Meu AdoroCinema
    Taxi Driver - Motorista de Táxi
    Taxi Driver - Motorista de Táxi
    Data de lançamento 22 de março de 1976 (1h 55min)
    Direção: Martin Scorsese
    Elenco: Robert De Niro, Jodie Foster, Harvey Keitel mais
    Gêneros Drama, Policial
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Usuários
    4,4 911 notas e 76 críticas
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Em Nova York, um homem de 26 anos (Robert De Niro), veterano da Guerra do Vietnã, é um solitário no meio da grande metrópole que ele vagueia noite adentro. Assim começa a trabalhar como motorista de taxi no turno da noite e nele vai crescendo um sentimento de revolta pela miséria, o vício, a violência e a prostituição que estão sempre à sua volta. Perde bastante noção das coisas quando leva uma bela mulher (Cybill Sheperd), que trabalha na campanha de um senador, para ver um filme pornô logo no primeiro encontro, mas tem momentos de altruísmo ao tentar persuadir uma prostituta de 12 anos (Jodie Foster) para ela largar seu cafetão, voltar para a casa de seus pais e ir para a escola. Porém, em contra-partida, compra quatro armas, sendo uma delas um Magnum 44, e articula um atentado contra o senador (que planeja ser presidente) e para quem sua amiga trabalha.

    Título original

    Taxi Driver

    Distribuidor Columbia Pictures do Brasil
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 1976
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 10 curiosidades
    Orçamento 1 300 000 $
    Idiomas Inglês, Espanhol
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Trailer

    Taxi Driver - Motorista de Táxi Trailer Original 2:58
    Taxi Driver - Motorista de Táxi Trailer Original
    13 417 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Robert De Niro
    Personagem : Travis Bickle
    Jodie Foster
    Personagem : Iris Steensma
    Harvey Keitel
    Personagem : 'Sport' Matthew
    Cybill Shepherd
    Personagem : Betsy
    Ficha completa

    Críticas de usuários

    Letícia S.
    Crítica positiva mais útil

    por Letícia S., em 24/12/2012

    5,0Obra-prima
    Minha cena preferida é quando Travis chega na lanchonete onde estão os outros taxistas, eles estão conversando e de ...
    Leia mais
    Aline F.
    Crítica negativa mais útil

    por Aline F., em 21/07/2013

    0,5Horrível
    Que coisa ridícula, filme "confuso" de uma forma chata e que dá sono, uma verdadeira perda de tempo, recomendado para ...
    Leia mais
    Todas as críticas de usuários
    46% (35 críticas)
    24% (18 críticas)
    17% (13 críticas)
    9% (7 críticas)
    1% (1 crítica)
    3% (2 críticas)
    Você assistiu Taxi Driver - Motorista de Táxi ?
    76 Críticas de usuários

    Fotos

    61 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Escolhendo o diretor

    O Brian De Palma estave cotado para assumir a direção de Taxi Driver, mas os produtores mudaram de ideia quando assistiram o filme Caminhos Perigosos (1973) dirigido por Martin Scorsese e estrelado por Robert De Niro. Eles praticamente exigiram que De Niro fosse o protagonista da nova produção.

    Compondo o personagem

    Robert De Niro trabalhou durante 12 horas como motorista de táxi ao longo de um mês, como preparação para seu personagem em Taxi Driver, além de ter estudado sobre doenças mentais.

    Liberdade criativa

    A cena em que Travis Bickle está falando com o espelho foi completamente improvisada por Robert De Niro. Para aquela tomada o roteiro apenas descrevia: "Travis se olha no espelho". Entretanto a cena ficou marcada pela conversa que Travis teve consigo mesmo e disse a célebre frase "You talkin' to me?" ("Você está falando comigo?").
    10 curiosidades

    Últimas notícias

    Martin Scorsese é homenageado com mostra em três cidades brasileiras
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    segunda-feira, 31 de dezembro de 2018
    Festival de Cannes 2018: Os 20 melhores vencedores da Palma de Ouro em todos os tempos
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sábado, 28 de abril de 2018
    Os clássicos de ontem e os de amanhã.
    Homem-Aranha: De Volta ao Lar lança cartazes inspirados em clássicos do cinema
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    segunda-feira, 17 de julho de 2017
    Duas grandes influências e um terceiro filme inesperado.
    22 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Digo K
      O filme não é ruim, mas tbm não é isso tudo que estão falando nos comentários.É engraçado ver como tanta gente se queima quando a crítica não é positiva. Kkk patético.Não acho o filme lento, acontece que ele decide investir bastante tempo construindo a personalidade do Travis, que é a melhor coisa do filme, infelizmente pra mim o filme vende uma expectativa que não é alcançada no final, acompanhar a jornada vale a pena, mas não tem um desfecho digno.SPOILERO que mais me incomoda é que não encontro motivação pra ele querer assassinar o político, ainda mais depois da conversa que teve com a menina. Ele já estava planejando ajudá-la, uma tentativa de terrorismo não faz sentido algum a essa altura do filme. Porém, tenho que admitir que o fato dele estar prester a se tornar um terrorista e que, por muito pouco, na cena seguinte mudar completamente o rumo e ser considerado um heroi é bem legal. Mostra como a vida pode mudar completamente por causa de uma única decisão.O diálogo no taxi com o político é muito bom, Travis é visto com um olhar de desprezo por estar dando uma opnião que parece ignorante, quando na verdade ta expondo justamente a visão dele com a sociedade.
    • Alexandre C.
      De Niro em um dos seus melhores trabalhos, mostra um homem comum com seus traumas, que de repente vira a cabeça, é muito comum na nossa sociedade, bom filme.
    • Rom Ritz
      Cada filme tem seu tempo certo. Você citou Resgate do Soldado Ryan (que para mim é um tédio exceto pelo começo), e lembro que da mesma época tem um filme que acho muito melhor e que a maioria acha um tédio: Além da Linha Vermelha, que as pessoas não entenderam que não tinha nenhum interesse em ser frenético, isto é, ficou na proposta que queria e buscou, corretamente. Um filme tem compromisso com a sua proposta e roteiro, não existe tempo errado, todos são aceitáveis dependendo da proposta do filme, o resto é gosto pessoal, que não é indício de qualidade ou falta de qualidade. Taxi Driver não tem problema algum com tempo, e certamente Scorsese entende mais disso que os palpiteiros. O tempo certo muda conforme as gerações vão passando. Muito filme frenético hoje vai ficar lento amanhã, como droga para o viciado, cuja dose de hoje é fraca amanhã. Um processo parecido acontece com videogames. E ainda mais que as pessoas assistem coladas no smartphone, conversando, a impressão é que só tem paciência para trailers. Não me surpreende que leitura esteja em extinção. Eu só assisto o filme para o qual estou com o espírito para ver. Se quero algo alucinante, não vou assistir a filmes que mesmo excelentes, não me darão a droga das cenas que mudam freneticamente, se os ver vou achar tediosos, etc. Saberei que a culpa é mais minha que do filme. Quem quer montanha russa não vai a exposições.
    • Gilvandro da rocha
      Não gosto de filmes de heróis, mas esse Taxi Driver é absurdamente monótono e sem graça. Pra ser obra de arte não precisa ser tão parado quanto esse, é só ver clássicos como: Poderoso Chefão, Cidadão Kane, Laranja Mecânica, O Resgate do Soldado Rian e vários outros. Ter que tomar 3 Red Bulls pra assistir um filme pra dizer que quem não gosta dele é ignorante é piada de mau gosto.
    • Claudia W.
      Mais uma vez De Niro nos entrega uma atuação fantástica, apresentando de forma absolutamente crível e honesta o seu personagem Travis. A premissa é muito boa e para a época foi bem original. O desenvolvimento da história é muito bem conectado ao roteiro e vai do marasmo da vida de Travis, seu distúrbio do sono, solidão e transtornos psicológicos até chegar ao ápice de sua loucura e misantropia. A direção é fora de série e a ambientação e fotografia bem soturnas, causam angústia e atração ao mesmo tempo. Temos também Jodie Foster já mostrando ao mundo a que veio, né? Filmaço, muito bom mesmo e que sempre vale a pena rever. Super recomendo!
    • Henrique Klein
      Com um ritmo parado, mas com atuações dignas de um filme de Scorsese, Taxi Driver consegue deixar uma boa marca no cinema, sem dificuldades para ser considerado um clássico. Se o problema do filme é que ele se arrasta até o final, o melhor dele com certeza é o desfecho. Com um Robert De Niro muito bem no papel principal, presenciamos um filme simples, porém marcante. O roteiro, por mais que não seja avassalador, é interessante por retratar conflitos pessoais e psicológicos, fazendo do filme um bom drama.
    • Fabio L.
      Tomado pelo afã natural que o sucesso do filme desperta àqueles que ainda não assistiram, tive uma séria decepção. Porém, quem mais senão eu, e somente eu, o grande responsável pela minhas expectativas, sendo ela ilusória ou não? Portanto tive de analisar o filme como alguém que o pega numa locadora despretensiosamente.No geral, o filme é regular. Sua intenção foi cumprida. Ele me pareceu mais um filme dirigido ao público local (ou nacional) - assim como a realidade emitida pelo filme Cidade de Deus aqui no Brasil para o brasileiro -, embora sua atmosfera atinja os quatro cantos do mundo. Para uma avaliação equânime, o mínimo de esforço para tornar-se consciente do provável viés social tanto da época onde se desencadeia a história quanto do público a quem ele foi destinado é necessário. Respeito sua fama.
    • Ivan Sousa
      A história de vida de Travis (Robert DeNiro),é bem simples no começo.Ele diariamente demonstra ser uma pessoa simples e dedicada ao seu trabalho de taxista.Onde trabalha nas movimentadas ruas de Nova Iorque.Nas indas e vindas,Travis conhece a sedutora Betsy (Cybill Shepard).Com quem logo se interessa.No começo é realmente tudo maravilhoso entre os dois,mais em pouquíssimo tempo,Travis muda seu jeito de ser drasticamente.Ainda há tempo para conhecer Iris (Jodie Foster),uma garota que é bem vivida,já que vive nas ruas trabalhando como prostituta.Então o trio mostra bons momentos a partir desse momento.O filme tem uma ligeira melhora,e faz a atuação de ambos render.
    • marcelomallmann
      Robert De Niro mostrando desde o início da carreira que seria o maior de todos.
    • Alexandra ..
      Fraco.Muito longo e parado,esperava mais,como retrato de Nova York do jeito q é,prefiro o filme Midnight Cowboy
    • Lucas S.
      Simplesmente genial, a mocinha ali falando que o filme é confuso deve ter alguns neurônios a menos acredito. Scorsese sempre está na frente da maioria dos diretores, mas em Taxi Driver se superou. Toda a melancolia e depressão vividos por Travis (De Niro) contrastam perfeitamente com as cenas, mostrando como a solidão e a falta de amor na vida podem trazer as consequências mais trágicas possíveis. Tudo isso dentro de uma história impecavelmente escrita, com um enredo diferenciado muito bem aproveitado pelo diretor e um elenco de primeira. De Niro dispensa comentários, simplesmente salvaria qualquer filme por pior que fosse e nesse se consagrou como um dos melhores atores de todos os tempos junto com seu papel em "O Poderoso Chefão - parte 2". É um dos melhores filmes que já vi, mas vou avisando, se você gosta de "justin bieber" e de filmes como "as patricinhas de beverly Hills" não terá crédito para criticar esta obra prima do cinema.
    • Andre S.
      filmaço do scorsese uma verdadeira neurose um das melhores atuação do de niro o que al pacino fez no scarface de niro fez no taxi driver so uma palavra geniallll nota 1000
    • EdR.M.
      Grande filme e história.
    • rael
      é um filme bom! Bem interessante e sem dúvida o De niro e a Jodie Foster brilham! Mas não acho o melhor trabalho de Scorsese.
    Mostrar comentários
    Back to Top