Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Esquadrão 6
    Críticas AdoroCinema
    1,5
    Ruim
    Esquadrão 6

    Nada de novo

    por Barbara Demerov
    Explosões por todos os cantos, cenas de ação frenéticas, um vasto elenco e uma trama que envolve salvar o mundo. Esquadrão 6 é, sem dúvida alguma, um legítimo filme de Michael Bay. O que não quer dizer que seja um grande feito, tendo em vista que seus últimos longas (Transformers: O Último Cavaleiro e 13 Horas) não conseguem ir além da comodidade já conhecida que o diretor possui em seus filmes, quase sempre de gêneros semelhantes. O principal problema do filme não recai nele exclusivamente, mas sim na saturação de uma identidade repetida há muito, muito tempo.

    Em seu novo projeto exclusivo para a Netflix, Bay explora a dinâmica do grupo de profissionais dedicados a salvar o mundo através do que sabe fazer melhor: da ação desenfreada. Tanto que, logo nos minutos iniciais, o espectador já é introduzido à narrativa com uma perseguição de carros que se enquadra no estilo Missão Impossível. Uma cidade da Itália é o primeiro palco de muitos ao longo das duas horas de Esquadrão 6, cujo enredo aproveita até sua última gota para inserir qualquer tipo de violência.

    Uma pena que, apesar de seu bom elenco (com destaque para Ryan Reynolds, líder do grupo, e Mélanie Laurent, uma espiã dedicada), o longa não os desfruta da melhor forma. Diferente do primeiro filme dos Transformers, por exemplo, os diálogos entre todos os integrantes, que são chamados por números e não por nomes, são rasos e sempre beiram ao caricatural, com piadas fora do timing e pouco entrosamento individual fora a missão pela qual se uniram a realizar. Talvez o fato de os personagens não se chamarem pelos nomes seja uma irônica confirmação da distância emocional existente entre todos eles.



    Contudo, Michael Bay não se opõe quando o assunto chega ao relacionamento físico de alguns personagens. O teor sexual, ainda que não se encaixe de forma nada natural na trama, se faz bastante presente em Esquadrão 6. Em uma determinada cena, a personagem de Laurent se relaciona com outro membro da equipe em um momento completamente inesperado: durante uma das missões mais violentas do grupo. Após inúmeros closes em assassinatos múltiplos numa suíte de hotel, a última coisa que podemos pensar em ver a seguir é uma cena de sexo - mas é justamente isso o que acontece. Cenas como essa nada acrescentam ao arco principal e, ainda, mostram que Bay apenas quer inserir uma dose de romance para compensar a violência, ainda que estes momentos não conversem entre si.

    Esquadrão 6 busca tanto fazer com que seus protagonistas sejam os heróis do fim do dia que se esquece de tornar suas motivações mais críveis. Pouquíssimo é revelado sobre suas histórias, exceto pelo personagem de Reynolds (e, mesmo assim, seu lado oculto mantém-se destituído de significado). Apelando para uma trama nada complexa que envolve um político tirano que faz seu país sofrer com atos egoístas (além do local ser esquecido pelo resto do mundo), o roteiro não sai do lugar-comum, sendo completamente clichê até nas sequências de perseguição. Além disso, o fato de estranhos (em sua maior parte americanos) se unirem a fim de salvar a humanidade aparenta não ser nada mais que uma exibição nacionalista dos Estados Unidos em serem os únicos "salvadores da pátria".

    Mas, pelo menos aos olhos do diretor, isso já faz a história andar: a única coisa que importa é o Esquadrão de pessoas "fantasmas" agir em equipe. Se eles se gostam ou têm um diálogo decente, aparentemente não importa. Mas é justamente por isso que a história parece tão oca quando olhamos mais de perto, pois não há quaisquer resquícios de humanidade nestes personagens - por mais que todos preguem a paz e união mundial. Um time de heróis nunca pareceu tão sem vida.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    • Franklim c
      Esse filme é muito ruim, Michael Bay no seu pior, padrão Transformers de qualidade!
    • Jonas Rafael Marder
      O tipo de filme em que se tem que desligar o cerebro pra conseguir assistir até o final.
    • Maria Johanna
      O filme é inteiramente incrível! Eu adorei, trilhas sonoras incríveis, atores MARAVILHOSOS, lugares lindíssimos, sem contar que eu adorei a forma que as cenas foram gravadas, o diretor de filmagem está de parabéns, não faz nem um mês que lançou o filme e já vi 3 vezes, eu particularmente AMEI e adoraria uma continuação, contando um pouco mais sobre cada personagem e realizando as próximas missões. Sem dúvidas nota máxima.
    • Vanessa
      E-xa-ta-men-te! Cinema é diversão. Além do mais, as pessoas são imprevisíveis, sem essa de ficar contando historinha, tipo o por quê de Hannibal Lecter ser Hannibal Lecter, ao menos nessa beleza de filme. Tá lá bem claro a premissa: as pessoas querem fazer algo grande, importante, e sair de suas vidas patéticas para outra chance! Esses personagens são gente fora do comum, do tipo que têm habilidades e possibilidades tão poderosas que tomam conta de sua existência de modo arrebatador mesmo. Cenas impecáveis. Narrativa vertiginosa, para gente que vive no fio da navalha.
    • Eduardo S.
      Como pode brasileiros e críticos serem tão Deuses?Vocês comem caviar e vivem em suas Ferraris todo dia?Criticar um filme destes é no mínimo ser INVEJOSO.PESSOAS BONITAS, LUGARES LINDOS, CARROS LINDOS, IATES, JATOS E HELICÓPTERO.!!!E vocês não gostaram?Gente, cinema é glamor, diversão, ação , colorido e música!Vão morar em Cannes e fiquem vendo URSOS DE PRATA!!!Eu ,( mortal que PAGO netflix, vou a cinema, pago estacionamento e COMPRO pipoca) dou nota 10 em 5!Genial. Lindo, efeitos incríveis!
    • Geraldo J.
      Achei os efeitos de explosões e tiros pirotécnicos demais, nível amador. Pareciam soldador ou esmeril sendo usados.
    • Milton Peruzzo
      Crítica mediocre de ideologia esquerdista...... é o tipo de filme para divertir, efeitos especiais, exageros, ou seja, não tem que obrigatoriamente ter personagens profundos, amor verdadeiro falar de desabrigados,Etc. Ė assistir e dar risada desses exageros e se DIVERTIR!! 🤣
    • logoli pt
      Só sabem criticar que tal levantarem se do sofá e fazerem o vosso filme?Aposto que nem teria 1 estrela
    • Solar de Astora
      O Filme é bom pra quem gosta de ação. Quer historia boa? Vai assistir senhor dos anéis.Filmes hoje em dia são assim, a galera anda tão critica como se a industria fornecessem somente material bom.Nota de 0 a 5 pra mim é 3,5, vale uma continuação.
    • Angelo Souza
      Fora o carro indestrutível na cena de perseguição, o retrovisor quebra e volta umas 4 vezes, os amassados e arranhões do carro somem e só voltam no final da perseguição, muito mal produzido já no início do filme, e durante o resto do longa, acontece mais do mesmo, cenas mal editadas em que sangue some, personagens aparecem diferentes em trocas de cenas, não capricharam nos detalhes, infelizmente tinha um elenco para ser um ótimo filme, mas esses erros e o enredo mal contado o estragaram.
    • lenon
      sem contar que quando ele usa o parkour pra fugir , é sempre perseguido pelos bandidos como se eles tivessem a msm habilidade que ele .
    • JeffersonAzevedo
      Deram cameras 4K e drones a um time de produtores trash.
    • Diego Cysneiros
      É por isso que vc achou bom o filme, não respeita a opinião das pessoas, que por sinal, estão certas em termos técnicos. Para quem leva cinema mais a fundo sabe dos defeitos do filme... isso não tira a chance das pessoas, ainda assim, gostarem do filme. Tem telespectador para qualquer tipo de conteúdo.
    • Ronaldo Santos
      Exemplo da inutilidade do parkour em alguns momentos desse filme: cena em que ele escorrega por uma escada após várias manobras legais, então saca um lançador de granada e explode um carro. Legal, mas se ele não tivesse feito as piruetas todas, teria destruído o carro da mesma maneira.
    • Ronaldo Santos
      Poderiam ainda ter usado melhor a habilidade especial de cada personagem, porque a médica, como eu disse, só usa suas habilidades no início. O motorista... Prefiro não dar spoiler. O único que se destaca pela habilidade é o cara do Parkour, mas ainda assim, ele não faz nada de extraordinário (no sentido de ser imprescindível para a trama).Ainda tem aquela cena em que ele respira por um buraco no vidro da piscina... Simplesmente impossível aquilo, a pressão o mataria. Mas entendo que o foco mesmo é na explosão, no tiroteio e na zuera. Não é pra ser considerado um filme sério, e talvez seja isso que tenha decepcionado mais o pessoal.
    • Ronaldo Santos
      Tem uma cena em que um figurante morto (um asiático que levou um tiro na cara) aparece abrindo os olhos... Dá pra ver nitidamente ele com os olhos fechados no início da cena, e então eles se abrem milagrosamente, terminando com ele escorregando de cima da mesa e caindo no chão.Antes, no início, a médica (que aliás só tem utilidade para os primeiros 5 minutos de filme) leva uma esguichada de sangue no olho, e na cena seguinte ela tá com a cara completamente limpa. Não bastasse, aparece com um esguicho menor de sangue na cara na terceira cena. Fizeram sem capricho.Eu tb gostei do filme, mas foram bem porcos tanto na história (confusa, e , de forma geral, sem nexo e exagerada) quanto no filme em si, como um todo...
    • Mirian
      Justamente! O mundo acabando; tiroteio; uma mulher baleada dentro do carro e todos normais; sem expressão alguma no rosto; piadas péssimas; diálogos péssimos. Meu Deus! Sério, não tem como gostar! Principalmente quem nasceu na década de 80 e viu clássicos!
    • Mirian
      Quando acesso a NF e vejo filme com o selo deles eu nem perco tempo. Faço uma busca e prefiro os antigos e de outras produtoras.
    • Mirian
      Sabe o que é opinião?
    • Christian Telles
      Grande verdade. Esses filmes q vc citou ainda tinha enredo, bem diferente da maioria dos filmes de ação hj em dia!
    Mostrar comentários
    Back to Top