Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Lutero
    Lutero
    Data de lançamento desconhecida / 2h 01min / Histórico, Biografia
    Direção: Eric Till
    Elenco: Joseph Fiennes, Alfred Molina, Peter Ustinov
    Nacionalidades Alemanha, EUA
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Após quase ser atingido por um raio, Martim Lutero (Joseph Fiennes) acredita ter recebido um chamado. Ele se junta ao monastério, mas logo fica atormentado com as práticas adotadas pela Igreja Católica na época. Após pregar em uma igreja suas 95 teses, Lutero passa a ser perseguido. Pressionado para que se redima publicamente, Lutero se recusa a negar suas teses e desafia a Igreja Católica a provar que elas estejam erradas e contradigam o que prega a Bíblia. Excomungado, Lutero foge e inicia sua batalha para mostrar que seus ideais estão corretos e que eles permitem o acesso de todas as pessoas a Deus.
    Título original

    Luther

    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2003
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 1 curiosidade
    Orçamento 21 000 000 €
    Idiomas Inglês, Latim
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -
    Pela web

    Elenco

    Joseph Fiennes
    Personagem : Martin Luther
    Alfred Molina
    Personagem : Johann Tetzel
    Peter Ustinov
    Personagem : Prince Frederick
    Uwe Ochsenknecht
    Personagem : Pope Leo X
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Rodrigo
    Rodrigo

    Segui-los 22 seguidores Ler as 138 críticas deles

    2,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Boa produção, mas faltou muita coisa. Hoje as igrejas protestantes copiam a Igreja Católica da idade média, mas ao invés de cobrar por indulgencias, cobra por "milagres". Também faltou as blasfêmeas de Lutero como: Jesus é um fornicador, um bêbado, Deus é louco, segundo o livro 'Conversas à mesa'.
    Alexandre C.
    Alexandre C.

    Segui-los 1400 seguidores Ler as 525 críticas deles

    4,0
    Enviada em 10 de maio de 2019
    Um bom filme, conta bem a história de Lutero um personagem histórico da idade média, um bom Filme, o filme até que e bem feito.
    Dagoberto M.
    Dagoberto M.

    Segui-los 68 seguidores Ler as 199 críticas deles

    3,0
    Enviada em 11 de setembro de 2017
    Apesar do alto investimento no filme, a sensação que temos é que existe uma certa falta de continuidade, como por exemplo a relação dele com o casamento. Deixa a desejar
    Nelio M.
    Nelio M.

    Segui-los 3 seguidores Ler as 82 críticas deles

    3,0
    Enviada em 29 de janeiro de 2016
    Retrata a vida de Martim Lutero, que desafiou todas as autoridades políticas e religiosas de seu tempo, pois acreditava que algumas atividades praticadas pela Igreja Católica eram imorais. O filme também evidencia conflitos religiosos que permanecem atuais até os dias de hoje. HISTÓRICO!
    13 Comentários do leitor

    Fotos

    26 Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Vários

    - Último filme para o cinema de Peter Ustinov.- Foram construídos mais de 100 sets de filmagens para Lutero.- Stephan Schwartz dublou a voz de Martim Lutero na versão alemã do filme.- O orçamento de Lutero foi de 21 milhões de euros.

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Alexandre C.
      Um bom filme, conta bem a história de Lutero um personagem histórico da idade média, um bom Filme, o filme até que e bem feito.
    • Andries Viljoen
      Ótimo filme, ele traduz muito bem a História, gostei e recomendo independente de religiões.Como filme, “Lutero” é uma obra sólida, com uma boa reconstituição de época, lindos figurinos, uma trilha sonora inspiradora e uma fotografia excelente. Já como cinebiografia, “Lutero” não está à altura do homem que a inspirou. A impressão que se tem é que o diretor perdeu tempo explorando certos fatos e se esqueceu de aprofundar a história no ponto mais importante dela: o de implantação da Igreja Luterana.Contudo, o filme não é nem um pouco fiel a História de Lutero. Retrata as revoltas camponesas como simples atos rebeldes e de gente bárbara (não que não tenha ocorrido selvageria, principalmente por causa dos anabatistas que na época pregavam bens comuns e morte aos ricos, sendo naquele tempo verdadeiros monstros, tais como foram(considerados) os comunistas no século XX). Aqui, todas as mortes e todas as críticas ocasionados pelo teólogo são esquecidos ou abafados.Não esqueçamos que ele foi dono da famosa frase, se é um camponês rebelde, que mate!. O filme, por um lado, mostra bem como ele foi protegido e abrigado pela classe rica, os nobres, que logo aderiram ao luteranismo.A obra foca (e de maneira acertada) na vida Acadêmica e no processo complexo que foi o rompimento com a Igreja( o que era algo que ele não queria).Porém, não toca nos assuntos pesados, como o anti-semitismo (muitos historiadores chegam a afirmar que Hitler só foi possível na Alemanha, por causa da existência e dos manuscritos anti-semitismo de Lutero que acreditava muito na clássica versão católica dos judeus como culpados pela morte de Jesus).Porém, é um bom filme sim, mas assim como um livro de romance, não deve ser levado à sério, afinal, logo no início fica evidente que uma associação luterana patrocinou o filme, o que justifica muita coisa.Um personagem tão decisivo para a história ocidental deveria ter tido uma biografia menos protecionista. Uma grande atuação de Joseph Fiennes; e gostei apesar que mostrou apenas o lado Santo do Lutero, mas como filme e como pincelada na história vale a pena.
    Mostrar comentários
    Back to Top