Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Empresas se negam a produzir Blu-ray de Azul é a Cor Mais Quente por causa do conteúdo
    Por AdoroCinema - Facebook — 25 de fev. de 2014 às 08:49
    facebook Tweet

    Distribuidora Imovision sugere censura ao longa por se tratar de um romance gay. A versão em DVD será lançada no início de março.

    por Lucas Salgado


    Palma de Ouro em Cannes, indicações ao Globo de Ouro, Bafta e César, mais de 100 mil espectadores e quase três meses em cartaz no Brasil. Nada disso parece garantir a produção de uma versão em Blu-ray para Azul é a Cor Mais Quente por aqui. A Imovision usou sua página no Facebook para anunciar que "as empresas brasileiras produtoras de blu-ray se negam a produzir o filme devido ao seu 'conteúdo'".

    A distribuidora não deu detalhes sobre quais empresas estariam se negando e também não destacou qual seria o problema do conteúdo, embora pareça claro que envolve as fortes cenas de sexo entre as protagonistas Adèle ExarchopoulosLéa Seydoux.

    "Ainda estamos batalhando para reverter essa situação, mas não conseguimos acreditar que tratariam dessa forma a história de amor mais linda de 2013, vencedora da Palma de Ouro no Festival de Cannes e diversos outros prêmios", completou a Imovision. O AdoroCinema está em contato com a empresa para descobrir maiores detalhes sobre o problema. Abaixo, você confere nossas entrevistas exclusivas com Exarchopoulos e com o diretor Abdellatif Kechiche.


    Azul é a Cor Mais Quente


    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top