Meu AdoroCinema
  • Meus amigos
  • Meus cinemas
  • Notas Express
  • Minha coleção
  • Minha conta
  • Promoções
  • Desconectar
O Shaolin do Sertão
Nota média
3,2
6 publicações
  • Críticos.Com.Br
  • Cinepop
  • Cineweb
  • O Globo
  • Folha de São Paulo
  • Rubens Ewald

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

6 críticas da imprensa

Críticos.Com.Br

por Hamilton Rosa Jr.

O filme [...] é diversão popular que não menospreza a inteligência do espectador e dá um passo a frente do que o diretor mostrou em "Cine Holliúdi". O filme tem um colorido e uma variedade de tiradas cômicas escrita por L.G Baião, que coloca 80% das comédias feitas pela Globo Filmes no chinelo.

A crítica completa está disponível no site Críticos.Com.Br

Cinepop

por Marcel Camp

Ainda que a edição seja um tanto irregular em alguns poucos momentos, tornando algumas piadas como esquetes de humor, nada estraga o brilho de ver um produto de raiz que brinca da forma mais bonita com aquelas bases estruturais enquanto consegue [...] construir um protagonista tão cativante...

A crítica completa está disponível no site Cinepop

Cineweb

por Luiz Vita

Produção com acabamento técnico mais apurado do que ["Cine Holliúdy"], "O Shaolin do Sertão" tem tudo para se tornar um novo sucesso de bilheteria, com uma história divertida e elenco afinado...

A crítica completa está disponível no site Cineweb

O Globo

por Carlos Helí de Almeida

“O Shaolin do Sertão” emula artifícios e elementos do cinema e da televisão do período em que história se passa, aqui já recebendo interferências de comportamento da novidade da época, as fitas de videocassete.

A crítica completa está disponível no site O Globo

Folha de São Paulo

por Alexandre Agabiti Fernandez

O lado problemático da comédia está na falta de ritmo de dois momentos: o período de treinamento com o Chinês e o embate final contra Tora Pleura, ambos longos e repetitivos.

A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

Rubens Ewald

por Rubens Ewald Filho

E assim por diante, tudo é repetido, gritado, exagerado. Como se não confiasse na plateia. A sequência de luta então se arrasta durante o que, por volta de vinte minutos ou mais. Não aprendem que sempre menos é mais. E lá vai o coitado do herói apanhando para valer primeiro com um professor fajuto...

A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top