Minha conta
    007 - Permissão para Matar
    Média
    3,8
    74 notas
    Você assistiu 007 - Permissão para Matar ?

    14 Críticas do usuário

    5
    1 crítica
    4
    5 críticas
    3
    5 críticas
    2
    2 críticas
    1
    1 crítica
    0
    0 crítica
    Frank Fonda
    Frank Fonda

    Seguir usuário Ler as 56 críticas

    4,0
    Enviada em 20 de setembro de 2022
    Um dos Meus Favoritos da Franquia, Considero Melhor que Muita Coisa Feita Hoje em Dia,Dalton Perfeito!, Bond girls Belas ,e Um Vilão Assustador!,So Lamento ter Sido o Ultimo do meu Bond Favorito.
    Isis Lourenço
    Isis Lourenço

    Seguir usuário 5.814 seguidores Ler as 754 críticas

    3,5
    Enviada em 26 de julho de 2022
    16° filme da franquia,o 15°já tinha visto a tempos (fora de ordem).
    Adorei o carrinho elevador.
    Esse tem poucas passagens secretas,uma pena! E esse Bond novo,que não gostei,preferia o Sean.
    Machismo escrachado dessa vez, assim que o casal chega no hotel e o final com água de novo e claro,mulher!
    Só não entendi o critério de escolha dele ou será que entendi?!
    anônimo
    Um visitante
    3,5
    Enviada em 29 de dezembro de 2021
    Timothy Dalton se sai muito melhor que o seu filme anterior de estreia na pele do espião.John Glen consegue pesar a mão na ação e boas sequências de violência,como já tinha feito antes na franquia.

    O filme tem seu charme,visita vários lugares luxuosos e o bom elenco é bem montado.Destaque para Benicio Del Toro em sua primeira aparição no cinema.
    Andrei Andrade
    Andrei Andrade

    Seguir usuário 5 seguidores Ler as 51 críticas

    3,5
    Enviada em 2 de dezembro de 2020
    Timothy Dalton pode não ter agradado muito o público de 007, mas para muitos fãs de Ian Fleming, foi o ator que mais perto chegou da definição de James Bond. Ao meu ver a história é boa, visto que envolve uma pequena entrada na escuridão do personagem principal, que começa a se tornar desonesto por vingança. Na trama Bond enfrenta um vilão interessante, apesar dos clichês, personificado por Robert Davi, sem contar nas belíssimas atrizes que interpretam as Bond Girls, em um bom filme, onde o tema principal é a vingança, mas que não deixa de garantir bons momentos de ação e divertimento. Mas a questão é que, para uma série de filmes que definiu (ou redefiniu) a ação no cinema, o filme é muito sombrio e destoa dos demais filmes da franquias, isso na opinião esmagadora dos fãs mais acirrados do espião mais famoso dos cinemas. Ah, detalhe para a participação de um jovem Benício Del Toro em início de carreira.
    Vinícius d
    Vinícius d

    Seguir usuário 155 seguidores Ler as 524 críticas

    4,0
    Enviada em 9 de agosto de 2020
    Um filme atípico aos temas e desfechos da série, bela obra, aqui compensou tudo: boas cenas de ação, 007 colocando suas habilidades em prática. No filme o agente não serve a nenhuma causa britânica mas ainda assim tem uma missão. Nesse filme pode-se dizer que realmente salva os atores e um pouco menos a historia, Desmond Llewelyn, o Q., um grande camaleão se reinventou ao longo da série nesse filme brilhante atuação coadjuvante, Robert Davi um vilão a altura pela frieza e calma e a Carey Lowell brilhante ao lado do Dalton ao Benicio del Toro tambem uma otima atuação como capanga do vilão. Timothy Dalton introduziu um 007 mais moderno, mais agil na saga seguindo assim o trabalho para Pierce Brosnan ate Daniel Craig hoje.
    Antonio  conselheiro
    Antonio conselheiro

    Seguir usuário 2 seguidores Ler as 20 críticas

    5,0
    Enviada em 22 de fevereiro de 2019
    Vi em 89(em plena era rambo) com 16 anos,na época não me disse muito achei só outro filme de ação como tantos na época revi no ano de 1996 na Globo no festival james Bond, e gostei hoje e um dos meus favoritos da franquia, aliás melhor que muita coisa feita hoje em dia.
    Arcângelo S
    Arcângelo S

    Seguir usuário Ler a crítica

    4,0
    Enviada em 23 de setembro de 2018
    O filme mais injustiçado da franquia, como pode-se dizer que foi um dos melhores (senão o melhor), pois mostrou o que realmente é o agente secreto inglês, um assassino frio e calculista. Depois de Sean Conery, Timothy Dalton foi o melhor intérprete do personagem (Moore foi bom ator porém trouxe um ar cômico para o espião). Infelizmente foi fracasso de bilheteria (teve que concorrer com Batman e Indiana Jonas), e as cenas de ação e a trilha sonora não ficaram tão boas. Após isso, houve uma longa disputa judicial pelo personagem que somente em 1995 veríamos o retorno da franquia, porém com outro ator. Um filme sombrio, violento. Nota 4 estrelas
    Ricardo A.
    Ricardo A.

    Seguir usuário 129 seguidores Ler as 174 críticas

    3,5
    Enviada em 22 de setembro de 2018
    16º filme da série 007. Aqui a trama é mais coesa e um tanto mais realista com poucos elementos fantásticos que anteriormente deixavam o espião como um super herói. A espinha do roteiro é a vingança, e dai o vilão e toda a construção dramatúrgica é mais verossímil do que os anteriores e até posteriores que lidam com vilões com idéias fantasiosas de dominar o mundo. Porém, ainda temos a mesma linha de visão polarizada e superficial de bem x mal. Também temos poucas piadas desnecessárias ou comentários fora do contexto central. Embora Thimothy Dalton, não seja um dos 007 meu preferido, ele acaba trabalhando bem. O uso de Desmond Llewelyn como Q mais atuante sempre é muito agradável de se ver.
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Seguir usuário 46.496 seguidores Ler as 2.290 críticas

    4,0
    Enviada em 25 de janeiro de 2018
    Dalton fechando com chave de ouro sua participação como James Bond. Aqui temos um bom elenco, como Robert Davi, fazendo um vilão sangrento e Benício del Toro no início de carreira, que por sinal foi a melhor atuação do filme. Temos um roteiro ótimo, um dos melhores da série e um bom desenvolvimento, tirando os exageros em algumas cenas, como da carreta andando de lado Rsrsr... mas enfim. Permissão para matar é atrativo, convidativo e realista, assim marca o 16° filme da franquia.
    Luis R.
    Luis R.

    Seguir usuário 18.896 seguidores Ler as 759 críticas

    4,0
    Enviada em 6 de março de 2016
    Trazendo um tom diferente,décimo sexto filme da franquia é muito bom e tem uma história interessante,a trama mostra um James Bond extremamente violento e rebelde,tão obcecado por vingança que chegou a enfrentar todos os seus superiores,uma peculiaridade que adorei,foi 007 receber a ajuda de um parceiro de anos,Q vivido pelo fantástico Desmond Llewelyn,tem sua primeira aventura vivida efetivamente ao lado de Bond.Apesar de gerar profundo estranhamento de críticos e público,007-Permissão Para Matar esta no meu Top 10 da franquia.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top