quadrilha. Ele vai no encalço de cada um e xexige todo seu dinheiro de volta com juros. Como os integrantes do roubo já gastaram boa parte do dinheiro e precisam pagar Terry, eles precisam então praticar novos roubos para reaver a quantia em duas semanas. Como já são manjados nos Estados Unidos, eles partem para Amsterdã em busca de "emprego". No final acabam rivalizando com um milionário que gosta de praticar roubos impossíveis apenas para satisfazer seu ego, a buisca do Ovo Fabergé que será exposto em um museu em Roma e que vale mais do que ele precisa para pagar a dívida com Benedict. Nesta sequência do sucesso do filme anterior, o roteirista George Nolfi leva a história aqui para outro continente e tenta ampliar a grandeza do enredo e dos feitos do grupo. Ele consegue manter o bom tom de comédia mantendo a mesma fórmula do filme original. O elenco todo está de volta com a mesma competência. É importante destacarmos algumas cenas, como a inicial de Brad Pitt fugindo de sua namorada, assim como a que Julia Roberts acaba tentando se passar por ela mesma com boas cenas de interação especialmente com Bruce Willis que interpretou a ele mesmo. São cenas bem engraçadas e foram marcantes nesse filme. Já alguns personagens, tive a sensação, que ficaram um pouco sem função neste filme, sem ter a mesma importância do primeiro para o resultado final, o objetivo do grupo. Destaco aqui também o final, que acabou encontrando uma solução mais rápida e fácil e não foi tão elaborado e surpreendente. Ainda assim, o roteiro é bem construído costurando as histórias paralelas e com excelentes diálogos. Mais uma vez o elenco está ótimo, especialmente Brad Pitt, Matt Damon, George Clooney e Julia Roberts que teve um destaque um pouco maior neste filme. Catherine Zeta-Jones está lindíssima e encanta todo mundo como a detetive Isabel Lahiri. Vincent Cassel também vai muito bem nas suas cenas. Infelizmente a participação pequena de Andy Garcia foi bem menor, apesar de ser compreensível que esta segunda parte não girava em torno dele, e sim de outros personagens. Mais uma vez não temos o que falar da mais uma vez ótima e renovada trilha sonora de David Holmes, sem perder as características da trama original, da edição mais uma vez precisa de Stephen Mirrione e é claro à mais uma direção primorosa de Steven Soderbergh, mostrando cenários ainda mais convidativos com uma fotografia fabulosa, e soube mais uma vez conduzir este grande trabalho. Um pouco inferior ao primeiro filme em sua trama geral que é apresentada como menos complexa, e com menos cenas de infiltração e da idéia de algo impossível, de perigo iminente ou que exigisse um grande planejamento da equipe. O filme peca principalmente por não desafiar a equipe em mais uma ação espetacular em busca de um objetivo grandioso e específico. Mas ainda assim não deixa de ser um bom filme e que deve ser visto sem dúvida alguma!
    Matheus
    Matheus

    Segui-los 5 seguidores Ler as 60 críticas deles

    2,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Acho que tou sendo legal com minha nota... poderia ser pior... acho que faltou muita coisa, tem horas que vc fica meio perdido no filme sem saber o que ta acontecendo.sem dvida o primeiro e bem melhor.
    Diegoprs
    Diegoprs

    Segui-los 19 seguidores Ler as 38 críticas deles

    2,0
    Enviada em 22 de março de 2013
    Clichê do clichê. Novamente chato, e cada vez mais abusando do seu conhecimento. Desisti de ver o último filme, pois deve ser pior ainda.
    Estevan Magno
    Estevan Magno

    Segui-los 3685 seguidores Ler as 490 críticas deles

    2,0
    Enviada em 22 de janeiro de 2013
    O pior da série. Não gostei deste, Julia Roberts entrou para estragar. Mas em compensação teve o terceiro, porque este poderia não existir.
    jhonyborba
    jhonyborba

    Segui-los 112 seguidores Ler as 197 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    não se compara ao primeiro mais é muito bom.
    Rafael V
    Rafael V

    Segui-los 241 seguidores Ler as 210 críticas deles

    1,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Doze Homens e Outro Segredo: "Doze Homens e Outro Segredo", de 2004, é um filme com elenco estelar, como: George Clooney, Brad Pitt, Catherine Zeta-Jones (nova aquisição da franquia), Matt Damon, Julia Roberts, Don Cheadle, Andy Garcia e Bruce Willis (participação especial), entre outros; com direção do cultuado Steven Soderbergh, mas que, contudo não resultou num bom filme, com roteiro fraco, que praticamente não trouxe nada de novo em relação ao primeiro filme da série, "Onze Homens e Um Segredo", inclusive, bem inferior a este. nota: 7,0.
    anônimo
    Um visitante
    0,5
    Enviada em 10 de fevereiro de 2013
    -Não se compara ao primeiro mesmo,é muito mas chato!Nada de diferente e nada de inovação. -Aumentaram mas um personagem,no título do filme,mas não aumentaram a dinâmica e nem conseguiram fazer um grande filme. -Não Assista...(*Horrível)!
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR

    Segui-los 1059 seguidores Ler as 293 críticas deles

    1,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Há exatos 3 anos Danny Ocean (George Clooney) e seus asseclas roubaram $ 160 milhões dos cassinos do gangster Terry Benedict (Andy Garcia). Esse foi o enredo de "Onze homens e um segredo". Agora é a vez de Benedict localizar todos aqueles que o roubaram e exigir que eles devolvam o seu dinheiro com juros e correção monetária. Como a trupe já havia gasto boa parte do dinheiro, não restou outra opção que não um novo grande assalto para conseguir pagar a dívida. Agora o palco não é mais Las Vegas, Nevada, mas sim, Roma, Itália. O alvo do roubo é um ovo "fabergé", que ficará em exposição no museu de Roma. Agora a câmera de Steven Soderbergh está na mão dos camera men em um número grande de cenas, tentando dar um contorno de cinema "independente". Agora a música de abertura é "Sentado à beira do caminho", de Roberto Carlos, que teve uma versão italiana. Na verdade o embate fica entre o grupo de George Clooney, Brad Pitt, Matt Damon, etc e François Toulour (Vincent Cassel), um fora-da-lei francês que deseja provar que é melhor que a gangue dos americanos. O francês ensaiando passos de capoeira na sua casa, e utilizá-los para escapar dos raios laser que protegem o ovo fabergé, foi duro, realmente duro de engolir. E o que é pior, totalmente desnecessário. Igualmente descartável foi a sub-trama que no final leva a policial interpretada pela bela Catherina Zeta-Jones ao seu pai, La Marque (Albert Finney). Não paira dúvida de que esta seqüência é inferior ao filme original, porém, o resultado é palatável, principalmente pelo excelente time de atores, pela trilha sonora de David Holmes e pelo figurino da sempre talentosa Milena Canonero.
    Rodrigo Novac
    Rodrigo Novac

    Segui-los 3 seguidores Ler as 11 críticas deles

    5,0
    Enviada em 2 de junho de 2013
    Não poderia haver melhor sequência para Onze Homens. O roteiro que foi adaptado segue com a mesma dose de ação e humor que conquistou o público em seu antecessor. Com destaque para o desfecho, que sempre surpreende.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top