Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Hebe - A Estrela do Brasil: "Descobri a mulher forte que ela foi", diz Andréa Beltrão (Entrevista)
    Por Barbara Demerov — 8 de mar. de 2019 às 18:34
    facebook Tweet

    Aconteceu hoje (08) o lançamento do trailer da biografia de Hebe Camargo!

    Após visitarmos o set da cinebiografia de Hebe Camargo, a conhecida "Rainha da TV Brasileira", no ano passado, o AdoroCinema esteve entre os convidados para o evento de lançamento do trailer de Hebe - A Estrela do Brasil, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (08).

    A data para tal ocasião não foi escolhida por acaso. Além de hoje ser comemorado o Dia da Mulher, dia 08 de março também marca a data de aniversário da apresentadora; se estivesse viva, Hebe comemoraria 90 seus anos de vida.

    Além da exibição do trailer (que você confere acima), também foi realizada uma coletiva de imprensa entre os veículos presentes com o diretor Maurício Farias, a roteirista Carolina Kotscho, Claudio Pessutti, sobrinho de Hebe, e a atriz Andréa Beltrão, intérprete da protagonista.

    O momento para se lançar uma biografia de alguém tão marcante como Hebe é um traço importante no filme, que chegará aos cinemas brasileiros em agosto. Ambientado na década de 80, a escolha de contar apenas parte de sua trajetória se deu por conta da mudança na carreira que ela encarou na época, além da dificuldade que é a de adaptar uma vida inteira em apenas duas horas. "Optamos por contar somente este recorte dos anos 80 foi porque ele fala sobre um momento em que a Hebe transborda. Ela deixa de ser a apresentadora bobinha e "gracinha" da televisão para se colocar como uma mulher com o microfone na mão", disse a roteirista Carolina Kotscho. "Um filme jamais representa uma vida. Ele é uma síntese de alguma coisa, de alguma trajetória. Apenas quisemos contar a história da Hebe sob um olhar que fosse novo, interessante, verdadeiro e que dissesse as coisas importantes que ela falou", completou o diretor Maurício Farias.

    Foto: Nicolas Calligaro

    Hebe - A Estrela do Brasil promete ser um filme atual justamente pelo comportamento da apresentadora, que nunca teve medo de dizer o que pensava. "Ao topar este desafio de fazer a biografia da Hebe, pairava uma questão: "Qual é o caminho que mais nos agrada e, ao mesmo tempo, que acreditamos que ficará mais legal?". O que encontramos foi aquele de justamente não nos preocuparmos com a semelhança física de Andréa, mas sim com tocar o ponto de uma verdade, das características e peculiaridades de Hebe. Assim como as dos outros personagens abordados, que também são verdadeiros", explica Farias. Ao falar sobre as memórias revividas durante o filme, Claudio Pessutti, visivelmente emocionado, disse que ainda é difícil falar sobre a tia, mas se mostrou muito satisfeito com toda a dedicação da equipe.

    Andréa Beltrão brincou não se sentir preparada no momento em que aceitou o papel de Hebe e afirmou que aprendeu muito com a pesquisa e desenvolvimento do projeto. "Eu via o programa dela por causa da minha avó, mas não era de verdade o meu programa favorito - por mais que eu a admirasse. Quando eu entrei no projeto li tudo o que pude, pesquisei muito junto com a Carol (roteirista) e fui conhecendo a vida de Hebe. Descobri a mulher forte que ela foi. Muito forte. Uma mulher imensa nas vontades dela, bem sucedida, uma pessoa muito amorosa. Assim como também conheci seu lado B, que a gente não sabe. Suas dificuldades e angústias... O que foi muito tocante para mim", disse.

    Ao responder a nossa pergunta sobre o que mais lhe marcou durante as filmagens, Beltrão relembrou: "O que mais me marcou foi que, logo no início das filmagens, quando eu estava com as roupas dela, o sapato dela... Era um dia que tinha muita figuração, umas 300 pessoas, coisa imensa. E foi um barato sentir que as pessoas falavam comigo como se eu fosse a Hebe. Eu sou muito mais reservada e a Hebe era extramemente solar; eu gosto de ficar mais invisível, mas naquele dia eu tive uma dimensão interessante da vida dela porque as pessoas queriam falar comigo como Hebe, com uma intimidade que normalmente elas não têm comigo como pessoa física. Este lugar de não ter medo de ouvir, de falar e de se expor foi algo que me marcou muito. Ela nunca teve medo de gente, de se aproximar, de olhar, de prestar atenção. Eu aprendi muito com ela."

    Hebe - A Estrela do Brasil estreia em agosto de 2019.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top