Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    1 Contra Todos retorna ainda mais trágica e latino-americana em sua 3ª temporada (Primeiras impressões)
    Por Renato Furtado — 23 de abr. de 2018 às 08:13
    facebook Tweet

    Confira nossa opinião sobre o pontapé inicial da nova leva de capítulos do drama policial, que estreia neste dia 23 de abril.

    O lodo preenche a decadente piscina da mansão, o sol de Brasília esquenta as costas, a bebida já não afasta os fantasmas e o peso dos erros do passado esmaga os ombros: após atravessar mais uma espiral de tragédias, Cadu (Júlio Andrade, novamente camaleônico e novamente formidável) concretiza seu "pródigo" retorno ao fundo do poço. Entretanto, o que os primeiros instantes do episódio de estreia da terceira temporada de 1 Contra Todos fazem questão de ressaltar é que o deputado acusado de corrupção jamais esteve em uma situação tão desesperadora - e é a partir deste dramático "vai ou racha" que a série de Breno Silveira decola em direção a empolgantes territórios ainda não explorados.

    Após duas temporadas de sucesso, os diretores e roteiristas responsáveis por 1 Contra Todos se mostram mais do que dispostos a explorar facetas inéditas das tramas desenvolvidas nos últimos dois anos e apresentar novas rotas neste capítulo de transição para manter o bom rendimento da obra. Enquanto as sequências de ação e o melodrama que já tornaram-se parte da essência do seriado permanecem presentes - para o bem e para o mal, como a exagerada cena do julgamento de Téo (João Fernandes) bem demonstra neste último caso -, são os pontos de virada psicológicos que reinventam o projeto de maior sucesso da FOX no Brasil, cujo êxito garantiu até mesmo uma adaptação mexicana.

    Marcela Amstalden

    Pela primeira vez em todos os capítulos de 1 Contra Todos, Cadu está verdadeiramente desorientado. Sem objetivo claro - sobreviver à cadeia, por exemplo, ou tentar corrigir equívocos através da política, apesar de ter finalmente sucumbido às tentações oferecidas pela corrupção sistêmica que assola o cenário político brasileiro na segunda temporada -, o personagem que é o motor do drama policial encontra-se em ponto morto. Separado da mulher (Julia Ianina, ainda mais firme no papel) e com o filho mais velho encarcerado por tráfico de maconha, Cadu acaba recebendo uma proposta tão improvável quanto irrecusável: tornar-se agente infiltrado da Polícia Federal, sob as ordens do Delegado Plínio (Roberto Bomtempo), no cartel de Pepe (Roberto Birindelli, antagonista cuja sombra paira sobre o capítulo inteiro). Se conseguir desbaratar o esquema do narcotraficante na Bolívia, todas as acusações contra Cadu cairão por terra e ele terá uma chance de impedir que seu filho tenha que atravessar o inferno pelo qual já passou.

    De maneira inteligente, Silveira e sua equipe partem do encerramento do arco de desilusão do personagem iniciado na última temporada para impulsionar Cadu e a narrativa, equilibrando a curva dramática principal entre a expectativa da vindoura trama boliviana e a já conhecida ambientação brasiliense. Assim, por um lado, tais mudanças de marcha podem fazer com que este primeiro episódio soe fora do tom aos ouvidos dos fãs mais antigos do drama policial; por outro lado, contudo, este retorno às avessas, mais semelhante a uma season finale do que qualquer outra coisa, traz promessas empolgantes em si. O que será de 1 Contra Todos na Bolívia? Como a dinâmica entre Cadu e Malu - que produz a melhor cena do capítulo: o diálogo de despedida dos dois personagens, recheado de mágoas, segredos e amores reprimidos -, será reinventada com a distância geográfica e emocional que separa os personagens? E qual será o novo núcleo dramático ao redor do qual o seriado vai girar?

    Marcela Amstalden

    Bem, estas são apenas algumas das perguntas levantadas pelo pontapé inicial da terceira temporada do drama de Breno Silveira. Contando com a adição de bem-vindas pitadas do sotaque latino-americano à sua tragédia grega à brasileira, 1 Contra Todos retorna às telinhas com fôlego suficiente para corrigir seus deslizes melodramáticos e para reinventar sua própria trajetória de sucesso na televisão nacional.

    A terceira temporada de 1 Contra Todos estreia hoje, dia 23 de abril, às 22h30 nos canais FOX e FOX Premium 2.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top