Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Luz Entre Oceanos
    Média
    4,1
    192 notas e 32 críticas
    distribuição de 32 críticas por nota
    10 críticas
    10 críticas
    8 críticas
    3 críticas
    0 crítica
    1 crítica
    Você assistiu A Luz Entre Oceanos ?

    32 críticas do leitor

    Eduardo R.
    Eduardo R.

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    4,5
    Enviada em 23 de dezembro de 2017
    Se bem me lembro, o objetivo do cinema é narrar fatos ou estórias, de forma a gerar empatia e emoção no expectador. E sob esse aspecto, o filme “A luz entre oceanos” é super competente. A interpretação é mais que convincente, o roteiro é super bem escrito e a fotografia é linda. A trama é envolvente e faz que você não sinta os 130 minutos de exibição. O desfecho não é previsível e questões humanas como ética, perdas, erros e acertos são expostas e construídas de forma sensível e profunda. Infelizmente o(a) critico(a) desse site, não teve suas expectativas atendidas. Talvez ele(a) esteja acostumado a analisar somente filmes de super heróis. Mas o fato é que se mostrou preconceituoso quando classifica o filme de “dramalhão” de forma pejorativa. Vamos lá então sr. crítico. Dramalhão, conforme definição do dicionário, é história alongada como excesso de fatos trágicos. No sentido de exaustivo e indevido. Agora lhe pergunto, como uma história humana, absolutamente possível, e portanto, distante do campo da ficção, pode ser tratada assim? Talvez o caríssimo nunca tenha se aproximado da realidade de filhos adotados ou da dor de pais que sofreram perdas de seus rebentos, e por isso mesmo, não consegue imaginar o que isso significa. Talvez o caríssimo crítico, viva em mundo onde a dor, o sofrimento, o drama enfim, não tenha lhe batido à porta. Talvez ainda, o crítico em questão seja apenas um aplicativo de computador, que gospe frases soltas a partir da digitação de um nome. Ah, deve ser isso mesmo. Só um programa de computador, seria incapaz do desvalor dos sentimentos humanos mais profundos. É isso, tá explicado.
    Matheus Machado
    Matheus Machado

    Segui-los 26 seguidores Ler as 60 críticas deles

    3,0
    Enviada em 4 de novembro de 2016
    Nem tudo é adaptável aos cinemas. Mesmo sendo baseado em um livro, A Luz Entre Oceanos poderia ser mais enxuto. No longa há uma reviravolta desnecessária que faz com que a narrativa fique inchada de mais. Isso quer dizer que boa parte da história não precisava estar ali, ou poderia estar de uma forma diferente. Quando o longa de Cianfrance aproximava-se de sua conclusão, eis que a história acrescenta um novo drama e resolve adicionar mais uma personagem e um arco justo em seu terceiro ato. Fato que compromete toda a narrativa anterior.
    Rodrigo Gomes
    Rodrigo Gomes

    Segui-los 2299 seguidores Ler as 526 críticas deles

    5,0
    Enviada em 1 de janeiro de 2017
    Uma linda história sobre o que é certo e como pagamos por nossas escolhas, mas acima de tudo sobre o poder de perdoar. Ótimas interpretações e fotografia bem original. Sem dúvida, um grande drama.
    Gabriella Tomasi
    Gabriella Tomasi

    Segui-los 61 seguidores Ler as 106 críticas deles

    2,5
    Enviada em 26 de outubro de 2016
    (...)É notório que o filme tem uma beleza estética inquestionável, porém, não é suficiente para salvar um roteiro superficial(...)
    Aline F
    Aline F

    Segui-los 7 seguidores Ler as 21 críticas deles

    3,5
    Enviada em 4 de dezembro de 2017
    Em muitos momentos o filme é paradão, mas a historia é linda. Eu gostei. Acho que vale a pena assistir.
    Renan S.
    Renan S.

    Segui-los 50 seguidores Ler as 124 críticas deles

    4,0
    Enviada em 3 de novembro de 2016
    Por incrível que pareça, o grande defeito de A Luz Entre Oceanos é, no entanto, ser mais curto do que devia. Mesmo tendo lá suas mais de duas horas de duração, o filme carecia de uma dedicação maior à história da personagem de Rachel Weisz, principalmente no terceiro ato. O que, por não acontecer com a devida paciência, deixa a sensação de que há uma resolução demasiada apressada. Todavia, até lá já derramamos um oceano de lágrimas com a delicadeza na qual Derek Cianfrance aborda a vida através de seus personagens.
    Hugo D.
    Hugo D.

    Segui-los 839 seguidores Ler as 318 críticas deles

    4,0
    Enviada em 1 de novembro de 2016
    Um romance dramático muito forte e intenso, longo mas que você nem percebe passar de tão envolvente que é. A história mostra um casa que se apaixona à primeira vista, se casa e não consegue ter um filho, até que com a ajuda dos mares eles salvam uma garotinha e a adotam, sem falar com ninguém. Muito mistérios, suspense e desdobramentos inesperados virão até um final tocante e belo. Alicia Vikander, mais uma vez como coadjuvante, cresce e domina o filme com sua atuação segura e muito forte. Não me surpreenderia uma indicação ao Oscar.
    Nelson J
    Nelson J

    Segui-los 20309 seguidores Ler as 1 225 críticas deles

    5,0
    Enviada em 8 de novembro de 2016
    Fassbender, Vikander e Weisz são excelentes atores e o resultado deste filme, com roteiro e estória afiado é ótimo. Na trama o tema de perdoar ou ficar com ressentimento é central. Weisz é viúva de um alemão que era discriminado pois a I Guerra Mundial chegara ao seu final nesta época, mas ele a tudo tolerava, por entender que perdoar é mais fácil e só precisa fazer uma vez, mas se ressentir requer viver permanentemente da raiva e das mágoas. Bela trama, não perca.
    Yanko Rodrigues
    Yanko Rodrigues

    Segui-los 81 seguidores Ler as 239 críticas deles

    3,0
    Enviada em 29 de dezembro de 2019
    A entre Oceanos tem uma ótima história, que faz você se perguntar se devolveria a criança ou não. O filme tem um grande defeito que é o tempo, é muito longo poderia ser muito mais curto.
    Sidney  M.
    Sidney M.

    Segui-los 12561 seguidores Ler as 1 080 críticas deles

    3,0
    Enviada em 26 de novembro de 2018
    O enredo é interessante, tem boas atuações, e a estória trás alguns princípios como arrependimento e perdão. Mas é um tipo de filme que assisto só uma vez.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top