Minha conta
    Toda Nudez Será Castigada
    Toda Nudez Será Castigada
    março 1973 / 1h 40min / Comédia dramática
    Direção: Arnaldo Jabor
    Roteiro Arnaldo Jabor
    Elenco: Darlene Gloria, Paulo Porto, Paulo Cesar Pereio
    Usuários
    3,2 14 notas e 4 críticas
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse

    Em uma família tradicional Herculano (Paulo Porto), um homem puritano que só tinha tido uma mulher na vida, prometeu para Serginho (Paulo Sacks), seu filho, enquanto a esposa agonizava, que jamais teria outra mulher. Já o irmão de Herculano, Patrício (Paulo César Pereio), vive às custas do irmão e faz de tudo para que Herculano dependa cada vez mais dele e assim possa explorá-lo cada vez mais. Aproveitando uma crise de desespero do irmão, Patrício coloca junto à mesa de Herculano uma fotografia de Geni (Darlene Glória), uma cantora de inferninho e meretriz. Após se embebedar Herculano vai ao bordel, onde encontra Geni e passa a noite com ela. Porém, depois renega a ligação, mas ele e Geni já estão apaixonados. Herculano promete se casar com ela, mas para isto precisa fazer Serginho viajar. Porém, sentindo o que está acontecendo, Serginho se recusa a partir, mas algo ainda muito maior vai torturar Herculano.

    Pela web

    Elenco

    Darlene Gloria
    Personagem : Geni
    Paulo Porto
    Personagem : Herculano
    Paulo Cesar Pereio
    Personagem : Patrício
    Isabel Ribeiro
    Personagem : Tia
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Adriano Côrtes Santos
    Adriano Côrtes Santos

    Segui-los 459 seguidores Ler as 277 críticas deles

    4,0
    Enviada em 21 de maio de 2019
    O viúvo Herculano se apaixona pela prostituta Geni, que lhe foi apresentada pelo irmão (que o odiava), e que tem conflitos com o único filho que exige dele luto e abstinência desde a morte da mãe. Após ser estuprado por um ladrão boliviano, o garoto fica mais vulnerável e aceita o casamento, mas começa também um romance com Geni. A mais bem-sucedida transposição para o cinema do universo de Nelson Rodrigues, dirigido por Arnaldo ...
    Leia Mais
    Antonio R
    Antonio R

    Segui-los 11 seguidores Ler as 51 críticas deles

    2,5
    Enviada em 30 de maio de 2014
    Toda Nudez Será Castigada dirigido por Arnaldo Jabor em 1972, pode ser considerada a melhor, talvez a única, entre todas as adaptações feitas para o cinema das obras do escritor Nelson Rodrigues. Apesar de proibido pela censura da época, e ter causado algum escândalo, o filme não chega ao nível quase pornográfico das demais produções que se basearam na obra do conhecido dramaturgo. Arnaldo Jabor conseguiu transpor para as telas a ...
    Leia Mais
    marcelo
    marcelo

    Segui-los 117 seguidores Ler as 181 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    A genialidade de Nélson Rodrigues foi perfeitamente transposta para o cinema através desta brilhante direção de Arnaldo Jabor. Darlene Glória impecável e a fina ironia aliada a crueza dos instintos mal percebidos como tão bem desenvolveu nosso inesquecível Nélson em suas obras estão maravilhosamente bem representados neste clássico do cinema nacional.
    Xoping
    Xoping

    Segui-los 4 seguidores Ler as 77 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    UMA DAS MELHORES ATUAÇÕES FEMININAS DO CINEMA BRASILEIRO ESTÁ NESTE FILME, DARLENE GLÓRIA ESTÁ INSTIGANTE, O FILME É SOBERBO COMO SEU DIRETOR. ARNALDO JABOR TEM UMA FILMOGRAFIA PEQUENA, MAS SINGULAR E ESTE É UM DOS SEUS MELHORES. UM FILME QUE EU RECOMENDO MUITO ASSITIR. UMA CENA ANTOLOGICA É QUANDO HERCULANO CHEGA EM CASA E ENCONTRA UMA GRAVAÇÃO DE GENI DEPOIS DE TER SE MUTILADO TODA, ELA DIZ: HERCULANO! AQUI QUEM FALA É UMA MORTA!"
    4 Comentários do leitor

    Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Premiado em Berlim, proibido no Brasil

    Toda Nudez Será Castigada gerou uma situação insólita na época de seu lançamento. Tendo sido um grande sucesso na época e representante oficial do Brasil no Festival de Berlim, neste meio tempo (no auge da ditadura) o general Antônio Bandeira, chefe do serviço de censura, viu o filme no cinema e o achou imoral, ordenando sua proibição. Assim o Brasil era representado por um filme que era proibido no país e, possivelmente, só foi novamente liberad... Leia Mais

    Prêmios

    FESTIVAL DE BERLIMGanhouUrso de Prata - Arnaldo JaborFESTIVAL DE GRAMADOGanhouMelhor FilmeMelhor Atriz - Darlene GlóriaMenção Especial - Trilha Sonora

    Ranking dos Melhores Filmes Nacionais

    52º colocado na lista de melhores filmes brasileiros de todos os tempos segundo a Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

    Últimas notícias

    Abraccine elege os 100 melhores filmes do cinema brasileiro
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    quinta-feira, 26 de novembro de 2015

    Detalhes técnicos

    Nacionalidade Brasil
    Distribuidor Embrafilme
    Ano de produção 1973
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 3 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Português
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top