Minha conta
    De Volta para o Futuro
    Média
    4,7
    4834 notas
    Você assistiu De Volta para o Futuro ?

    116 Críticas do usuário

    5
    75 críticas
    4
    27 críticas
    3
    4 críticas
    2
    10 críticas
    1
    0 crítica
    0
    0 crítica
    Vitor M.
    Vitor M.

    Segui-los 13 seguidores Ler as 16críticas deles

    5,0
    Enviada em 17 de novembro de 2014
    Antes de escrever a crítica, tenho uma história a contar : Após assistir Forrest Gump-O Contador de Histórias no cinema, eu me interessei por filmes do sr. Robert Zemeckis. Eu fui a locadora pegar alguns V/H/S como O Estranho Mundo de Jack e O Poderoso Chefão : Parte III. Eu me dei de cara com esse filme, que alguém acabara de devolver. Eu me interessei pelo título, pois lembrei de O Garoto do Futuro, também com Michael J. Fox. Quando eu vi que era de Zemeckis, eu abri espaço e peguei também. Assim, eu adorei a música e as atuações de J. Fox e Christopher Lloyd, eu gostei do clima e dos cenários, idênticos a 55. Os efeitos, avançados para a época, me surpreenderam também. As piadas rápidas foram boas e eu simplesmente amei as referências á Darth Vader e o planeta Volcano. Robert Zemeckis arrasou novamente como diretor, e foi uma comédia revolucionária. O tom do filme é mágico e é um filme para guardar. Meu primeiro amarelo
    anônimo
    Um visitante
    5,0
    Enviada em 23 de junho de 2019
    Sem dúvidas o filme mais icônico de viagem no tempo. Uma divertida aventura juvenil embalada por um elenco carismático, trilha sonora excelente e um visual brega fofo que só os filmes dos anos 80 tem.
    Anderson  G.
    Anderson G.

    Segui-los 980 seguidores Ler as 296críticas deles

    4,0
    Enviada em 5 de fevereiro de 2017
    “De volta para o futuro” é a síntese da diversão, o clássico da sessão da tarde nos anos 90, Robert Zemeckis nos traz um dos filmes mais divertidos do cinema, é claro, pincela alguma coisa de física, mas leva tudo na brincadeira, é um filme sem uma grande mensagem mas nem por isso ele é vazio, como obra cinematográfica ele tem tudo: Roteiro, Trilha Sonora, Fotografia, edição, mixagem...Começando pelo roteiro que trata sobre viagem no tempo de uma maneira extremamente simples, leve e divertida, e por incrível que pareça, ele é completo, não seixa nada a desejar, tudo é muito bem resolvido e os personagens são todos muito bem desenvolvidos, além de deixar aquele bom gancho de uma maneira natural. Outro grande ponto é a trilha sonora do Alan Silvestre, ela é épica e dita o som do filme, e todas as outras trilhas do filme são únicas, completamente anos 80, tal como a fotografia acinzentada high school, sem falar as atuações que são todas características, nada de genial, mas ninguém deixa a desejar aqui. Por fim a película é espetacular naquilo que se propõe a fazer: Ser um filme divertido.
    Ibsen P.
    Ibsen P.

    Segui-los 6 seguidores Ler as 30críticas deles

    5,0
    Enviada em 22 de setembro de 2015
    Sera qua ainda da para falar alguma coisa desse filme? Raro momento de perfeição que um cineasta pode atingir. E o cara foi la e repetiu em forrest gump. Raio caindo duas vezes no mesmo lugar. Resumindo o filme. Nāo da para tirar nem por nada senão estraga.
    Dead Lucas
    Dead Lucas

    Segui-los 83 seguidores Ler as 147críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Concordo com você, "De Volta para o Futuro" realmente é um filme mágico, mas você chamar "Star Wars", "Indiana Jones", "Matrix" e "Jurassic Park" de bostas você deve de estar cheirando muita cocaína...
    Esses filmes tem um contesto histórico e marcou gerações de uma forma, que gerou fãs no mundo inteiro. Agora eu não sei porque estou perdendo tempo mandando mensagem para você...
    Neto S.
    Neto S.

    Segui-los 22.047 seguidores Ler as 773críticas deles

    5,0
    Enviada em 11 de março de 2016
    Um jovem (Michael J. Fox) aciona acidentalmente uma máquina do tempo construída por um cientista (Christopher Lloyd) em um Delorean, retornando aos anos 50. Lá conhece sua mãe (Lea Thompson), antes ainda do casamento com seu pai, que fica apaixonada por ele. Tal paixão põe em risco sua própria existência, pois alteraria todo o futuro, forçando-o a servir de cupido entre seus pais. uns dos melhores filme ja feito, De Volta para o futuro tem otimos momentos, excelente trilha sonora, excelente elenco, Michael J. Fox esta otimo, vale muito apena assistir esse classico. Nota 10
    Cecilia e Paulo s.
    Cecilia e Paulo s.

    Segui-los 1 seguidor Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 12 de novembro de 2014
    Perfeito.Simplesmente me emociono cada vez que revejo este filme,(que não foram poucas).É incrível, como podemos nos colocar na história e até chega a parecer que protagonizamos junto com eles.
    Sensacional.Clássico, me marcou muito.Cresci esperando participar deste futuro de 21 de outubro de 2015.Próximo ano!Nem acredito que já passou tanto tempo.Nossa! entre alguns acertos sobre o futuro, eles não mencionaram os avanços da internet e dos celulares, MESMO ASSIM NÃO DEIXA NADA A DESEJAR, NA MINHA OPINIÃO NÃO MUDARIA NADA.AMOOOOOOOOOOOO!!!!!
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 43.916 seguidores Ler as 2críticas deles

    5,0
    Enviada em 9 de janeiro de 2018
    um dos maiores Clássicos e Filmes de todos os tempos! Filme que marcou a marca a vida de muitas pessoas pelo mundo inteiro. MaCFly e Companhia em uma viagem no tempo traz um Roteiro inteligente e eficaz ao publico, de forma aventureira e engraçada ele cativa naturalmente, isso são poucos filmes que conseguem e do do 1° ato ao ultimo, com muita emoção em cenas de ação de tirar o fôlego. Filme que concorreu a cinco óscar e vencedor de Melhor Edição de som e Efeitos sonoros. Hoje com certeza estaria concorrendo a no minimo 13, incluindo Filme e Diretor. De volta para o futuro de Robert Zemecks é um marco e divisor de águas na história do cinema mundial.
    Marcelo S
    Marcelo S

    Segui-los 129 seguidores Ler as 138críticas deles

    5,0
    Enviada em 29 de março de 2017
    Sem medo de afirmar, nunca afirmado tão corretamente...OBRA-PRIMA do Cinema.

    Quando tinha meus 8, 9, 10 anos, em várias oportunidades na ótima Sessão da Tarde, eu assistia essa pérola, sem saber que era uma, afinal por ser apenas uma criança não iria entender a grandiosidade que este filme era e o que representava e ainda representa para a cultura pop.

    Uma ideia maravilhosa de se fazer um filme em que o protagonista volta no tempo acidentalmente e acaba provocando o desencontro amoroso, a razão de ele nascer no futuro, de seus pais adolescentes, ter sua própria mãe apaixonada e ser um amigo/mentor de seu pai, fazendo-os ser apaixonar em outra ocasião, mudando assim certos e pequenos detalhes do seu futuro.

    De Volta Para o Futuro traz muitas referências da cultura Pop da época em que foi lançado (anos 80), como o blues-rock sucesso entre os pais na década de 50, mas Marty acidentalmente manda um solo de heavy metal, som que os filhos destes pais amariam nos anos 80, sendo para eles o símbolo da rebeldia e desprendimento da sociedade imperialista.
    Nos mostra também, com uma visão bem simplista e com muito humor, que Marty também acidentalmente cria o skate e dá visão e direção ao futuro do pai. Ou seja, um roteiro inteligentíssimo e muito bem elaborado, sem NENHUM furo, algo raro de se ver nos filmes de hoje em dia.

    Michael J. Fox, ainda um pouco cru no primeiro filme, não deixa de ter uma bela performance, que indiretamente acaba sendo o nosso herói dos filmes daquela época, cheios de Rambo, T1000, han Solo, Crocodilo Dundee, entre outros... Marty Mcfly tinha mais peso (e ainda tem).
    Quem rouba mesmo a cena é o genial Christopher Lloyd, ator brilhante, com um senso interpretativo de humor gigante, mas também um ator que faz dramas com muita facilidade, e trouxe um pouquinho disso para o Doc Brown, com suas marcantes interpretações faciais toma conta do filme, e por mais que seja um dos principais da história, ele cabe perfeitamente como coadjuvante neste filme, Doc Brown pra gente naquela época de infância seria aquele nosso tio doidão que adoramos passar o dia inteiro com ele se divertindo com suas maluquices que só nós respeitamos.

    Óbvio destaco também os três ótimos e competentes atores, Lea Thompson, Crispin Glover e Thomas F. Wilson, que entregaram um ótimo trabalho como a mãe e o pai de Marty e o briguento Biff, respectivamente, com uma leve preferência pelo trabalho de Crispin Glover, que fez toda uma interpretação caricata do pai de Marty, não só na adolescência aonde ele fez com muita personalidade, como na parte adulta do começo do filme, mostrando que ele têm muita versatilidade na sua interpretação com um personagem único como George McFly.

    Obra Prima sim, atemporal sim, você pode ver 10 vezes seguidas e não irá enjoar e irá rir de certas cenas com sinceridade, como se fosse um episódio de chaves, você sabe o que acontecerá, mas é tão bom, tão bem feito, que a risada vem sincera... e isso é muito bom num filme.

    Copiando do que eu li num comentário abaixo, se você ainda não assistiu este clássico, está perdendo seu tempo, pois este filme precisa ser visto por todos os cinéfilos que se prezem.
    Lucas M
    Lucas M

    Segui-los 13 seguidores Ler as 41críticas deles

    5,0
    Enviada em 8 de outubro de 2015
    pra começar a trilogia considero perfeito, inesquecível e um dos mais divertidos e ótimos filmes que vi na minha vida!!
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top