Minha conta
    Busca Implacável 3
    Média
    4,2
    1073 notas
    Você assistiu Busca Implacável 3 ?

    111 Críticas do usuário

    5
    32 críticas
    4
    20 críticas
    3
    39 críticas
    2
    13 críticas
    1
    5 críticas
    0
    2 críticas
    Lucas S.
    Lucas S.

    Seguir usuário Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 27 de fevereiro de 2015
    Gostei muito , principalmente por que eles conseguiram seguir a temática dos outros dois filmes e manter a forma de ação que deixou o filme tão popular e agora contando a história de uma tentativa frustrada de um ex - agente da CIA , de tentar ter uma vida tranquila mas que é interrompida pela acusação de um crime que ele não cometeu e aí quando começa a sua caçada para tentar limpar o seu nome .
    E é por isso e muito mais que eu acho que Busca Implacavel 3 é um dos melhores filmes de 2015 .
    Gui Souza
    Gui Souza

    Seguir usuário 8 seguidores Ler as 28 críticas

    2,5
    Enviada em 27 de fevereiro de 2015
    Desde o primeiro Busca Implacável, a série de filmes possui uma premissa bem simples. É um filme de ação clássico, com perseguições, um protagonista forte que supera a todos e frases de efeito.

    O primeiro filme deu muito certo. A trama trouxe um peso diferente e um protagonista instigante, de poucas palavras e muita habilidade, na figura de Liam Neeson. O segundo tentou repetir a fórmula de sucesso, usando alguns elementos do primeiro filme para ligar tudo, mas não conseguiu atingir o mesmo patamar. Já havíamos visto tudo no primeiro filme, não haviam mais surpresas que pudessem fazer a história se sobressair perante os outros filmes de ação que vemos por aí. Busca Implacável 3 tenta fazer o que o segundo filme não conseguiu, recuperar a origem da série, trazendo novos elementos e um pouco de drama para o público.

    Não se pode dizer que deu certo. O filme tenta nos ganhar com alguns plot twists manjados, que acabam não servindo para muita coisa. Desde o começo do filme já é possível definir quem é o real vilão da história, e toda a ladainha usada para escondê-lo é fraca demais para gerar algo realmente digno no longa-metragem.

    Tão sem sentido quanto esses plot twists são os personagens secundários. O detetive interpretado por Forest Whitaker é totalmente plano, estando ali simplesmente para ser o “cara da polícia”. Fica pior ainda quando, no final do filme, ele diz ter resolvido toda a trama logo no começo, por conta de uma trivialidade extremamente simplista.

    Tecnicamente, o filme também traz alguns problemas. A filmagem é confusa, em diversos momentos não dá para realmente saber o que está acontecendo, principalmente em algumas cenas de perseguição. Em determinada perseguição, você não consegue entender em qual carro estão os personagens, e nem o que realmente está acontecendo naquela confusão de takes.

    Busca Implacável 3 é um filme comum. Não apresenta nada inovador, principalmente porque é o terceiro filme com praticamente a mesma história, já usada até a exaustão. Até mesmo a frase de efeito que ficou famosa no primeiro filme é usada aqui. Embora o filme não seja exatamente ruim (Liam Neeson consegue trazer boas cenas), chegou a hora da franquia parar, antes que a lembrança deixe de ser o primeiro Busca Implacável e passe a ser o show de problemas que veio na sequência.
    Celso M.
    Celso M.

    Seguir usuário 276 seguidores Ler as 178 críticas

    4,0
    Enviada em 26 de fevereiro de 2015
    Nesta terceira parte você terá um Liam Neeson mais tranquilo no início, mas a calmaria não durará muito tempo, pois a ação recomeçará com muita maestria e ritmo. A combinação explosiva de Liam Neeson, e Forest Whitaker é genial e, porque não falar bem da direção de roteiro do filme? Sim. Vale a pena conferir. esperando pela quarta parte. Aconselho.
    Patricia S.
    Patricia S.

    Seguir usuário 22 seguidores Ler as 2 críticas

    5,0
    Enviada em 26 de fevereiro de 2015
    Perfeito *-* Adorei , Nao tem Igual !!!!. 😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁
    William C.
    William C.

    Seguir usuário Ler a crítica

    3,0
    Enviada em 25 de fevereiro de 2015
    tipo ele mata tudo mundo, o ultimo cara que foi o culpado de tudo que ele realmente deveria matar ele nao mata
    Marco Tulio P.
    Marco Tulio P.

    Seguir usuário Ler as 4 críticas

    2,0
    Enviada em 22 de fevereiro de 2015
    Típico filme de ação com muitas explosões e exageros de efeitos especiais ao lado de uma trama sem sentido.
    bcco11
    bcco11

    Seguir usuário 4 seguidores Ler as 46 críticas

    4,5
    Enviada em 22 de fevereiro de 2015
    A mudança na lógica da história de Mills faz efeito, e se torna muito bom ver Mills se dividir entre fugir da policia e caçar os assassinos. Prende a atenção, contém boas cenas de ação, e uma trama honesta, sem muita frescura. Vale a pena ver, não chega a ser melhor que o primeiro, mas supera em muito o segundo e consegue manter o fôlego da franquia.
    Diogo R.
    Diogo R.

    Seguir usuário 14 seguidores Ler as 35 críticas

    3,0
    Enviada em 22 de fevereiro de 2015
    "Busca implacável 3" aprendeu com o fracasso do seu antecessor e trouxe um elemento sempre salutar no cinema, a originalidade. O primeiro filme é excelente. O segundo, infelizmente, acabou sendo uma cópia piorada do primeiro. A boa notícia é que desta vez o roteiro não cometeu o mesmo erro, dando espaço para outras personagens e partindo de premissas diversas. Um enorme alívio. Outro alívio foi o policial de Forest Whitaker (outrora vencedor do Oscar de melhor ator, em "O último rei da Escócia"). Whitaker já é um especialista no papel e já conhece bem o modo automático para o seu exercício. Um modo automático de grife, mas um modo automático. A parte que merece elogio é que, apesar de seguir o estereótipo já cansativo dos policiais estadunidenses (incompetente e comedor de rosquinhas), não é um idiota. Convenhamos, os filmes hollywoodianos ADORAM fazer seus policiais de idiotas. Desta vez, temos um inteligente. Atrasado, mas inteligente.
    É evidente que o terceiro (e talvez não o último) filme repete muito do anterior. Bryan é, mais uma vez, um incansável Chuck Norris. Muita luta, muita ação, ele sempre pensando na filha (infelizmente, o papel de Famke Janssen é diminuto, pois Lenny morre no começo - e isso não é spoiler, pois é dessa premissa que o filme parte, e está no trailer) e, desta vez, fugindo para não ser pego (pela polícia, pois pensam que foi ele quem matou Lenny) ao mesmo tempo que corre atrás dos verdadeiros responsáveis. Um roteiro interessante, não? Mas extremamente previsível - este, o erro mais grave. O segundo erro, menos ação. Aliás, a opção foi por inserir muito mais drama, o que não se torna um fardo na obra apenas porque Liam Neeson é um baita ator. O terceiro erro, a mudança de ritmo (em sentido amplo) em relação aos demais: mais lento, enrolado (em especial no início, mais entediante) e com uma trilha sonora desagradável.
    Em resumo (me esforço para ser suncito, mas, confesso, tenho grande dificuldade), tem alguma originalidade, o talento incomparável de Neeson e boas cenas de ação (como um container capotando, além das tradicionais lutas). Isto é, pesca bons elementos dos anteriores. Por outro lado, é muito previsível, um pouco enrolado e com um estilo demasiadamente dramático para um filme de ação. Liam Neeson que não leia... mas... muito melhor que o segundo, mas muuuuuuuuuuuuuuuuito inferior ao primeiro.
    Alexandre B.
    Alexandre B.

    Seguir usuário 35 seguidores Ler a crítica

    3,0
    Enviada em 21 de fevereiro de 2015
    Mais ou menos,matem praticamente a historia dos outros filmes,mas a açao e bem cativante
    Aline S.
    Aline S.

    Seguir usuário 10 seguidores Ler as 2 críticas

    2,5
    Enviada em 20 de fevereiro de 2015
    Achei ainda pior que o primeiro. O segundo deixou um pouco a desejar então acabei gostando mais deste por ter algumas nuances de desfecho. Há momentos de surpresa durante o filme, mas as cenas de ação diminuirão substancialmente do primeiro para o ultimo.
    Além de tudo, o padrasto da filha do ator principal é diferente entre o primeiro e o ultimo filme. acredito que acharam que o ator do primeiro filme não tinha um perfil tão arrojado.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top