Minha conta
    Pânico (2022)
    Média
    3,4
    31 notas
    Você assistiu Pânico (2022) ?

    9 Críticas do usuário

    5
    3 críticas
    4
    3 críticas
    3
    3 críticas
    2
    0 crítica
    1
    0 crítica
    0
    0 crítica
    Nelson J
    Nelson J

    Seguir usuário 35.342 seguidores Ler a crítica

    5,0
    Enviada em 13 de janeiro de 2022
    Não é uma obra prima, mas a nostalgia e flashbacks afetaram a memória afetiva. Filme delicioso e cheio de pistas falsas e final condizente. Não perca!
    Fabricio Saraujo
    Fabricio Saraujo

    Seguir usuário

    3,0
    Enviada em 14 de janeiro de 2022
    Sou super fã da franquia pânico mas esse quinto filme deveria ter sido melhor. Após tantos anos voltar com uma justificativa fraca para os assassinatos. Era melhor ter sido a filha do ex namorado da Sidney a assassina onde atraía a Sydney para a casa onde ocorreu o primeiro filme para se vingar. Muito melhor do que fãs querendo montar história.
    As cenas das mortes são muito boas. Gostei. Mas para mim o quarto filme supera todos.
    Everton Luís
    Everton Luís

    Seguir usuário Ler as 14 críticas

    4,5
    Enviada em 14 de janeiro de 2022
    Esse filme me deu uma nostalgia incrível pela trilha sonora, as cenas das mortes foram bem elaboradas e com um ótimo suspense do começo ao fim.
    A gente fica tentando descobrir quem é o assassino, e no final tem uma surpresa.
    Só não gostei do xerife Dewey e a Judy ter morrido, pois tinha um carinho por eles.
    Rodrigo Gomes
    Rodrigo Gomes

    Seguir usuário 4.304 seguidores Ler as 610 críticas

    3,5
    Enviada em 15 de janeiro de 2022
    Algum dia iremos cansar de assistir a essas franquias bobas? Acho que não. Nesse, diferente dos outros, é o mais escrachado e cômico de todos, trazendo uma linha realmente trash. Ainda assim, não perde o jeito. É tudo praticamente igual.
    Anderson  G.
    Anderson G.

    Seguir usuário 985 seguidores Ler as 299 críticas

    4,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2022
    "Pânico 5" usa a mesma fórmula do primeiro, mas com perfeição, os diretores souberam usar a metalinguagem, as referências e melhoraram o que já era bom, a partir desse ponto, essa crítica contém spoilers.

    O filme começa, como sempre com uma icônica cena de matança, a vítima é tara, que é atacada pois sua irmã tem uma ligação passada com os acontecimentos do primeiro filme, isso não é necessário muita explicação, pois a personagem Mindy - uma amiga de Tara -, faz nesse filme o papel do amante de filmes de terror, muito diferentes dos outros longa, que fazem diversas referências e paralelos com os filmes do gênero, como "Halloween" Sexta-Feira 13", "Massacre da serra elétrica", etc. Aqui a grande referência é a própria saga pânico, representada por "stab" que é uma antologia de filmes que são inspiradas nos acontecimentos de pânico, em determinado momento, Mindy, explica o filme inteiro para a gente, e isso é maravilhoso, é sátiro, confuso, metalinguístico e auto-referencial, isso acontece diversas vezes ao longo do enredo, temos um "Bem vindo ao terceiro ato" dita por uma das assassinas, temos uma situação com uma personagem em chamas que "passa a tocha" indicado as novas duas heroínas da série que virão para a nova geração, e até após a morte de um dos principais personagens ouvimos um "que honra" que parece ser um recado vindo dos próprios diretores, que não são os mesmos do original, mas fazem um ótimo trabalho.

    Aquele velho ditado que diz que apenas entupir um filme de referências não deixa ele bom é verdade, mas aqui as referências são práticas, a saga pânico sempre soube usar isso, a metalinguagem é ótima, em termos técnico também temos uma evolução, o gore está sensacional, e as batalhas corpo a corpo muito bem coreografadas, a fotografia escura dá um tom especial, o uso do mesmo cenário do primeiro causa uma nostalgia e até os ângulos são parecidos, a trilha está boa e as atuações são bem melhores do que as dos filmes anteriores, mas ainda assim nada de espetacular nesse quesito.


    "Pânico" é um novo respiro para uma obra revolucionária do gênero de terror, muitas pessoas esquecemos da qualidade e importância dessa saga para o gênero, inclusive, são diversas as piadas disso dentro desse quinto filme, a onde contemplamos demais o chamado "pós terror" que esquecemos um pouco dos clássicos slashers movies por julgarmos serem ruins, não é bem assim e pânico, novamente, comprova isso, assistindo esse quinto filme eu me lembrei um pouco da série "Cobra Kai", isso mesmo, pois os envolvidos nesse filme, tal qual na série não são os criadores mas claramente amam demais os filmes originais e conseguem entender a obra com um olhar único. A base de fãs de pânico sempre foi enorme e muitas vezes critica demais, nesse quinto filme esse assunto também é citado, a influência negativa do fã maluco, por fim, é uma bela continuação, praticamente um reboot sem ser reboot, que vai agradar os fãs e dar início a uma nova era. Nota 8.5/10
    Breno Antonio Antonio
    Breno Antonio Antonio

    Seguir usuário 1 seguidor Ler as 7 críticas

    3,5
    Enviada em 14 de janeiro de 2022
    O filme é respeitoso com os filmes Panico de Wes Craven, Ghostface ainda é um vilão de terror intimidador e mais assustador, que ainda age como um humano normal e usa a faca de caça, ele ainda é iconico e assedia bastante suas vítimas dando aquela boa e velha tensão ao filme, a cena dele na abertura e no hospital são perfeitas. O filme apresenta muitas referências da série Scream , que é de bom grado levá-la, tem referencia ao Randy, Tatum, Mickey, e é claro á Billy e Stu

    Spoilers
    O filme tem vários pontos duvidosos, embora seja ótimo ver Skeet Ulrich de volta como Billy Loomis, a revelação bem no primeiro tempo que Sam Carpenter é filha de Billy Loomis é MUITA RIDÍCULA, embora acrescente algo na história.
    O assassino do filme tem a motivação mais ridícula de todas

    Billy Loomis (abandono maternal), Stu Macher (queria matar Casey por trocar ele pelo Steve), Debbie Loomis (vingança), Mickey (recriar os assassinatos do primeiro filme), Roman (orquestrou tudo), Jill Roberts (fama, glória e inveja).

    Os assassinos no filme aparentemente querem fazer um novo filme "Stab" e enquadrar Sam como a vilã e, dizem eles, Hollywood está sem ideias (q motivação bosta). Isso parece só uma releitura podre dos assassinos Jill e Mickey de Panico 4 e 2, só que sem o charme ou algo de novo, diferente de Jill e Charlie eles não filmam os assassinatos nem nada, e diferente do Mickey q era um serial killer psicótico obcecado por filmes e queria se revelar ao público um serial killer de verdade imitando o massacre de Woodsboro os dois novos assassinos são apenas dois fãs do filme Stab que se conheceram online e não gostaram dos outros filmes da trilogia,

    Tirando isso, vale o ingresso.
    Mvnunes84
    Mvnunes84

    Seguir usuário Ler a crítica

    4,5
    Enviada em 17 de janeiro de 2022
    Pânico 5 eleva a franquia a potencia sem frescura e sangrento ao extremo honra o primeiro e segundo filme. Inovador e necessario.
    Mateusnicolas16
    Mateusnicolas16

    Seguir usuário

    5,0
    Enviada em 16 de janeiro de 2022
    Realmente foi um tremendo presente para os fãs da franquia, referências muito bem colocadas, no tempo certo e na medida exata. E ao mesmo tempo que brinca com o passado, no trás personagens novos que cativam tanto quanto os antigos. Com certeza honrou o legado da saga.
    Placidogomes722
    Placidogomes722

    Seguir usuário

    5,0
    Enviada em 15 de janeiro de 2022
    Estou muito satisfeito com Scream ♥️
    Só de saber que a franquia voltou, isso já me deixar mega feliz!!!! Sou um grande fã de facada rsss
    Adorei o filme 😁🤩
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    • Melhores filmes
    • Melhores filmes de acordo a imprensa
    Back to Top