Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Flores Do Oriente
    Média
    4,4
    217 notas e 69 críticas
    distribuição de 69 críticas por nota
    25 críticas
    31 críticas
    10 críticas
    2 críticas
    1 crítica
    0 crítica
    Você assistiu Flores Do Oriente ?

    69 críticas do leitor

    Lucas S.
    Lucas S.

    Segui-los 175 seguidores Ler as 204 críticas deles

    4,5
    Enviada em 14 de novembro de 2016
    Bravo e Bravo. Um filme de guerra com uma sensibilidade master. A produção chinesa que retrata o conflito pré segunda guerra mundial, entre Chineses e Japoneses. Onde um agente funerário vai à uma igreja católica, protegida contra ameaças dos dois países, para enterrar o padre falecido. Entretanto ao conseguir chegar a referida igreja é surpreendido por seus moradores, meninas servas de Deus e um garoto, o braço direito do padre. O Agente se mostra indiferente ao conflito existente, mas não pode pular fora quando se vê responsável pelo grupo e por outro grupo de mulheres que entram ao local para se abrigarem, são conhecidas garotas de programa da cidade. Apesar da resistência dos habitantes originais, ela permanecem lá, em pé de conflitos com as meninas puritanas. Esse relacionamento é o mágico do filme, fora que a fotografia, figurino e maquiagens entre esses dois grupos, criam um contraste muito bonito que valoriza a obra. No entanto o grupo sofre constantes ataques por partes dos militares japoneses, sendo despojadas, por estes de forma brutal e traumatizadora. Há cenas da guerra propriamente dita, entre os soldados japoneses que levam a melhor sobre os chineses. Cenas brilhantes e bem feitas. Mais do que recomendo este filme.
    anônimo
    Um visitante
    4,5
    Enviada em 12 de maio de 2016
    >Filme assistido em 12 de Maio de 2016 >Nota 9/10 Em plena guerra entre Japão e China,acompanhamos a história real do americano que se arriscou para ajudar inocentes garotinhas de um convento. Um acerto enorme em escolher Christian Bale para o papel principal.O ator dá um toque especial a movimentada história.Que começa com o horror da guerra,e vai se acalmando nas sequências.Os momentos na guerra são belíssimos.Uma edição de som lindíssima,se junta a uma fotografia arrojada para a situação.
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 36395 seguidores Ler as 1 838 críticas deles

    3,5
    Enviada em 24 de março de 2015
    Bom filme de Cristian Bale, tendo um roteiro bem rodado e ótima fotografia! sendo este bem sofredor e melâncolico e mais uma ótima atuação do excelente Bale!!!
    danicarreis
    danicarreis

    Segui-los 32 seguidores Ler as 70 críticas deles

    4,5
    Enviada em 10 de fevereiro de 2013
    Nossa, este realmente é um filme que mexe com o espectador! Os atos de altruísmo, abnegação e doação ao próximo em meio ao caos da guerra são retratados de forma belíssima e emocionante... Me impactou e emocionou bastante! A atuação de Christian Bale também é impecável!
    Marcio S.
    Marcio S.

    Segui-los 62 seguidores Ler as 126 críticas deles

    2,5
    Enviada em 23 de julho de 2013
    Zanq Yimou, diretor chinês que fez Herói, Clã das Adagas Voadoras, Lanternas Vermelhas entre outros, realiza aqui um drama que se passa em 1937, quando os japoneses invadem a cidade de Nanking na China. Este filme deixa a desejar principalmente em seu roteiro e apesar de contar uma história de heroísmo não consegue nos envolver emocionalmente. Nosso protagonista é John Miller (Christian Bale), americano que trabalha na China como agente funerário. Como ele, noviças e um grupo de prostitutas estão tentando chegar ao mesmo lugar. Todos estão procurando abrigo em uma igreja. Quando Miller descobre que não há padre para ser enterrado resolve ficar por lá pelo menos uma noite. Quando as prostitutas chegam à igreja Miller resolve promover uma festa dentro da igreja. Em seguida há acontecimentos que fazem com que ele fique na igreja de vez. O filme é mais uma vez uma história em que um homem de índole duvidosa, acaba se tornando um possível herói. Os pilares do roteiro são fracos e assistimos a reviravoltas difíceis de acreditar, como quando personagens saem do abrigo para correr o risco de morrer, sabendo o que está acontecendo lá fora. Ou como uma personagem chega até um lugar para pegar um gato, porém ela tem que passar por um lugar dentro da igreja em que naquele momento só pioraria a situação de quem está lá. Ora como ela chegou até ali se antes todos estavam em seu caminho. Parece que ela simplesmente se materializou ali, pois se não há como ela voltar, nem ir para frente como explica a aparição dela ali. Então dessa maneira introduzem-se atos absurdos ou personagens que estão em lugares sem que haja uma explicação de como se chegou até o local, para mover a ação do filme. O caráter de cada personagem é construído para depois desconstruir. Miller demonstra um caráter duvidoso e logo muda de lado. O general japonês também. Demonstra um caráter e logo em seguida parece ter outro. Tudo isso para mover a trama. A iluminação divina que recai dentro da igreja sobre as noviças quando estão rezando (isso acontece algumas vezes) e sobre Miller em um momento do filme é de extremo mau gosto além é claro de ser forçado. Dividir as personagens em céu e inferno se não é um acerto, no mínimo é interessante. As noviças ficam na parte de cima (céu) e as prostitutas no porão (inferno). Há momentos que as prostitutas são salvas por estarem lá embaixo e o roteiro faz com que as noviças não desçam até lá nem em um momento de perigo. Assim as noviças se tornam promissoras agentes do bem e se sacrificariam para que as prostitutas se salvem. Ao mesmo tempo as pessoas que estão no inferno precisam de uma redenção para ter a oportunidade de irem para o céu. Um filme com um tema já desenvolvido e que o roteiro não ajuda muito.
    Sidney  M.
    Sidney M.

    Segui-los 17945 seguidores Ler as 1 082 críticas deles

    4,0
    Enviada em 26 de dezembro de 2013
    Fotografia marcante, história muito bem construída e cenas chocantes, um dos melhores filmes do ano. Muito bom!
    Lyrion Matheus
    Lyrion Matheus

    Segui-los 35 seguidores Ler as 70 críticas deles

    4,0
    Enviada em 17 de março de 2013
    Ótimo drama. Bem produzido. Destaque para os figurinos excelentes! Christian Bale dá conta do recado. Impactante e emocionante.
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 19189 seguidores Ler as 1 122 críticas deles

    3,0
    Enviada em 16 de janeiro de 2017
    O diretor Yimou Zhang, desde seu Clã das Adagas Voadoras (2004), parece não ter perdido seu ar "afetado" de expor o horror da guerra de maneira estilada e "gore". O problema é que em Flores do Oriente esse estilo não possui espaço, pois é um drama que envolve meninas encarceradas em um convento no meio da ocupação japonesa, um grupo de meretrizes que acabam se refugiando no mesmo lugar, e um agente funerário (Cristian Bale), com uma inclinação em beber sem parar e tentar ser engraçado e espirituoso, mesmo que seja para um bando de crianças.
    frgil
    frgil

    Segui-los 8 seguidores Ler as 19 críticas deles

    4,5
    Enviada em 20 de novembro de 2013
    O filme surpreende em todos os aspectos, no relato historico, na crueldade da guerra, tudo isso apenas como pano de fundo para uma linda estoria de pessoas diferentes vivendo uma situação extrema. O desempenho do nosso eterno batman é fantastatico, mais seus coadjuvantes orientais nao ficam atrás, formaram um belo conjunto, Recomendo, uma obra de arte!
    js2013
    js2013

    Segui-los Ler as 13 críticas deles

    3,5
    Enviada em 1 de fevereiro de 2013
    O filme tem uma bela história, porém discordo que ele seja baseada numa história real, pois não houveram esses fato na realidade. A violência sim tem muita, mas eu diria que é proporcional à realidade daquele tempo. O ponto fraco dele é a valorização excessiva do americano como o herói salvador do mundo, uma história criada para o filme fazer sucesso nos EUA.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top