Minha conta
    Minha Vida Sem Mim
    Média
    4,3
    94 notas
    Você assistiu Minha Vida Sem Mim ?

    12 Críticas do usuário

    5
    4 críticas
    4
    2 críticas
    3
    2 críticas
    2
    3 críticas
    1
    0 crítica
    0
    1 crítica
    Cilania
    Cilania

    275 seguidores 219 críticas Seguir usuário

    5,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Esse filme é maravilhoso, muito emocionante me fez chorar muito.
    Faz a gente pensar melhor e dar mais importancia a tudo e todos ao nosso redor, precisamos amar muito ao próximo e principalmente fazer de tudo p/estar sempre ao lado de quem mais amamos e deixar de lado o egoismo, ou até mesmo de parar com essa correria que é a vida da gente.
    Butakun
    Butakun

    8 seguidores 8 críticas Seguir usuário

    5,0
    Enviada em 13 de janeiro de 2015
    "Ninguém pensa em morte no supermercado"... Só por esta frase, o filme já já nos ganha. E com um roteiro impecável e nada de final feliz, do jeito que eu gosto... Perfeito.
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR

    1.396 seguidores 293 críticas Seguir usuário

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    A diretora espanhola, com o patrocínio de ninguém menos que Pedro Almodóvar, consegue fazer um filme que teria tudo para descambar para um sentimentalismo barato numa pequena obra de arte que prima pela honestidade. Ann (Sara Polley) é uma americana, de 23 anos, casada, com duas filhas, pobre, que mora num trailer no terreno da casa de sua mãe (Deborah Harry, a líder do conjunto Blondie). Ela trabalha como faxineira de uma universidade no período noturno. Seu marido (Scott Speedman) é um construtor de piscinas que está desempregado. O casal se apaixonou quando assistiam a um show do grupo de grunge rock, Nirvana. Ao sentir-se mal, Ann procura o hospital para ser avaliada. Depois de muito tempo aguardando para ser avaliada e submetida a uma ultrassonografia abdominal, o médico constata que ela é portadora de um câncer. Sua expectativa de vida gira em torno de três meses. Ann decide não revelar o seu problema a ninguém. Limita-se a dizer que estava com uma anemia. Ann elabora uma listagem de coisas que ela pretende fazer antes de morrer. Passa a gravar fitas com mensagens de aniversário para as suas filhas até os 18 anos. É bom esclarecer que as filhas têm 5 e 3 anos, respectivamente. Tenta encaminhar o seu marido para uma vizinha que é enfermeira, solteira e teria todo o potencial para continuar no seu lugar assim que ela morresse. Um outro ítem da lista de Ann inclui a visita ao seu pai (Alfred Molina) na cadeia. Por acaso encontra a paixão em Lee (Mark Ruffalo), um engenheiro que foi abandonado por sua mulher e que encontra um grande impulso de vida no seu amor por Ann. Isabel Coixet deixa claro ao espectador que a personagem Ann passou a ter uma vida mais interessante após receber o "choque" da notícia do seu câncer do que em qualquer outra fase de sua vida. Ann permitiu-se viver um pouco da fantasia da qual ela nunca havia se aproximado devido à todas as dificuldades financeiras e familiares. Sarah Polley brilha como a personagem principal deste filme em que a morte traz à tona a vida, por mais paradoxal que isso possa parecer.
    Thiago
    Thiago

    8 seguidores 62 críticas Seguir usuário

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Muito bom filme! Te faz refletir sobre a sua vida, na verdade te leva a refletir sobre a própria excencia da vida, sobre o que é a vida, por que estamos aqui, nossos objetivos e tudo que envolve este assunto. Com ótimas atuações esse filme merece nada menos que um 10!
    gilberto.bsousa
    gilberto.bsousa

    1 seguidor 12 críticas Seguir usuário

    3,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Saber que você vai morrer muito cedo e deixar sua familia e filhos para trás é algo sem dúvida muito triste e enlouquecedor.

    Sem dúvida um dos filmes mais tristes que vi em toda a minha vida e que certamente não esquecerei.

    Bom roteiro e boas atuações. Recomendo que levem vários lenços...
    Marcos
    Marcos

    6 seguidores 67 críticas Seguir usuário

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    O filme nos disperta para uma perspectiva diferente da vida, nos levando a valorizá-la mais e a vivê-la com mais intensidade, em cada instante presente. Atores e atrizes maravilhosos souberam conduzir a proposta do filme, impressionando bastante.
    Jo Lage
    Jo Lage

    5 seguidores 43 críticas Seguir usuário

    4,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Triste...
    ...profundamente triste...
    Eh um filme q fica marcado,com certeza!!
    Me fez repensar nas prioridades da vida...
    Angeo
    Angeo

    5 seguidores 4 críticas Seguir usuário

    4,5
    Enviada em 13 de fevereiro de 2013
    Assisto sempre que me dá vontade e em todas as vezes o filme consegue me sensibilizar. Sempre me faz refletir acerca da vida. Uma pequena obra prima! E o elenco muito me agrada.
    Melissa R.
    Melissa R.

    1 seguidor 4 críticas Seguir usuário

    3,5
    Enviada em 15 de fevereiro de 2016
    Filme que nos faz refletir. Não diria muito bom, apenas bom, simples, como a vida. Creio que o melhor deste filme é como a protagonista, apesar de não pensar isso, é incrivelmente forte e soube lidar com a morte prematura de um jeito magnifico. Recomendo a você que esta lendo isso, se quiser ver algo que vale a pena, mas nao absurdamente.
    LuPenelupe
    LuPenelupe

    1 seguidor 5 críticas Seguir usuário

    5,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    ...quase precisei colocar um balde de meu lado, de tanto chorar. mas maravilhoso, sublime, não tem como assistir e ficar impune...
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top