Meu AdoroCinema
    O Confeiteiro
    O Confeiteiro
    Data de lançamento 27 de dezembro de 2018 (1h 45min)
    Direção: Ofir Raul Graizer
    Elenco: Tim Kalkhof, Sarah Adler, Roy Miller mais
    Gênero Drama
    Nacionalidades Alemanha, Israel
    Ver o trailer
    Assista agora
    Imprensa
    3,4 7 críticas
    Usuários
    3,7 33 notas
    Adorocinema
    4,0
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 14 anos
    Thomas (Tim Kalkhof) é um alemão dono de uma confeitaria que viaja para Jerusalém em busca da esposa e filho de Oren (Roy Miller), seu amante morto. Ao chegar lá ele começa a trabalhar para a viúva de seu amante, que não tem ideia de que eles compartilham uma tristeza sem nome sobre o mesmo homem.
    Título original

    The Cakemaker

    Distribuidor IMOVISION
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2017
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades -
    Bilheteria no Brasil 27 840 entradas
    Orçamento -
    Idiomas Hebraico, Inglês, Alemão
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Online
    Assista agora
    Veja todos os filmes online

    Críticas AdoroCinema

    4,0
    Muito bom
    O Confeiteiro

    A complexidade do silêncio

    por Barbara Demerov
    O que você faria para se aproximar de alguém que já partiu? Existe algum limite, alguma barreira que não deve ser ultrapassada? Para o protagonista de O Confeiteiro, Thomas, não dá para saber com exatidão se há alguma limitação. Ele simplesmente busca ir ao encontro de seu ex-amante Oren, em Israel (mesmo sabendo que ele não está mais presente neste mundo) e vai se perdendo à medida em que encontra algumas respostas. O primeiro longa do diretor Ofir Raul Graizer traça com delicadeza uma jornada de dúvidas, respostas e complexidade baseadas, sobretudo, no silêncio e nos olhares sob diferentes as perspectivas de um mesmo fim.O Confeiteiro apresenta o artifício mais simples para desenvolver uma trama cheia de complicações e nuances: a precariedade de comunicação que acarreta numa jornada instigante de Thomas em Israel. Essa mistura de sensações e experiências começa na cozinha, local onde e...
    Ler a crítica

    Trailers

    O Confeiteiro Trailer Legendado 2:33
    O Confeiteiro Trailer Legendado
    9 257 visualizações
    O Confeiteiro Trailer Original 2:20
    749 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Tim Kalkhof
    Personagem : Thomas
    Sarah Adler
    Personagem : Anat
    Roy Miller
    Personagem : Oren
    Zohar Shtrauss
    Personagem : Moti
    Ficha completa

    Fotos

    15 Fotos

    Últimas notícias

    Era uma Vez um Deadpool é a maior estreia da semana
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2018
    A Pé Ele Não Vai Longe também é destaque.

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • andclay
      filme sincero, com ótimas interpretações. lindo!
    • Andries Viljoen
      creio que esta sendo exibido nos cinemas agora.
    • Paulo A.
      É o filme que vai representar Israel na categoria de melhor filme estrangeiro! Isso não é pouco pela abordagem complexa de temas caros aos judeus (em especial os ortodoxos), como o fato de um estrangeiro, na verdade um alemão ( imaginem), ser o confeiteiro em um café que recebe a certificação Cosher, ou seja, que respeita a tradição do modo de preparar alimentos na cultura judaica! E, ainda mais, esse confeiteiro é gay. Mais não falo para não produzir spoilers!O fato é que o filme é extraordinário por todos os aspectos que se queira analisar e avaliar. História, roteiro, personagens, ambientes (Berlim e Jerusalém), interpretações, fotografia, som, trilha sonora e principalmente os temas e problemas que traz para a tela. Não há como passar pelo filme e os conteúdos propostos, sem se emocionar e fazer uma profunda reflexão sobre temas universais e que se impõem na contemporaneidade. A questão do estrangeiro, de um alemão no ambiente judaico e toda problematização do fato e circunstância. A questão homossexual e do amor entre homens,homens e mulheres, enfim, em essência, entre os seres humanos, independentemente de gêneros, cor, raça, religião, nacionalidade, etnia, coloração política etc etc . Enfim, um grande filme que tem, sim, plenos méritos para conquistar o Oscar de melhor filme estrangeiro. Se bem que existem ótimos concorrentes. Independe de prêmios, um filme necessário, sensível e poético. Contundente na reflexão que propõe!
    • matheus
      Ola tem alguma previsão se esse filme sairá dublado ???
    • Andries Viljoen
      O Cakemaker explora a emoção que tudo consome com contenção sedutora, somando-se a um estudo de personagem delicadamente discreto alimentado pelo poder do amor. A Média avaliativa: 7.6 / 10“O confeiteiro” tem tantas camadas que pode ser associado a uma torta floresta negra, para ficar na analogia do filme. Seu eixo central é a base de qualquer vida: família, amor e trabalho. Suas outras camadas são sexualidade, luto, choque cultural, vida dupla, inadequação e vocação. E há muitas outras a serem apreciadas entre os silêncios do filme entre Berlim e Jerusalém. A cereja desse bolo é a interpretação contida e intensa dos dois principais atores: Tim Kalkhof (o confeiteiro alemão Thomas) e Sarah Adler (a viúva israelense de Oren, amante de Thomas).Rechear bolos, preencher vazios...Um dos diálogos mais marcantes do filme:Oren - A família é importante. Para não ficar sozinho.Thomas - Eu não estou sozinho. Tenho meu trabalho... Meu apartamento... E tenho você... uma vez por mês. Muitas pessoas não têm nada. Nascem sozinhas e morrem sozinhas. Minha avó sempre dizia: Devemos dar valor ao que temos. Isso é muito importante.
    Mostrar comentários
    Back to Top